Seguidores

sábado, 31 de julho de 2010

frases que fazem pensar.

Andei a ver pelo sotão uns papeis e foi descobrir umas folhas, que me fizeram vir agora aqui
para vos mostrar, achei muitos lindos mas optei por estas, simples, mas fazem-nos pensar:
<" Renda-se como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento"
- Clarice Lispector.
Se chorras porque não consegues ver o sol, as tuas lágrimas inpedir-te-ão de ver as estrelas
Tagore
A muita luz é como a muita sombra não nos deixa ver.
Anonimo
Escolhi estas por serem tão diferentes, as encerrão grandes verdades. bj

quinta-feira, 29 de julho de 2010

aqui na nossa aldeia

o fim de um sonho

Sempre que passo , junto desta construção não consigo ficar indiferente.
Por um lado admiro a aventura que devem ter sentido, neste sonho inacabado, esta casa é o sonho de qualquer pessoa, grande, com uma vista linda para a serra, com uma chacra ao fundo. árvores de fruto, espaço para dar e vender.
Tem uma entrada enorme lindíssima deixa-se adivinhar, mas infelizmente, esta inacabada, eu costumo chamar-lhe o fim de um sonho, não sei quem o sonhou pois não conheço ninguém,
mas não consigo ficar indiferente, aquela casa.
Quantas casas como esta não foram já o sonho de alguém, e quantas por dificuldades financeiras, talvez penso eu, tiveram de deixar o sonho a meio.
PORTUGAL tem uma grande margem de casas inacabadas devido talvez a nossa conjutura politica, onde somos muitos desempregados, e por causa disso muitas famílias em serias dificuldades, não só deixando as casas a meio como, não podem cumprir os empréstimos dos Bancos, havendo imúmeras casas a serem vendidas, em hasta pública.
É duro, mas ´e real. assim se vive, e acabam neste País.
A todos que estão, nestas situações e devem ser muitos, eu desejo que vossos sonhos, jamais sejam sonhos inacabados.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Que dia

O dia hoje foi para nos dizer que o verão afinal nesta zona também vem e de que jeito maneira, o vento hoje era quente parecia que vinha de um forno.
A nossa Mãe Natureza parece mesmo zangada com o mundo com a humanidade. nuns locais do globo são as chuvas que não tem dado sossego, aqui neste cantinho com fama de clima temperado, é os incêndios, Portugal em muitos locais infelizmente esta a arder.
O desespero estava escrito na cara daquelas pessoas que viram a TV, era de loucos as chamas a pôr em perigo tantas casas e pessoas.
A Natureza uma vez mais esta a ser devastada, levando muita vida animal, e flora pela frente.
Dizem que muitas vezes os fogos são postos, será? será que há gente tão má?! quando uma floresta é incendiada, não é só o proprietário que é lesado, somos todos, é um País inteiro. A floresta é de todos nós de uma maneira ou de outra, pois é de lá que vem o oxigénio que e de todos, a sombra, que refresca quem dela se aproxima.
Daqui me solidarizo com todas as pessoas que de uma maneira ou de outra estão a sentir na pele tamanha dor .

quinta-feira, 22 de julho de 2010

os meus animais desaparecidos

Ela mais abusadora, tudo era dela e aqui adorava estar. Onde estará a Mancha agora??? como eu queria saber!!
Conviviam em perfeita harmonia,
O Petesi o meu gatinho, pena que já tenha morrido

A nossa claridade,o nosso sol

Pois é queridas amigas, o vento não quer deixar de soprar, mas o nosso céu, é sempre lindo, desculpem, mas amo a minha terra e sou vaidosa do Sol do meu Pais.bj
Hoje o dia amanheceu assim
Já repararão no lindo céu Português??

Um dia diferente

Não havia bolo de aniversario mas a Jú improvisou , com um delicioso bolo de chocolate feito por ela que estava uma delicia, e assim o nosso M..... teve o seu bolo, nunca vi ninguém com tão má vontade para ter um bolo de aniversario ele nunca deixa fazer nada, este ano foi diferente e muito bom.
Foi cantar até cansar, ou melhor até o relógio deixar porque à meia noite, acabou a cantoria, mas até lá perciam passaritos com pouco se divertiram, e mais de improviso.
Todos felizes, num dia especial, ele já conta mais um ano.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

As uvas morangueiro

Ainda estão muito verdes, mas depois eu vou mostra-vos, ficam junto ao muro da casa.
O campo tem coisas lindas, pena que aqui não haja muito passarinhos, temos corvos, águias, perdizes, mas pouco mais, e claro os conhecidos pardais telhados, mas não os vejo por aqui junto á casa.
Amanhã volto tenha um dia muito feliz, com muito amor e luz em sua vida. bj
à alguns dias mostrei-vos as peras bébés agora as uvas, são uvas morangueiro

terça-feira, 20 de julho de 2010

Tal como um fantoche

Sou como um fantoche
neste palco imenso. e sou tão pequena
O palco é a vida, o tempo os cenários.
De cenário em cenário,eu ando ao sabor
dos ventos e máres,
Para meu azar,
são só tempestades.
que a vida nos dá ,tudo é tão vazio
hinospito e frio.
Frio tão profundo que gela cá dentro
Mas este fantoche, trabalha e não vé
o palco se abrir ,o pano a subir
é um incapaz ,que anda a sorrir
mas sorrir ou rir, é apenas gesto
pois cá bem dentro de si;
Seu eu só chora
a vida que tem a vida que leva
e sorri a toa, mostrando ser forte
tal vento do norte.

