Seguidores

domingo, 1 de outubro de 2017

Retalhos de Mulher


Como todos sabemos desde criança, de uma maneira geral as histórias começam assim:
Era uma vez...
Aqui também vai ser assim era uma vez, alguém que dizia  precisar melhor o seu suporte financeiro, alguém de meia-idade, onde supostamente a maturidade  é  mais forte, ou deveria de ser...
Um dia chegou a novidade, consegui depois de muita luta, que alguém que me conhece a muitos anos, me arranje trabalho:- dizia ele aos amigos.
Todos vibraram com tal notícia, porque os que são amigos de verdade gostam de saber, que o amigo  concretiza um sonho.
Mas não era tão fácil como parecia.
E teria de deixar o local onde vivia, antes do dia do embarque.
Um outro amigo abriu as portas de sua casa,  para ele ficar, era para viajar num dia, só viajou dias mais tarde, sem problema outro amigo o foi levar ao aeroporto para embarcar, todos lhe desejaram sorte.
Vieram outros amigos, para estar uns dias com ele, coisa que poderia não ter sido feita nessa data, foi apenas para estar com ele.
Alguns diziam esta estranho.parece estar a querer fugir de alguém ou qualquer coisa, evita falar  do seu trabalho, houve até quem pensa-se aqui tem coisa.
Outro disse, não este nervoso, não deve ser fácil na sua idade dar este não conhece a língua ter de aprender, não vai ser fácil.
Ele possivelmente  bem dentro dele deveria estar a rir e a chamar trouxa a todos.
Porque não havia emprego nenhum.
Ele enganou todos os amigos, talvez por não saber o valor da amizade, convencido que é o maior, é realmente é o maior aldrabão, falso, e sei lá que mais quem não tem carácter tem sempre jogo de cintura para enganar tudo e todos, e.
Porque  alguém amigo lhe pagou a passagem, feito tonto...
Assim é a vida quando menos carácter, mais simples é maneira de se fazer de coitadinho.
Como atrás digo mentira tem perna curta,  quantos falsos amigos haverá por este mundo adiante?
Quantos não farão dos outros trampolins, para atingir os objectivos?
Temos de estar todos de olho vivo e pé ligeiro, pois surgem do nada, conversa mansa, boas atitudes, qual ave de rapina para depois pegar a sua preza

noite


 A noite já vai longa, esta uma noite fresquinha, agradavel, dessas que nos apetece ficar lá fora...
comtemplar as estrelas.
Em que tudo tem mais encanto, saber dizer o porquê não sei, só sinto.
esta uma noite , serena, ouve-se a  natureza, esses sons magicos ,encantam que tem a sorte de os ouvir.
È uma coruja que passa, ao longe o cachuar das rãs, nesta brisa fresca , debaixo dum céu repleto de estrelas...tão bom viver aqui.
reconheço para alguns será um fim do mundo, para mim um paraiso.
Durante o dia vejo um rebanho de ovelhas , ao longe, os patos gansos lindos .
Que bons cuidadores de seus donos que eles são.
Como prometi aqui estou.
Tenho tanta coisa para vos pedir, para vos dizer, só que nem sei como começar, quando se conhece com quem falamos fica mais facil, assim é complicado.
Não deixa de ser verdade que muitas vezes pensamos conhecer as pessoas com quem convivemos  e no final, era um ilustre desconhecido/a, assm é a vida.
Repartimos quase tudo, alegrias dores,valores,afinal era só um que assim fazia, o outro em nada se dava, só que não dá para perceber logo, quando teu coração cheio de boas intenções se dá inteiro se desnuda para ajudar,  não vê a falta de verdade que gira nessa amizade, se é que assim se poderá chamar.
A vida tem destas coisas.
Muitas vezes é em quem menos confiamos, porque não conhecemos,vamos mais desconfiados e assim nos apercebemos mais depressa de algo menos bom acontece.

conto de alguém

Nos dias que vão passando, dou comigo a lembrar historias, da vida de alguém ou de alguma coisa que mexeu comigo...todas entre si tem um ponto comum, começam do  mesmo jeito...
Era uma vez,
esta não é diferente....era uma vez uma jovem, linda morena de olhos azuis esverdeados, orgulho de seus pais. e da aldeia onde vivia, pequenita rouxinol do tempo em que nem havia sequer ( telefonia), ela era o rádio daqueles gentes, ia com os pais para o campo, na volta para casa, cantava aos ombros de algum trabalhador, apesar de cansados, da lides dos campos, era pessoas alegres e felizes, era uma aldeia unida, onde quase todos eram , família afastada ....lá vinham rindo e cantando, muitas vezes se dançava ao som da voz do pequeno rouxinol...Essa menina ia crescendo feliz, apesar de doente, tinha asma, uma doença que a 70 anos atrás era terrível.... ela sofria e cantava, sentada na sua maquina de costura, onde começou a ganhar o seu pão, pois escola não havia por aquelas bandas...
O nosso rouxinol, queria aprender a ler a todo o custo, no verão, iam a dita aldeia pessoas da grande cidade, já letradas, ela humildemente pedia para a ensinar a ler, um dia uma mais paciente, lá lhe foi explicando que se junta-se. as vogais com as consoantes. iria aprender e assim ela fez... lá foi aprendendo a conhecer umas e outras, a juntar... não havia livros, o pai pessoa muito crente, tinha comprado uma biblia...
para que os filhos um dia aprendessem a ler para ele.
Foi mesmo ai que o nosso rouxinol , começou a entusiasmar-se e fazer as suas primeiras viagens no mundo das letras...
Cresceu e enamorou-se de alguém errado, alguém que não soube ver o tesouro que tinha entre mãos... entre abraços e beijos as escondidas, ela ficou a grávida, feliz ao querer  comunicar-lhe que iam ser pais, teve um desgosto tamanho, pois foi acusada de não ser mulher fiavel e que o bebe não era dele...
Morreu a alegria do nosso rouxinol, agora era ter de comunicar aos pais que estava para ser mãe, se agora ainda é complicado há 83 anos atrás imagime só que ela sofreu, mas quíz o seu filho, não o renegou , embora sozinha sem o pai do bebe, ela lutou, primeiro com o preconceito de ser mãe solteira, contra a muitos que a conheciam e não admitiam que a rouxinol estivesse para ser mãe, e a criança não ter ir ter pai...
depois com o desgosto de ser ver assim , rejeitada enquanto o pai de seu filho fugiu dali....
O tempo foi passando, o ambiente voltando ao normal, ela cada dia queria mais aquele pequenino ser que crescia dentro dela, seu tesouro seu filho...
Os meses foram passando, e um dia nasceu aquele menino lindo, que nas palavras do avô tinha nascido lá em casa um menino igual ao menino Jesus....O rouxinol voltou a sorrir e a ouvir-se cantar enquanto trabalhava, a tratava do seu menino.
O homem que ela tinha amado, ao saber do nascimento da criança, que era linda como o sol, veio de longe para ver o filho, o avô achou que era dever da mãe deixar o pai conhecer o filho,...
Ao ver o bebe, ele só queria estar com o ele, já tinha refeito a vida dele, casado com outra pessoa, a mãe não deixou ele levar o bebe, de junto dela....
Um dia estando a mãe , a lavar a roupa do bebe no quintal, estando ele a dormir muito tranquilo, ela lá fez a tarefa dela... quando ia voltar ao quarto, entrou em panico, o seu menino " jesus " não estava, foi o alvoroço completo por toda a aldeia, o seu menino não estava em lugar nenhum, chamaram todos, todos vieram, bateram tudo com burros e cavalos ( transportes da epoca ) ninguém sabia, ninguém tinha visto...
O desespero tomou conta do nosso rouxinol, deixou de cantar, de se alimentar, pois só queria o seu menino..
O Avò como louco  andou pelas redondezas meses a fio a tentar saber do seu menino, nada....ninguém sabia, ninguém tinha visto.
Aos poucos ela foi ficando cada dia mais triste e mais doente....os meses foram passando, juntos foram anos...a vida la foi levando o seu curso,
tinha pretendentes, que ela nem queria ouvir falar...
a mãe lá lhe ia dizendo, já tens trinta anos, eu estou velha, amanhã morro e ficas a empregada das tuas irmãs
Até que um dia, ela conheceu um rapaz,ainda moço, pois era mais novo 8 anos que ela, ele aos poucos soube conquistar o seu coração, começaram a namorar, resolveram casar...quando queria tomar essa atitude alguém foi avisar a mãe que ele não iria ser bom marido nem bom pai pois era um mulherengo, depois era a mãe a não querer esse namoro, menos ainda o casamento.
Contra tudo e contra todos casaram.
Pouco mais tinha que o amor e uma cabana, tinham um ao outro, a vida lá ia seguindo o seu caminho...
Deixaram a aldeia, foram viver para a cidade grande, ai pensava que tudo seria mais facil, engano dela,
ia começar o seu sofrimento. ele sem saber ler nem escrever, ela la ia juntando as letras e escrevia o nome dela, ele nem isso, trabalhar onde? como? em quê? só como trolha, naquele tempo, não havia grandes culturas, trabalhavam das 8 as 17h  depois era taverna, beber uns copos, de principio tudo bem, depois....depois o alcóol , é uma droga, vicia, e passaram a ser bebedeiras todos os dias, a harmonia do casal acabou.
Ela sempre a tentar ao mesmo tempo saber do filho....ele tinha ciumes....
Entretanto ela tinha ficado gravida, de uma menina, também loira de olhos azuis como o irmão, ela dedicava todo o seu amor aquela filha, como a tentar compensar-se da falta do outro filho.

Calmamente....

O dia foi passando de mansinho, um dia sereno, sem atropelos onde cada minuto foi vivido na calma própria, do local.
Sol foi Rei, deixando com uma luminosidade muito própria, muito bela.
Minha alma tem a tranquilidade que só o tempo sabe oferecer, nada me afecta, amo a minha solidão, esta tranquilidade, de poder ser eu, sem ter de pensar em nada, porque a, b, ou c pode não gostar, agora só eu tenho de gostar, tenho de sentir.
Aprendi que embora não goste da ideia tenho de apr...ender a distinguir, se a saúde esta mais ou menos frágil.
Grassas a Deus alguém veio almoçar comigo naquele dia e viu o que eu não via, não tinha percebido. Agora só o mestre tempo para colocar tudo no lugar.
Despedi-me do meu quisto ocular, estou pronta, para o que der e vier, preparada para agir sem perturbar mais ninguém, quem sou eu afinal?
Uma tonta que só sabe dar trabalho aquém não quer. Amo-vos obrigada, por me ajudarem quando nem percebia a gravidade do caso.LR

Obrigada vida....




A noite foi fria, o vento soprou lembrando aos esquecidos que o Outono chegou.
Já deu mais um passo, na vida e no tempo, sem se dar conta, o tempo passou, Cinco anos de felicidade, nem sempre juntos, fisicamente, e tão dentro do meu coração,
No Próximo mês fazem cinco anos, como cresceste, estão dois meninos lindos, olhar penetrante que tudo querem ver, aprender, é tão bom ver-vos crescer...Cada dia, cada estação que muda é mais uma...ou menos uma depende como olhamos as coisas, tudo tem o lado bom e menos bom, o bom é que vos vi crescer, ri convosco, o menos bom é que o tempo não perdoa e sei que é menos uma que tenho para viver.
Como cereja no topo do bolo veio, o DD , aqui quieta serena passo algumas horas dos meus dias olhar para as fotos e vídeos dos 3, como o tempo passa, sem eu dar por isso.
Um dia sou eu que vou viajar, que vos vou deixar levando comigo aquilo que de bom a vida me deu, A Capacidade de amar e ser amada, amei e amo incondicionalmente, minha família, meus filhos e netos, nunca teria palavras para agradecer a vida os filhos que tive, fizeram de mim a mulher mais feliz do mundo, não são perfeitos eu sei disso, ninguém o é.
São podem crer os filhos que muita mãe gostaria de ter.
Na noite fria, a ouvir o vento nem um lamento no peito, estão todos aqui, bem dentro de mim, nessa caixa velhinha que bate comigo, espero que não deixe de a fazer sem ver meus netos crescer. Obrigada vida, obrigada a todos que o fazem bater. LR

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017


era uma vez


Há imensas historias que começam era uma vez. Reais que retratam factos verídicos, outras nem tanto.
Esta historia poderia ser uma mistura de realidade e ficção, porque nem sempre é fácil reconhecer que erramos, vamos levando a vida a pensar mais nos outros que em nós. Não por ser boa ou má, só por covardia, por medo de magoar quem um dia demos vida, deveria ter a coragem de esquecer a outra parte de mim.
Uma vez parece que se ainda se consegue, é tão doce o abraço de um filho, sem duvida que é, só que embora importante não nos completa por inteiro.
Nos momentos de maior solidão, falta a mão que segura a tua, sem palavras, só um doce apertar que te diz estou aqui, não estás só, isso não tem dinheiro que pague, só que o abraço de um filho também não, ai vem a duvida terei direito a ir viver minha vida, e magoar os outros?
Fica aqui num cantinho da tua cabeça, e parece matraca insistente na pergunta, sem dares conta continuas dia após dia na mesma duvida, os dias deram lugar aos meses, depois aos anos. Sempre a mesma duvida, a mesma falta, o mesmo querer, quando a vida te coloca na hipóteses de mudar, o medo cresce-as intrigas também, e ai estas tu sem saber o que fazer, teu orgulho estúpido fala mais alto e tu calas a voz do coração, só para não magoares e não seres mais magoada porque foste parva acreditas-te, sofreste, e não soubeste viver o momento que poderia ser eterno enquanto durasses.
Hoje és tu e a solidão, companheira fiel nem por isso mais agradável, cada um segui o seu rumo, ele é feliz, e tu? que resta de ti, muito pouco um quase nada, teu coração não morreu, continua batendo, trazendo-te a cada instante a tortura de saber que o que passou passou.
Só meu coração não esquece, esse amor, esse querer, e continua na minha cabeça o nome que tanto me fez sonhar, e sofrer ao mesmo tempo, tudo porque somos covardes e não assumimos o que sentimos de uma vez por todas.LR.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

O Ano vai andando devagarinho, já quase sem forças para enfrentar as horas que lhe falta para mudar, dar ao que se aproxima, a coragem, a fé, o amor que neste não deu a muita gente.
Ano Novo pequenino, traz por favor um pouco de fé, coragem, trabalho amor a tantos que nem já lembra o que isso é.
Lembra-te das pessoas que habitam tendo por telhado o firmamento as estrelas, muitas vezes possivelmente nem um prato de comida quente, nestes dias de invernia.
As crianças que andam por ai a vagar, muitas sem ter um lugar onde dormir, cuida delas por favor.
Da coragem para vencer o dia-a-dia, saber que amanhã é outro dia, que ele não seja pior que o hoje, sim mais forte, sem medos, mais alegre, mais feliz.
Este mundo anda um pouco perdido, cuida dele ano Novo por favor.
Agora e sempre todos e cada um encontrem, o abraço que dá força, revigora tudo que de melhor existir em cada um. LR
Faz hoje exactamente 27 anos que te vi pela ultima vez.

Que ouvi a tua voz, ali na minha frente, recebi o ultimo abraço, o ultimo beijo, a vida pregou-me uma partida e tanto.
De vez em quando, contavas a historia do teu ajudante, historia que vindo de quem veio me deu verdadeiro ensinamentos, dizia ele (A vida é uma gaita, feliz daquele que a sabe tocar), acredita tal como outrora nunca aprendi a tocar, sempre deixei o coração ser meu guia, sempre...
27 anos, de saudade, busca, falta de tudo que recebia de ti, claro que não falo de sexo
Falo de cumplicidade, ternura, compreensão. Tudo isso acabou no dia que partiste.
Hoje sei que tu partiste, um dia haverá o reencontro, fiz teu luto, a vida seguiu em frente, com mais ou menos turbulência, os dias foram dando lugar a meses, anos.
Hoje sinto-me uma viva morta, viva como mãe, morta como mulher, esqueci que eu existia, esqueci que a vida ia continuar e nunca pensei, no que me dizias estar só e estar meio morto, hoje 27 anos depois tudo isso me vem a memoria, tudo isso me faz pensar.
Enquanto trabalhei estava ocupada não tinha tempo para sentir, a solidão, a falta de um olhar, cúmplice, um abraço um companheiro, agora é tarde, muito tarde, chego a conclusão que há muitos vivos mortos por ai, e dói tanto...LR.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Ano novo

Ano novo, vida nova, ouve dizer por ai.
Eu diria, novas desilusões, novas lutas se aproximam.
De que vale ser honesta contigo e comigo, se não me vês, passas a meu lado, e nem me sentes.
A vida é assim, tento que te façam feliz, dou dicas do que sentes, como reages, aconselho mudanças de comportamentos, e para quê?
A vida é o que é, e nada mais.
Alguns tem tudo sem pedir nada, outros nada pedem tudo dão, sem falar, sem se mostrar, apenas querendo um pouco de carinho, de atenção...
Quando estão em apuro a vida faz lembrar de alguém que vai resolver, vai ajudar...depois.pois já foi, esta tudo bem para quê, pensar?
A vida é muito complexa, há que saber viver, debaixo de uma carapaça, sorrir, como se o mundo estivesse no seu melhor, enquanto dentro de ti tudo desaba.
Sorri e diz feliz ano novo.e o teu como será?LR

domingo, 11 de dezembro de 2016

viagem


Noite grande, parecia que nunca mais se via a estrela da manhã. 
Deu para tudo, fazer, tudo reviver.é bom apesar de tudo poder reviver, como se a cabeça vira-se ecrã gigante e toda a nossa estrada, surgisse a nossa frente, andei no Mucozo, voltei a cacanda...estive na minha casa k 221, ouvi os tiros...vi as mangueiras, goiabeiras, os patos e os cães, que coisa boa, ainda que deitada na minha cama poder ir e voltar onde tudo era belo. onde vivi, aqui tudo é diferente, vem a nostalgia do que fomos a incerteza do que seremos. 
A vida em especial nas camadas meia-idade é muito ingrata, disso sim sinto medo não por mim claro, já ultrapassei essa idade a muito tempo, mas pelos nossos filhos, filhos de todas as mães que estão nessa faixa etária. 
 Essa camada de juventude que luta, contra a algo que não podem resolver sozinhos, que uns tem outros querem constituir família e a vida é tão adversa. 
Neste Natal, bom Deus toca no coração dos homens, dá-lhe bom senso, para que o trabalho possa ser digno, não falte para ninguém..LR