Foi assim o dia 9 de julho

E assim se passou o aniversário do meu filhote muito amado, nós mães somos toodas babadonas quando temos os filhotes todos juntos, para estar tudo completou faltou a minha querida neta.
Nossos amigos são nosso tesouro, uma amizade sincera vale mais que ouro.
Um serão feliz, onde todo o mundo riu e brincou, até porque não todos os dias que fazemos 37 anos.
Num dia especial, só podia ter amigos queridos e especiais,
Aniversário de meu filho do meio, reunimos com um pequenino grupo de amigos, e e família que esta mais perto de nós e claro , só podia ser,karaok, uma brincadeira pegada.
è bom ver nossos filhos reunidos á volta de uma simples brincadeira, ter os amigos mais queridos juntos connosco.
Faltou a Natacha para ser perfeita , a nossa noite.
Espero que não te zangues por te colocar aqui garouta, gira.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Boa semana para todo o mundo!!!

E para vos desejar uma semana super feliz, nada melhor que este canteiro, da horta de uma amiga, não resisti e aqui esta ele, com os girassois , nestes dias ventosos e de temperaturas amenas.
La mais para o interior o calor está a apertar a sério mas por aqui,talvez por estar muito vento
ainda sabe bem um casaquinho de malha.
Ainda estão verdes, mas depois vos dou um pouquinho para provarem ainda que só possa ser
de forma virtual
O Nana da Alice, pois é assim, o gato Nana que já vos mostrei em outras fotos mas esta não resisti, e vim mostra-lo ao mundo, e grande e lindo como só ele

O Por do sol visto do meu quintal.

Mais um pôr do sol, que sempre me encanta, é um dia a partir para outro depois nascer,
é como na vida todos os dias, a vida renasce
Nos dá novas oportunidades, de aprender a caminhar, aprender a compreender, aprender a amar, as coisas lindas que a Mãe Natureza nos dá.
.
À um tempo atráz disse que iria mostrar-vos a capelinha da minha aldeia, pois bem aqui está , pequenina mas muito bonita, prometo que assim que me for possivel, vou lá dentro tirar algumas fotos, para vos mostrar.
A fonte fica para outro dia pois ainda não tenho nenhuma.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

olhem só!!!



Na linha do horizonte, onde o mar de confunde com o céu, e nos faz sonhar acordados, é linda a nossa querida serra de Montejunto.
Aqui apetece ficar tempo indeterminado, só para ver a sua beleza agreste, bravia, mas unica
bj

terça-feira, 13 de julho de 2010

aqui é assim


Por agora vou deixa-vos volta amanhã, tentar mostra-vos mais um pouco daqui, deixo uma rosa para todas/os e o meu respeito e carinho para todos, tenha um bom dia, cheio de amor e luz em vossas vidas

De outro angulo novamente os campos que nos circundam, ao fundo o eucalipal, que nos longos dias de inverno, aqui parece que gemem com o vento, mas que nos dão um ar sádio , durante todo a ano.

Mais um acesso à minha aldeia, desta vez em terra de maquedame ou picada como se chama em Angola, tem poucas condições eu reconheço, mas eu amo esta aldeia pequenina, isolada mas tão longe de tiudo que seja confusão, aqui ainda dormimos a noite inteira com a chave na porta, e a porta aberta
Já em poucos locais se pode fazer isto, mas aqui pode..

os nossos campos aqui  no oeste, com os vários verdes , parece que andou uma mão mágica a pincelar aqui e ali.

As nossas árvores, as pereiras agora estão assim  carregadinhas de frutos mas ainda muito pequeninos.

Os nossos velhos moinhos Portugueses


Um pouco de historia que se vai repetindo por esse Portugal adiante, moinhos que em tempos foram de grande utilidade para as povoações da zona, pois era aqui que tal como meus biza-avós vinham trazer o trigo para moer e fazer o pão em casa,  vinha toda a população. E que saudades eu tenho daquele pão que se fazia na casa dos meus avós. Hoje resta apenas a recordação, era cozido no forno de lenha, que lhe dava um sabor muito especial
.Aqui se fazia também uns bolos em forma de ferradura, que agora há imitações mas como os da minha avó nunca mais comi eram deliciosos.
Por agora vou deixar-vos um até logo ou quando quiserem vir até aqui, digam alguma coisa, valeu? bj

ainda na serra, tendo o mar como espelho para o sol

o pôr do sol na serra

sábado, 10 de julho de 2010

Bom dia Amigas / os

Novamente a serra e o  mar dois opostos que se completam, para prazer dos nossos olhos e sentidos
e depois disto, só me resta, contar-vos que o verão por aqui anda novamente a querer fugir, depois de uns dias de sol intenso, voltou o nevoeiro, e os dias fresquinhos.
Nem parece que estamos no verão.Ontem o Ma completou mais um aniversario.
Meu filho esta um homem, o tempo passou e eu não me dei conta,como é possível ele já ter completado 37?
É  assim minhas amigas, quando olhamos com olhos de ver nossos bebes são gente grande  e nós passamos a "cotinhas". Bom final de semana para todas com muito amor e luz em suas vidas.



sexta-feira, 9 de julho de 2010

quinta-feira, 8 de julho de 2010


Os vales  da nossa serra, com as pereiras em pano de fundo, pereiras aqui são mais que muitas.


Minha  casinha meu mundo...

Olá!

com a linha do horizonte ao fundo




Querem provar?!
Façam o favor de se servirem á vontade

Neste mês as rosas já não estão tanto assim com mostro abaixo, mas as árvores de fruta, neste caso ameixa
estão carregadinhas.

A singeleza das flores do campo me encantam.
À de todas as cores, os campos ficam parece bordados por magia.