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

O dia nasceu, com o sol a iluminar a terra, dando calor, força para as plantas poderem suportar o frio que a geada tem trazido.
O sol sempre nos dá novo alento, nada mais desanimador que ao acordar ver um dia, cinzento, parece que se perde a vontade até de sair da cama.
Embora que por pouco tempo, pois vamos buscar dentro de nós o sol, que vive em nosso coração, ao recordar quem amamos, ao ver o sorriso do BB, e da Lála.
Tudo se torna mais belo, como por magia, tudo se alegra, a vontade volta, e ai estamos todos a viver o dia.
Os dias nem sempre são o que gostaria-mos, só que é com certeza muitas vezes melhor do que merecia-mos, Todo tempo tem seu tempo , Inverno é isto mesmo, uns dias o sol brilha, outros temos o brilho da neve, da geada, tudo faz parte da vida. LR.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Tempo



O Tempo esse senhor que tudo sabe , e tudo faz, passa a nosso lado muitas vezes nem damos conta. de como passa.
Dia 12/12/69 dia que mudou minha vida, dia que guardo como dia raro, pela importância que teve, e tem na minha vida.
Ninguém diga desta água não beberei, pois quando damos por isso a sede aperta, e lá vai água...
Afinal podia ter sido bem pior, afinal podia acontecer....não aconteço por meu bem...afinal, a vida sabe o que faz e porque faz.
Foram 20 anos, hoje , aqui  a 27 anos de distancia, tenho de te dizer, que  sem dar por isso foi feliz, a tua maneira, nos quisemos , nos amamos, dava quase o meu braço para te poder ter de volta....
Hoje te compreendo, me acuso, te peço desculpa, a culpa era minha, só que não sabia, sempre foi a miúda, a quase criança, poucas foi a mulher,me protegeste de tudo, não sabia nada da vida.
Foi dura aprendizagem, cresci, fiz-me mulher, só que já não era a esposa, era a mãe, tu já tinhas partido.
Deixaste a maior fortuna que alguma mulher pode  ter, seus filhos, obrigada pelos filhos que me deste.
Tantos anos passaram , embora umas vezes sinta que passou um século, outras parece que foi ontem que te vi partir para Beja.... como podia eu imaginar que seria o ultimo abraço, o ultimo beijo,  quem pudesse adivinhar, eu não percebi os sinais que a vida me deu, como lamento até hoje não ter percebido, jamais tinha vindo, jamais teria saído do teu lado.amo-te...LR.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Bom dia !

Bom Dia!
A vida é uma escola, o tempo meu mestre.
Foi nessa escola que todos frequentamos que vamos aprendendo, a seguir em frente de sorriso no rosto.
Algumas vezes não foi bem assim, senti falta de ti, do teu sorriso, do teu olhar cúmplice, do teu olhar maroto. Engraçado o tempo foi passando. levando a dor para deixar , algo doce dentro de mim, aprendi a aceitar a vida, aceitar que tudo tem suas razões e porquês.
Hoje se umas pessoas são doces lembranças, amores guardados dentro do peito, outras são apenas isso, outras, restos, de coisas que que nada mais são que isso restos.
Por isso sigo a vida em frente, lamento que algumas pessoas, não queiram fazer a viagem que aprendi a fazer todos os dias, fechar os olhos, e lá vou eu viajar dentro de mim, fazer o meu exame de consciência, sei que erro muitas vezes, outras me agiganto e sigo em frente, serena confiante, coloca a cabeça na almofada e durmo tranquila....LR

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Bom dia!!!

Bom dia gente bonita!
Novembro esta a despedir-se.
Amanhã começa o mês de Dezembro.
O Mês do encanto da criançada, do Pai Natal, da noite em que as famílias se reúnem a volta da mesa.
Dos fritos, das rabanadas, sonhos, e do pobre peru rsrsrs,
Por norma é acima de tudo dia das famílias, pais, filhos e netos são um só.
O Natal de agora, nada tem a ver, com o do meu tempo de menina, e do meu tempo em que tinha os meus meninos, hoje cresceram, já hoje ele os pais, inverteram-se os papéis.
Já não sou eu, que penso, que imagino o rostinho deles ao receber o seu presente, são eles que sentem o mesmo encanto a imaginar os filhotes deles.
A vida é assim. O tempo passa e tudo coloca no lugar certo, independente do que querias ou não.
Uns partem, outros chegam, assim é a vida.
Nunca foi apologista do consumismo, de dar as crianças tudo, foi sim de dar, sem nunca esquecer a importância do não. Não é a palavra que a vida mais nos dá, na luta pelo dia a dia.
Vamos pois dar carinho, amor, regras também, para que o amanhã das crianças de hoje possa ser feliz, possa saber enfrentar o dia-a-dia e serem felizes, eu sou feliz, aprendi muito cedo a saber o que era o não, sempre até nos momentos mais duros, aprendi a ouvir não, e lutar para ter um sim.LR.

Por vezes o mundo parece que vai cair, sem saberes o que fazer para o deter...



Os acontecimentos da vida surgem, sabes que vais ter de enfrentar, falta a coragem, a vontade e sei eu que mais falta.falta qualquer coisa que nem sabes bem dizer o quê.

Nada muda, os acontecimentos, nem as emoções...

É um mundo só nosso que ninguém entende, emoções.são muitas vezes bocadinhos de ti que guardas tão bem nem sabes se alguém um dia por obra do destino, descobre o teu sonho.

Sem ainda saber se será sonho ou pesadelo, a falta que eu sinto bem dentro de mim, não falo nem sequer para mim, a vida é assim...

São os meus passarinhos a voar do ninho, como dói Deus meu.

Sei estou a ser egoísta. Admito e calo, é direito de todos, ter o seu cantinho, eu sei estou consciente disso...

Ver os meus passarinhos a voar para longe, fica um nó na garganta, fecha-se as portas dos sons, não quero que eles adivinhem sequer o que custa vê-los partir...

Dia 15 completam os seus 4 aninhos, o tempo passou, eu nem dei por ele, estava absorvida a viver a vida.LR:

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

O Natal esta a chegar

Por vezes o mundo parece que vai cair, sem saberes o que fazer para o deter...
Os acontecimentos da vida surgem, sabes que vais ter de enfrentar, falta a coragem, a vontade e sei eu que mais falta....falta qualquer coisa que nem sabes bem dizer o quê.
Nada muda, os acontecimentos, nem as emoções...
É um mundo só nosso que ninguém entende, emoções....são muitas vezes bocadinhos de ti que guardas tão bem nem sabes se alguém mum dia por obra do destino, descobre o teu sonho.
sem ainda saber se será sonho ou pesadelo, a falta que eu sinto bem dentro de mim, não falo nem sequer para mim, a vida é assim...
São os meus passarinhos a voar do ninho, como doí Deus meu....
Sei estou a ser egoista. admito e calo, é direito de todos , ter o seu cantinho, eu sei estou consciente disso...
Ver os meus passarinhos a voar para longe, fica um nó na garganta, fecha-se as portas dos sons, não quero que eles adivinhem sequer o que custa ve-los partir...
Dia 15 completam os seus 4 aninhos, o tempo passou, eu nem dei por ele, estava absorvida  a viver a vida.LR:

2016
Esta o Natal a chegar, com ele o mundo encantado, das crianças pois então....
Natal é tempo de luz, de sonhos a concretizar...
Vamos dar as nossas mãos , sorrir a vida
receber o seu sorriso, e oferecer a quem passa
um pouco do bom que temos dentro do coração,
estender o nosso abraço, ao irmão que vai passando, 
talvez precise dum pão, dum carinho pois então...
Um abraço é um remédio
que vai curando a solidão, 
e à tanta por ai, fechada dentro de casa
a pobreza mais severa , não sabe estender a mão
tem vergonha, ela se esconde...
pois não dar a entender o que vai no coração
Tu que podes, te cruzas com essas pessoas
dá-lhe o teu sorriso, dá um pouco de ternura....
é grátis , nada te custa, só pode ser bom para ti
e para aquele que passa...
Natal, é festa em família, dispensa lá os presentes
pois haverá presente melhor 
que receber um abraço daqueles que mais amamos?
Podes crer, é tudo que mais desejo...LR

domingo, 27 de novembro de 2016

Será?



Cinco anos já passaram....cinco anos  em que o tempo foi meu companheiro, umas vezes cheio de coisas boas, outras nem tanto...
Quando se pensa que tudo já deu , tudo que tinha para dar, eis que surge a boa nova....
Mais um membro da família se vem juntar a nós...ó mais uma tão doce ser avó mais uma vez.
Ainda falta tempo para conhecer, que vem a caminho, será menino ou menina? francamente não sei, e pouco importa.
O importante é que chegue com saúde, o resto é apenas isso resto.
Tu estas longe, não sei onde, nem imagino...só sinto que se poderes ver , ou simplesmente imaginar, vais ficar tão feliz como eu....
O nascimento de uma criança, é sempre uma benção de Deus, elas são o futuro, são tudo que de bom possas formar na vida, será nosso 4º neto/a será sempre mais um amor em minha vida.
LR.

sábado, 8 de outubro de 2016

Viajar


Aqui no silêncio.... bem quietinha..fecho os olhos....
vou viajar dentro de mim mesma, faço e desfaço a minha vida
meu querer, aqui neste silêncio gostoso.
Percorro montes e vales, subo  as arribas, para ver o mar...
Aquele mar doce e bom onde ia pela manhã, bem cedinho
Aqui  faço e desfaço tudo que vivi, sonhei, amei.
Nesta viagem,  mergulhei, tenho por companhia
o tictac  deste coração louco, que nunca me abandonou
ele que me faz viver, sentir...amar..
A vida , a mim mesma, a tudo que me rodeia...
Nesta viajem  vou buscar tudo o que vivi...
bom , menos bom, tirar elações aprender
ou recordar...
Não posso deixar de agradecer a vida, tudo ...
os lugares , onde passei , pessoas com quem me cruzei,
aromas que me transportam a tanto lugar
tenhos guardados, numa caixinha secreta, nem eu sei lugar
só sei, que de quando em vez, me visitam, os sinto
tão perto, tão intensos que nem sei dizer se são de agora ou de algum tempo.
Pois que o tempo, o Sr Tempo, aquele que tudo leva e tudo traz
me dá a davida de os sentir...
Aqui nesta viajem dentro de mim....LR

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Pedacinhos a pedacinho aqui vai ficando um pouco da mulher que eu sou, que eu fui.
Porque cada dia renascemos , para um novo dia, embora parecem iguais, a verdade é que não os há iguais.
Nossa energia muda , nós mudamos, o que ontem foram preocupações, hoje viram realidades ...ou talvez não. Só que as vemos de maneira diferente.....afinal, é todo um conjunto de coisas que somos ou sentimos.
Sou uma pessoa muito emocional, só que tenho um botão algures dentro de mim, que raramente deixa transparecer o que lhe vai na alma, poucas me conhecem de verdade, minhas alegrias ou tristezas são minhas, é dentro de mim que as vivo.
Sei que muita gente , me julga de incenssivel, vaidosa e sei lá que mais, talvez por ser um pouco introverdida, assim sou.
Aqui neste cantinho me abro me mostro. Certo ou errado. Assim eu sou..
Dia feliz para todo o mundo.LR.

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

teu olhar




Aqui me encontro, me perco, sem saber ao certo
o rumo a seguir.
A vida é assim ....há que ter esperança
no dia que vai nascer, em ti também....
ainda não sei o rumo a seguir....
só sei que por mais que  tente tirar-te de mim...
estas colado não sei que fazer quero esquecer
que um dia  vivi um sonho um sonho , só meu...
quero acabar com este querer, este sentir...
recordo o teu rosto, teu olhar gaito
de menino grande....
hoje o tempo passou, só este amor
o tempo não leva.LR.

teu olhar




Aqui me encontro, me perco, sem saber ao certo
o rumo a seguir.
A vida é assim ....há que ter esperança
no dia que vai nascer, em ti também....
ainda não sei o rumo a seguir....
só sei que por mais que  tente tirar-te de mim...
estas colado não sei que fazer quero esquecer
que um dia  vivi um sonho um sonho , só meu...
quero acabar com este querer, este sentir...
recordo o teu rosto, teu olhar gaito
de menino grande....
hoje o tempo passou, só este amor
o tempo não leva.LR.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Aqui...

Há coisas que me estão quase queimando os dedos para escrever, só que não posso, ou melhor não devo, não vai demorar muito para poder.
A vida é assim,
As desilusões vão nos marcando, fazendo a estrada onde caminhamos....
Umas vezes só outras talvez não muito bem acompanhados, eu prefiro seguir sozinha...
Passo a passo, se cair me levanto, sem mais  dramas.
Aqui neste cantinho, perdido no nada, que é o meu tudo, aqui me sinto protegida da vida dos momentos bons ou menos bons são viviidos comigo mesma.
Para quê falar? contar, ninguém pode resolver a nossa vida tenho de ser eu a sentir a energia , seguir caminhando, sorrir ou chorar é só uma questão de emoção, sou muito emotiva , pouco de chorar, dizem que chorar lava a alma muitas vezes sinto que deveria chorar para me descomprimir , não o faço não sou capaz.
Aqui me desnudo, aqui me mostro como sou...LR

domingo, 18 de setembro de 2016

velhice


Por mais que a vida doa, que a desilusão bata na minha porta, na tua porta....que importa?

Estamos aqui, prontos para enfrentar o dia que vai nascer.....

hoje a dor bateu forte , a desilusão foi mais que muita....

Como doí, perceber que alguém a quem amamos mais que a nós mesmos....para essa pessoa somos assim uma especi de algo que nada vê nada sabe, nós os velhos somos lixo, atrasados mentais, que não nada sabemos enfim já somos velhos...

Pena a juventude esquecer que , a velhice não é doença, que contagia alguma coisa ou alguém, nós os velhos, sim eu sou velha como tantos outros, apenas porque nasci antes desses jovens .

Não perdi sensibilidade, não esqueci de amar os outros como a mim mesma, de desejar ao próximo a luz que ilumina dá força para seguir andando de cabeça erguida, os velhos também tem coração são gente que ama e sente, apesar de falarem pouco, são mais observadores vêm o que antes lhes passava ao lado...

O tempo esse senhor que tudo traz e tudo leva, um dia vai mostrar que afinal a razão talvez não estivesse sempre do lado deles.LR

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Teu dia


Hoje era o teu dia,
dia de aniversario.
estejas onde estiveres recebe o nosso abraço
nóa te amamos, agora e sempre.....LR

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

faz-me pensar...


È no vento das palavras que o frio toca no fundo de nós...
ha vento agreste, ou suave, tudo depende como o sentes
como o vives dentro de ti....
Há palavras que te acariciam, te mima...
outras que te ferem com como espadas, te fazem sangrar,
embora ninguém veja o sangue,
umas vezes quase que pára, outras só tu sentes....
È assim a vida.
Que temos talvez por erro de opção..., acreditar no que não deves
te acomodar pensares que o erro é teu
tu é que és inflequecivel....que sei eu....
sou um átomo de nada.
Pouco peço, nada recebo comparado com o que me dou...
para sofrer desilusões, afinal o que é amizade?
para que serve? são tantos os conceitos que acabo por não entender.
Para mim é mão amiga, é saber acarinhar, com um gesto , uma palavra
de conforto num momento menos bom,
È sorriso franco aberto, é  abraço forte ainda que não me toque
é o estar aqui, dar o tempo por uma causa
ainda que seja apenas para ver o outro/a sorrir,
só que faz sentir-te gente, nesse abraço...
Pena poucos entenderem o que é ser amigo
há os que nos usam , que apenas são amigos quando precisam de nós
desses eu quero distancia, Quando olho ao meu redor, fico assustada com tantos amigos
que são tudo menos amigos.LR:

faz-me pensar...


È no vento das palavras que o frio toca no fundo de nós...
ha vento agreste, ou suave, tudo depende como o sentes
como o vives dentro de ti....
Há palavras que te acariciam, te mima...
outras que te ferem com como espadas, te fazem sangrar,
embora ninguém veja o sangue,
umas vezes quase que pára, outras só tu sentes....
È assim a vida.
Que temos talvez por erro de opção..., acreditar no que não deves
te acomodar pensares que o erro é teu
tu é que és inflequecivel....que sei eu....
sou um átomo de nada.
Pouco peço, nada recebo comparado com o que me dou...
para sofrer desilusões, afinal o que é amizade?
para que serve? são tantos os conceitos que acabo por não entender.
Para mim é mão amiga, é saber acarinhar, com um gesto , uma palavra
de conforto num momento menos bom,
È sorriso franco aberto, é  abraço forte ainda que não me toque
é o estar aqui, dar o tempo por uma causa
ainda que seja apenas para ver o outro/a sorrir,
só que faz sentir-te gente, nesse abraço...
Pena poucos entenderem o que é ser amigo
há os que nos usam , que apenas são amigos quando precisam de nós
desses eu quero distancia, Quando olho ao meu redor, fico assustada com tantos amigos
que são tudo menos amigos.LR:

domingo, 28 de agosto de 2016

Talvez o nós.....


Olá!
O dia esta a passar , com ele vai mais um pouco da vida que me resta
este sentimento indefinido que anda dentro de mim.
Me pergunto porque havemos nós de querer sempre o que não podemos?
Porque, a vida tem de ser assim?
Sei estou consciente que só vou a onde posso ou devo ir
o tempo das loucuras já lá vai,...
Eu sei...meu coração menino atrevido, com manias de querer o que sabe
não pode ter, não se conforma...
Há como que uma luta interna do querer e poder...
nenhuma delas leva a melhor pois sei, que nem o mundo da razão
nem da emoção me dominam, tenho de ser eu a saber
o que quero , e para onde vou, dou a quem doer, não importa
tenho é que poder chegar ao espelho , olhar nos olhos do que me mostra
sem ter de baixar os olhos, tenho de saber isso, sentir assim.
Para me sentir bem comigo mesma, embora meu coração sofra
não importa, tenho de aprender a amar-me a mim mesma sem restrições
nesta viagem da vida, não carrego a mala de ninguém...
já foi arvore que deu sombra, aliviou cansaço...hoje sou apenas eu....
Talvez esteja a ser egoísta...azar, a vida é assim
já deixou de ser eu por ti ...tu por mim....agora....
vou ser eu mesma, da maneira
que menos gosto e mais me protege
eu, sempre eu e depois bem lá no fundo talvez por nós.LR

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Emoções



Tem dias assim....
em que o tudo parece nada
por seu lado, o nada é tudo...e porquê?
talvez porque exiges demais a vida
queres e não queres, ês incostante...
sair de uma letargia, em que nada sentes,
pode ser o céu na terra...ou o inferno...
já vi os dois....agora...agora nada...
resta saudade do que fui ou tive....
Andar adormecida, de emoções
é pela certa a maneira mais facíl....
acordar, para quê? para sentir o peito vazio
saudades de quem nem se lembra que um dia
a beira duma estrada, bebeu café ....
o melhor café que imaginar possas
não por ele, café....
porque estava com alguém muito especial
alguém que acordou o sonho
para de seguida o jogar na valeta,
para de seguida sem o menor pejo
o deitar no lixo...
assim é a vida, a tua e talvez
a de muitos outras pessoas...
Nunca faças o despertar de emoções que não sentes
só finges sentir.LR

sábado, 13 de agosto de 2016

crê...

Bom dia! Mundo...
seja alegre ou triste, só que seja, sempre, tudo em que crê e acredita.
 tem no coração coisas mais simples são por vezes bocadinhos , de algo demasiado precioso...
sentimentos, são parte do mundo dos afectos...
sem afectos ninguém vive , porque sem amor , seja ele por alguém ou alguma coisa, tens o coração vazio....
Falta o sorriso, a mão que acarinha,segurando a tua a dar-te alento...
è um mundo talvez sureal para quem quem só a razão conta, eu vejo o mundo com outro olhar.
Outro querer....não é porque me estendem a mão...essa mão tem de ser suporte para tudo, tem apenas de fazer sentir que não estas sozinha, de alguma maneira somos importantes para alguém.
no plano emocional. só e apenas isso.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

O Verão anda meio louco, uns dias calor abrasador, outros como esteve esta manhã, nublado e fresco, quase a raiar o frio.
Na vida nem tudo é , como desejamos, se olharmos com olhos de ver, chegamos a conclusão , que tirando muito pouco temos tudo para ser feliz.
Uma família linda, filhos e netos que amamos e nos respeitam , claro que há divergências na maneira de ver as coisas, nada de complicado, eu, do cimo dos meus 69 anos, eles da sua juventude, tinha de haver outro olhar, outra maneira de idealizar as coisas.
Eu vivi, tu vais viver, é a lei da vida que se cumpre,
Onde há amor e respeito tudo se faz , tudo se resolve.
Obrigada vida pela família e amigos/as que deste, nem tudo foram rosas, apanhei muitos espinhos, valeu a pena, com tudo aprendi, a estrada foi sinuosa, só que sempre valeu a pena,.LR

sábado, 30 de julho de 2016

O tempo

O Tempo vai passando....
leva e traz pedacinhos, momentos vividos em algum lugar.
coisas que ficaram gravadas na mente , no coração de quem viveu...vive e sente....
Assim de repente, o mundo se agita, tudo toma cor.
Só porque encontramos pedaços, escritos, tlvez vividos, por alguém a quem nunca deixamos de amar.
A vida é assim.
Algures noutra galaxia, tal a imensidão da distancia que vamos ficando uns dos outros...um do outro.
Agora , ao entrar no teu tempo, recordo o meu tempo....o nosso tempo.
Tão curto e tão belo...para quem o sentiu, será sempre enexquecivel.
Pois quando se ama é para toda a vida.LR

Boa tarde!!!!
por um erro , estive privada da vossa companhia muito tempo.
Agora que tudo voltou ao normal espero voltar a encontrar as minhas amigas/os por aqui.
Fim de semana muito feliz para todo o mundo.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Incendios




Livre, alegre, a convidar a belos mergulhos na praia ...
Infelizmente, também  chegou o tempo dos fogos....
é um Portugal desconhecido de muitos que se perde.
Um tempo imenso para fazer crescer, uma árvore...
em menos de nada tudo acaba, o Fogo pega e lá se vai
o fruto de trabalho, sonhos, economia de muitos...
trabalho sustento pão , de tantos.....
Como ? porquê? não faço ideia.
Só sei que é muito triste ver tudo transformado em chamas
saber que há animais sem culpa, bombeiros que querem apenas ajudar
e sofrem no meio daquele inferno...
belo .
Só que inferno devastador, que tudo engole até vidas humanas.
que nada mais querem que dar paz...tranquilidade a quem deles precisa
é tão triste ver a mata a arder....mata e não só...
Será que isto nunca mais vai parar?
Ser´que o verão, o calor , não poderia bastar?
Era tão lindo se fosse só assim,  ainda um dia sim....
Quem sabe o Verão seja apenas de diversão sem incêndios
a destruir tudo e todos por onde passa.LR

quarta-feira, 27 de julho de 2016


O dia esta quase a chegar ao fim...
foi um dia risonho em que o astro Rei sorriu
o dia esteve quente....
com um calor que aquece a alma, sem escaldar....
é bom ouvir os pássaros cantar,
o vento , soprar de mansinho,
que bom é ter esta paz.
Uma paz feita de quase nada para alguns
muito para mim...
Se por alguma coisa ou acaso me sentir mais só
tenho a companhia dos meus amigos de 4 patas.
Que me enchem com aquele olhar de gratidão
que os humanos , nem sabem que existe
até posso refilar que eles não mudam a postura
assim que abro a porta  a ava parece louca
de contentamento a espera que fale com ela e lhe faça uma festa
o mesmo acontece com o lost e o lee.
Meus companheiros detodas as horas..
Obrigada por existirem companheiros ....LR

terça-feira, 26 de julho de 2016

Pensa

Olá!
Sabes por vezes há pequenos nadas que nos fazem ver , o que temos junto de nós e , nem reparamos, imaginamos, criamos, fazemos acontecer dentro da nossa vontade, esquecemos que não é mais que isso.
Ao acordar, tudo volta ao normal,só fica o vazio, do que era , e não era....o que foi sem nunca ter sido....complexo concordo, só que real.
Há pessoas que nunca existiram...tu criaste....imaginaste, ficou de tal modo dentro de ti.deste-lhe vida, sonhaste com ela , só que não existe....
Aprende a acreditar nos sonhos, nos desejos sem os criares dentro de ti, esse sonho não é um filho que acalentes, que faças crescer, pois se o fizeres só vais sofrer desilusão e nada mais.
Amanhã o dia há-de nascer, tuas ilusões e sonhos também.
Não deixes que por uma capricho teu, possas ser menos tu, mais a sombra dos outros que afinal  nada são para ti. Ou tu para eles.
A vida é bela, tu és valente, tens força fé vida....vive .
Fica indiferente, a quem só sabe olhar para si mesmo.
Amanhã é outro dia, vive , sorri, deixa todos ficarem sem saber, o que és, o que sentes....
Felicidade tem de vir de dentro de ti, nunca depende de outra pessoa que não sejas tu.....pensa e depois verás se não tenho razão.
Assim se despediu o dia por aqui.....LR

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Minha terra....
estou aqui...não sei ao certo qual é a minha terra, meu coração não sabe  definir com exactidão qual é a minha terra...
Nesta nasci, tenho aqui as minhas raízes, porém....noutros lugares estão em mim bocadinhos de todas elas,
Umas vezes extraordinariamente feliz, noutras não posso dizer o mesmo.
todas são um pouco a minha terra, numa cresci, noutra me tornei mulher,  noutras tive o coroar de ser mulher,
Fui mãe, haverá algo mais sublime para uma mulher? penso que não. recordações tão fortes e doces.... até aquele 8 de Dezembro, em que me deixas-te é a um só tempo agridoce, doloroso sim sem duvida, mas doce Mónia estas comigo.
Viver já é maravilhoso, sentir que se vive numa terra , onde nos sentimos parte dela, é sublime.
Tão diferentes, tão belas basta só saber olhar , fechar os olhos e deixar o coração sentir, deixar os dedos dançar aqui sobre o teclado, colocar o que vai dentro de ti.LR

minha terra

Oh! minha Terra......
Qual delas? sinto-me um pouco a folha perdida, caída do tronco da árvore nascida. duma árvore que deu sombra, fez feliz o caminhante, onde bebi água fresca, a cair da cachoeira....
corri no meio da savana.....
minha terra minha gente.....senti aromas tão belos, perdidos  além no mato....
vi as cheias no Quanza, com o aroma a cozer o den dem que tento gosto... com ele eu fiz muamba, calulu, e tantos outros...
Oh! minha terra,,, meu doce torrão de açúcar, eu te amo podes crer....
Saudades tenho de tudo, do nascer  ao pôr-do-sol, nem o mais hábil pintor sabe fazer a paleta da cores que prenderam meu olhar, sem nunca o cansar de ver...ali tudo tinha mais encanto...
era como se o manto da Virgem nossa Senhora viesse cobrir o mundo com tal luz, que enebria sossega o coração...
queria ter na minha mão, saber colocar aqui tudo o que vai dentro de mim... sou a folha que o vento arrasta, a viver a minha vida, aqui ou noutro lugar em mim eu trago guardado.....
Não pensem que tudo foi rosas, muitos espinhos apanhei, á muito curei as feridas, limpei o sangue ...colei o meu coração com a cola do amor, Agradeço tudo que recebi e dei, dei de mim tudo o que tinha, dos pedaços que colei ficaram mais vigorosos , me deram força, alento, aprendi vivendo a vida,
que um dia minha mãe eu seu regaço, me recebeu, vou usar a frase dela, nunca esqueço, nem a terra, nem o que nela aprendi,
SE QUISERES CONSEGUES, Angola terra amada, tu também vais vencer a  levar tua barco a bom porto.LR

segunda-feira, 27 de junho de 2016

oh! minha terra......



Oh1 minha terra, onde eu nasci....
uma terra pequenina cheia de coisas que me prendem, fica mesmo no cimo da aldeia.
uma aldeia sita na zona oeste deste Portugal de encantos.
Terra simples, com a beleza da própria singeleza.
Onde como noutras grande parte dos habitantes, ainda são família, uns e sangue outros de coração.
Aqui nasci, cresci, até aos 3 anos, fui voltei, para ingressar na escola aos 7, neste ir e voltar foi nascendo em mim uma ternura imensa por tudo que era  da minha aldeia, aqui brincava aqui aprendi
a amar  a vida do campo,,,,,
Hoje pesar dos anos terem passado, continuo a amar ver as galinhas com os pintainhos, os patos em especial os pequeninos, coelhos enfim tudo que faz parte da vida de uma aldeia.
Infelizmente não tenho desses aminais, embora gosta-se muito.
Tenho sim 3 amigos queridos de 4 patas. São meus companheiros,o lost um cão laborador que andava abandonado e eu adotei, a ava uma cadela cruzamento de pastor Alemão com pastor Belga , doida como só ela , e de uma ternura avassaladora, por ultimo o lee um cão rafeiro pertença dos meus netos, também muito doido estes são os meus companheiros de todas as horas...
Nesta aldeia pequenina , como se costuma dizer no meio do nada, não tem de facto nada da civilização, mais elementar, como seja, farmácia, correios, multibanco, super  ou micro mercado, tem de facto alguma coisa que nos prende, que a faz amar.
Talvez pela beleza dos campos, o sossego do dia a dia, a amizade com algumas pessoas poucas que valem por muitas, será? não sei.
Só sei  amo este pedacinho de terra , aqui bem no meio da Zona Oeste, onde crescem a frente dos nossos olhos a boa pera rocha, tão famosa no mundo,onde se ouve os pássaros cantar numa sinfonia  inegualavel, à noite ver a estrelas no céu,coisas inacessíveis a quem mora numa cidade, ou pelo menos muito menos vissivel que para nós por aqui.
A beleza impar de um pôr do sol,  parece que houve um hábil pintor que quis matizar o firmanento das cores mais belas.
Esta é a minha terra, onde uma noite nasci, talvez por ter nascido tão próximo da meia noite, eu amo tanto ver a noite, sozinha, sentada na companhia doa meus companheiros de 4 patas, me leva para outros lugares, me faz recordar que amo e já seguiu a sua viagem, um dia talvez nos encontremos todos novamente.....por agora....vou-te amando terra minha....LR


sexta-feira, 24 de junho de 2016

Meu cantinho


Nem sempre as coisas , são o que desejamos...umas vezes são melhores do que sonhamos...
Nasci num pedacinho de aldeia, que foi ninho de amor dos seres que me deram vida...
estava no fim da guerra, tudo era racionado, filas para isto e para aquilo.
Menos para o amor que os uniu.
Ela uma mulher doce, lutadora, costureira de profissão, ele homem rude trabalhador da terra.
sempre com vontade em ser mais , em querer outra profissão, partiram para Lisboa meu pai foi trabalhar nas obras, aprendeu  a ser estucador, profissão que usou até ser reformado.
Sempre pensou que não me apaixonaria, por esta terra ao ponto de deixar a grande cidade para vir viver, morar aqui, nunca me ensinaram a cuidar da terra, e quando o tentava fazer, até cuidar das flores, ele dizia este não é o teu mundo, eu faço....erro de muitos pais que de tanto amar seus filhos esquecem que tem de ser eles a decidirem, o que gostam ou querem da vida, hoje era muito útil para mim, pois adoro colocar a mão na terra....foi sempre com muito boa intenção que o fez.
Sempre houve um amor imenso pela nossa querida aldeia....
o nosso cantinho...
è uma aldeia que fica quase no meio do nada, como dirá muita gente, para mim é de facto no meio do nada, por não ter , nem farmácia, super mercado, correios e nem sequer posto médico, só que não a troco por nada,
Neste cantinho do mundo, que eu tanto amo, tenho paz, tenho amigas/os, posso ver o sol nascer, ou o acabar do dia, olhar o céu admirar as estrelas, reconhecer constelações...a natureza nunca ma canso de admirar.
Minha aldeia, minha terra, meu amor.
Pouco tem de significativo para muitos, eu não esqueço, a fonte antiga , a igreja, tendo por padroeira Nossa Senhora da Saúde, uns campos lindos que nos prende com a sua flora, em todo o lado encontras, flores lindas que me encantam....LR

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Nasceu uma estrelinha

Hoje "nasceu" o Verão, o dia esta lindo....
A alguns anos atrás nascia uma estrelinha, linda brilhante que iluminou a minha vida.
Um dia me chamou avó.....a minha estrelinha hoje brilha quase noutra galáxia tão inecessível é para mim.
È a vida. tem destas coisas. Que esteja bem e feliz, só isso me importa.
A minha estrelinha completa mais um aniversario, que seja de tranquilidade e muito sucesso.
Apesar de ausente não a amo menos, é minha neta, queira ou não queira é minha neta, vou ama-la ainda que a distancia, vou ama-la sempre.
Para ti estejas onde estiveres,, que a vida te sorria,  Eu amo-te .....sempre te vou amar, e recordar aquela bonequinha que corria e brincava pelo jardim, e nunca se cansava de ir brincar  na piscina com as bolas .
recordações que uma vezes me fazem sorrir outras nem tanto tal a falta que sinto de ti....LR

sexta-feira, 17 de junho de 2016

o tempo

As vezes o tempo não pára....outras mal se mexe.
Tudo depende da maneira com, encaro o que vivo e como vivo , cada segundo do meu dia.
Aqui sem me apetecer sair da minha zona de conforto.
Tem momentos que fecho os os olhos e ai viajo.
A vida volta a sorrir,tudo tem outra beleza, outras nada importa, o que mais quero é estar quieta,
sem ver nem ouvir nada, fico sozinha comigo mesma. Por mais disparatado que posso parecer muitas
vezes é deveras gratificante, mergulho num mundo só meu, meu mundo de silencio...
nesse cantinho que tanto amo , só tu e eu tem acesso, ai vou viajar pelas savanas, ouvir  os pássaros cantar, ou até ver os sengues no seu banho de sol ao fim da tarde,revejo-vos ainda pequeninos a correr pela relva do jardim da nossa casa...O dick e a pantera....enfim tanta coisa que me faz sonhar....
Agora como eu gostava de voltar a subir às cubas, medir a densidade do vinho, ou ir ao alambique encher um copo de sumo e beber, coisas tão simples....
me enchem a alma, confortam meus dias, me fazem reviver....
Quando se esta sozinha connosco mesmos, tudo fica diferente, tem um encanto diferente, nem melhor nem pior, diferente apenas...LR

sábado, 4 de junho de 2016

Amo-vos


As rosas do meu pai, teimam e resistem ao tempo, que bom olhar, sonhar, imagina-lo ali cuidado das suas flores.
Saudades de vós, os dois fazem tanta falta aqui...
Meu coração esta convosco , amo-vos Mãe e Pai, dois pilares em minha vida, vida não perfeita, faço o melhor que posso e sei. Aqui na solidão deste espaço tenho aprendido a viver comigo mesma, tal como tu Mãe tento seguir tuas pegadas, te amo.
Nem sempre é fácil, muito pelo contrario. È gratificante poder acabar o dia, saber que fiz tudo sem nunca ter de baixar os olhos.
Obrigada por serem os pais que foram nem sempre justos, a vida não é justa, como poderia pedir que o fossem.
Quem sabe um dia , teus netos dirão que também não foi justa em algum momento, só que se isso aconteceu foi com a melhor das intenções sempre a querer velar pela sua felicidade...
Estejam onde estiverem sintam o nosso amor eterno.Amo-vos.LR

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Criança


Criança, é fé é esperança
é doce nas horas amargas
querer , abraço forte.
Sorriso angelical
traz alegria, olhar .....
seus olhos de negro vestidos,
é chama, vida  a palpitar.
Criança, palavra tão doce
leva ao lado bom que a vida tem .
riso cristalino , são sinos de hossanas
pedaço de céu...
num mundo de escolhos
olhar os teus olhos
límpido sereno ....
quero , nunca deixar
a  minha partir
Criança é a parte sã
do homem maduro....
Criança quando já fores homem.
continua a ser bem dentro de ti
a criança pura....
Faz deste louco mundo
um pouco melhor.
quando já fores velho
sejas sempre um pouco criança



sexta-feira, 29 de abril de 2016

Errei.....



Nem sempre é facíl, colocar no papel o que vai dentro de nós...
 palavras ficam presas, os sentimentos também, é um emaranhado
que parece nos confundir...
Porque terá de ser assim?
O vazio, por um lado noutro a necessidade  de esvaziar, desabafar o que nos perturba...
Mesmo sem saber exprimir, com palavras , talvez seja a tua falta a falta do teu abraço ouvir a tua voz, que esta gravada em mim, e não saí, por mais que eu diga a mim mesma nada volta a ser igual...
O que passou foi só um sonho, lindo e curto...
Os dias vão dando lugar aos meses, e já passaram anos....
teus olhos serenos, teu sorriso calmo continua aqui dentro de mim, umas vezes é balsamo...outras é veneno que me fustiga, me faz sentir um nada....olho a tua foto....nela só encontro sonho meu...
tu partiste....
foi deverás devastador, tinha de ser assim, outros queres outras vontades se levantaram, seguiste o teu rumo, eu sigo a minha rota, a que a vida meio mãe meio madrasta me deu...
Era este o meu caminho, sigo a estrada meio sinuosa da vida, cabeça erguida errei eu e tu também
tu porque me mentiste, me fizeste acreditar numa verdade inexistente, eu porque acreditei, porque foi imatura e não soube avaliar a tua falta de verdade, daí as minhas inseguranças....
Tudo passou, cada erro tem seu preço, eu pago o meu...LR

segunda-feira, 11 de abril de 2016

O ninho

Pois aqui esta a ninho, de que vos falei.
Os passarinhos claro, não os vi lá também não foi lá mexer, só achei tão engraçado, que quis dividir com todos.
Ninguém os ensina, e são mestres a fazer as suas " casas" adorei, creio que nunca tinha visto tão de perto um assim construído, que maravilha, ver os pormenores que aqui não dá para aperceber, dão dez a zero a muitos engenhocas , amei.
Ali naquela casinha o frio não deve entrar pois esta abrigada, protegida da chuva, uma maravilha.
Aqui o tempo esta frio , embora o Sr Sol pareça querer ficar por aqui , e vencer os bodes velhos , pois há imensos .
Bem a vida me espera lá fora, há que ir apesar do frio a vida não pára.....LR

domingo, 10 de abril de 2016

eu te amo

Sr. vento e D. chuva andam mesmo atrevidotes não deixam sair de casa, com esta instabilidade, ora chove ora faz sol, um pouquinho envergonhado , talvez com este tempo, de inverno fora de ora.
Neva na Serra da Estrela, aqui parece inverno, frio é mais que muito..ou serei eu friorenta?
Também sou, isso é verdade.... não sou só eu que assim sinto..
As árvores cá vão teimando, em renovar os seus galhos dão já flor muitas delas, para seus frutas nascerem.
Coloquei no meu terreno, algumas à pouco tempo, achei graça ao visitar, e ver as flores  abrir, é bom andar pelos campos, ver a natureza a renascer, são flores é capim é tudo enfim....
Aqui bem perto de mim , há um  ninho bem escondido, é tão giro ver os pais tratar dos filhos, ensina-los a voar, amanhã já trago aqui a foto desse local, sem passarinho claro, não acredito que fiquem ali a espera, que a objectiva os focar.
A vida neste local, pode até ser insípida para muitos, para mim , aqui do meu patamar bem quase no fim da estrada, olhamos com outro olhar, amamos do nosso jeito, já nada é mais importante que saber bem quem nós queremos, a distancia não existe, moram dentro do meu peito, o que quero é que estejas bem, já fico muito feliz....
Um dia lá bem distante, quando chegares onde eu estou, isto passa a ter sentido, agora são desabafos retalhos de mulher que, por acaso é tua mãe ,eu te amo  nunca esqueças....LR

quarta-feira, 6 de abril de 2016

O vento...


O vento sopra lá fora, faz uma leve canção num assobiar frenético...o vento, esse amigo de uns, quase desprezado por outros, é afinal como a vida que vai correndo ao meu lado; uma vezes me seduz, outras, me causa indiferença...
Tal como conhecidos ou talvez nem tanto chegue, pensamos que conhecemos quando afinal  nos trazem por dá cá aquela palha, visões que nos fazem ver que são tudo menos o que imaginávamos, tanto no bom sentido como no menos bom.
Afinal quem é quem eu pensava ser uma coisa, e no fim analisado com olhos de ver, a pessoa olho a minha mão esta vazia, nada resta, esta vazia de tudo, dor ilusão, ternura resta apenas um pouco de compreensão para tentar compreender o que faz as pessoas serem assim.
Chego a conclusão, lembrando aqui alguém que amo, sendo maltrato por outra pessoa a quem eu chamava de general, era tão cervical , tão submissa quando era desprezada,enfim gostos...
Sou rebelde talvez? sou assim não sei amar aos bocadinhos, ou amo ou não amo ponto.
Não quero ser a segunda opção para ninguém, prefiro assim, estou sozinha? não jamais.
Tenho a companhia de mim mesma, quem não é feliz com ela mesma não saberia ser feliz com alguém.
Não crio expectativas, não espero nada aceito o que a vida me dá, isso sei que me dará estabilidade foi difícil aprender a ver assim as coisas, guardo as lembranças que não me fazem cicatrizes no peito,percorro a minha estrada tranquila....
O vento parece que acalmou também...o sol brilha intensamente, vou dar o meu passeio, até mais logos meus amigos/as. LR

terça-feira, 5 de abril de 2016

O Dia......

O dia foi embora...
A noite já vai longa,  só que este sentimento de ausência de tudo ou quase me deixa sem sono
a cama sorri para mim convida-me : anda vem descansar, parece-me ouvir de mansinho...como a lembrar outros tempos,onde cada noite era dormida entre sorrisos , beijos, tu estavas ali.
Hoje  o amor se transformou em doce magia, que me faz olhar o mundo doutro jeito, outro querer, outro sentir, não sinto mais ;ela foi embora , deixou apenas a saudade sentimento agridoce .
 são a prova de tudo que já vivi.
Passei por tanto lugar, vi o mar, de águas calmas transparentes, o nascer e o declínio de dias, juntos formaram anos, depois vi as balas furar paredes , matar, destruir, vi bebes nascerem e outros partirem, alegria e dor no mesmo espaço, as vezes em Simultanio.
 Sempre foi  meu guia o amor, esse amor que me fez mulher um dia me ensinou que o amanhã pode ser bem diferente do hoje, basta saber olhar  pois tudo tem duas faces , sempre imaginei o lado bom das coisas, pessoas, Nada é tudo bom ou menos bom basta saber olhar.
Amor é o que te faz sorrir, ser positivo, ter boa energia Amor palavra magica que nos leva a ser feliz sentir esta paz este querer não ter expectativas aguardar o que a vida tem para mim, já perdi muito por querer as coisas do meu jeito sem saber que não era a hora certa.
Amor é luz, é fogo que me aquece num dia de frio é saber quando o dia raiar o sol vai estar ai risonho feliz, sol é amor é paz. LR:

segunda-feira, 4 de abril de 2016

sou assim

Vou andando por ai,soltando ao vento as palavras que guardo dentro de mim...
sinto o vento a cantar, junto das árvores, passa por mim sinto frio, um arrepio salutar, só aqui neste lugar o vento se sente assim.
Leva tudo que o que não quero  sentir , faz vibrar meu eu inteiro, me faz ainda mais lembrar de ti, quando em dias de calmaria no Alentejo se sentia, havia sempre a certeza de chegar, a casa do avô, haveria um vento fresco, era tão doce esse vento.
Amo tudo que rodeia, meu passado e meu presente, o futuro a Deus pertence, assim dizia minha mãe como ela era conhecedora, dessas verdades da vida.
Amo pessoas que perdi, outras que mandei embora, outras que se esqueceram de mim amor eu tenho de sobra, são estrada que percorri por onde andei e perdi, a quem pensava que nunca iria perder, ganhei outras por acaso, sem saber que ia encontrar de umas e outras ficou apenas o amor que dei e recebi.
Sei que não sou pêra doce, sou e sempre serei, igual a mim mesma  nada faço para agradar sendo falsa no falar, não.
Quem quiser minha amizade, tem de gostar de mim também, é defeito de fabrico, perdi o livro de instruções  nada posso mais mudar. LR

domingo, 3 de abril de 2016

falar de amor

 Haveria tanto para dizer, tanto.... ai se havia, ou será que há?
Francamente não sei.
Deixo o coração falar mais uma vez para falar de amor, aquele amor que faz girar o mundo.....
sem amor , ninguém vive, quando muito sobrevivi, amor, as plantas, animais, ao sol e a lua,
a ti que me fizeste tua...Tenho saudades tuas....
Aquela praia morena, de areias suaves , águas transparentes onde ao raiar do dia, eu ia dar umas braçadas, buscar forças para o dia que ai vinha...
amor ao meu trabalho, que tanto podia ser atrás do microfone... numa reportagem de rua.... ou numa panela na cozinha...amo tudo o que fiz, e tudo guardo com o mesmo amor, foram faces de uma vida que foi minha, é a minha estrada....
amor, as cubas onde o vinho fermentava, lá em cima, sobre 1000 litros ,daquele liquido borbulhante tudo tinha uma amplitude diferente....aquele cheiro agridoce do abacaxi, muitas vezes fecho os olhos e ainda imagino sentir os cheiros daquela terra amada, Angola.
amor a tudo e a todos, muitas vezes não deixa de ser amor,
quando te chamo a razão, aqui dos meus 68 quase 69 anos, a vida tem uma amplitude diferente
tem calma, um dia perceberas, não tenhas pressa, vive o hoje, amanhã quando ele chegar, recebe com alegria, é mais um dia ,  vives, renasces é a vida. Para o amor, ama nunca te esqueças de amar, faz desse amor o teu baluarte e tudo se torna mais fácil, tu vives mais feliz.
Os reveses são mais suaves  as tuas lutas, tomam outro cariz , é mais fácil se o teu sorriso o teu carinho , o teu amor viverem  dentro de ti. LR

De mim para ti

De mim para ti....
queria saber dizer aqui , o que vai dentro de mim...há um mundo de emoções, sentimentos que me avassalam até me intimidam... porque tem de ser assim?
Nem imagino. Só que é.
Há um querer ir ao teu encontro, dizer sem palavras tudo que o abraço transmite, aquele abraço apertado, sentido ,lembras-te?....eu não o esqueci... lembras-te dos silêncios carregados de significado, em que os nossos olhos falavam, quando se fixavam?
Eu não esqueci.
Hoje que nada sei de ti, em que , tudo me lembra de ti, em que muitas vezes parece que o teu aroma anda no ar, hoje... sinto como sempre este amor queimar meu peito...
Olho o firmamento, as estrelas, e te imagino ali, numa qualquer nuvem , bela como era teu coração, ou numa estrela brilhante, ali estás tu no teu posto de vigia, amparado nossos filhos, nossos netos, dando força a mulher que foi tua.
Muitas vezes confesso, eu queria mudar tudo, queria voltar a sonhar, a viver a vida , que sonhamos, ter uma outra asa, um outro sorriso, um outro amor, só que não passa de fogo de palha, tu estejas onde estiveres ês e serás sempre a minha vida, a minha essência, meu ombro amigo, companheiro, amigo amante, e sempre o meu marido.
De mim para ti vai todo o meu amor. Até um dia meu amor. LR

segunda-feira, 21 de março de 2016





A natureza, nunca deixa e nos surpreender,depois um dia de chuva e tanto....e o dia despede-se de nós com esta bela luminosidade, do outro lado da rua, este belo arco-ires ....LR

sábado, 19 de março de 2016

pai

As vezes  o tempo vai passando, quase sem dar conta.... vai andando.....
sem nos apercebermos, as horas somaram dias, meses anos....
hoje teu dia, dia do pai, reparo que já a quase 18 anos que nos deixas-te, partis-te nesta viagem sem volta....a viagem que todos mais cedo ou tarde faremos..
Sabes, hoje só queria o teu abraço, saudades de ti....muitas, da mãe outras tantas....
as vezes, e são muitas dou comigo , a falar contigo e com ela como se os dois me pudessem ouvir...
quase imagino os vossos abraços, de tanto querer, muitas vezes sinto o teu cheiro, o cheiro da mãe...
Lembro cada minuto que passei ao teu lado, das gargalhadas que demos, das lágrimas que chorei...
sabes até chego a ter saudades desse tempo em que chorei, pois tinha-vos ali...
Agora...que tenho eu?! uma mão cheia de nada...espraio o olhar , pelo terreno, vejo-vos em cada canto, olho cada árvore , recordo tudo com saudade....
estou a ser muito lamechas, , vou dar-te uma abraço de saudade, com muito carinho...vos amo aos dois, muito...beijo onde quer que estejas, vossa filha vos ama.LR.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

carta para ti

Hoje um dia de chuva e vento bem forte..
hoje era dia de S. Valentim, dia que se celebra o amor, o companheirismo, ternura, cumplicidade, afinal tudo de bom que une quem ama. Dia dos namorados.
Para mim , não tem significado de maior pois não tenho, amores físicos, nem namorados.
Sou apenas eu, a que vivi um sonho, num mundo só meu.
O de te ter junto de mim, coisa que sei impossível, mesmo ausente és tão presente, dentro do meu mundo de emoções...
Nossa vigem pela vida , que juntos formam a vida que vivemos, nossos momentos, foram tão especiais , vão dando força e querer até , hoje, até sempre...
Confesso que as vezes sinto falta da tal asa, a tua asa para contigo voar, no  firmamento da vida,
olho o teu rosto, teu sorriso terno, teus olhos que acariciam.... tudo muda, volta a paz, volta a força, o saber que estafoi tão curta, e tão doce, perfuma meus dias com aroma único, o da saudade, felicidade são momentoss aqui, não te vejo, e parece que sinto o teu perfume, me dá uma paz....
Nesta viagem a que chamamos vida tento olhar o lado bom das coisas, tento....pois sempre aprendi contigo que tudo tem o lado bom, há que saber ver, tocar no coração, ouvir o que ele nos diz, ele fala connosco, nos ajuda a guiar no dia a dia, contigo aprendi, e tanto terias para me ensinar....a vida é assim....vou tentar usar o que me ensinas-te, tentar ser eu, em todos os momentos que ainda vou ter para viver nesta vida que me faz fazer-te presente, silenciosamente dentro de mim.
Tocaste no que de melhor há em mim, me fizeste, mulher e mãe, me deste a maior fortuna que dinheiro algum pode comprar, a felicidade imensa, de ouvir chamar-me de mãe, nossos filhos.LR

Falta

  Num dia de inverno, olhando para ti, teu sorriso cumplice.
Fazes-me tanta falta...fecho os olhos , só para ficar sozinha contigo, recordar teu olhar,teu beijo pela manhã, ou aquela flor que deixavas desenhada no espelho....Faz-me falta, teu toque, teu cheiro, teu abraço forte.... Faz tanto tempo...parecer ser ontem....
Sabes muitas vezes dou comigo, sozinha a falar contigo, preciso de ti...
os anos passarão, o sentimento não, estar só. sem ti, foi deixar a vida, partir em metade.
Só quem vive entende, a dor da falta, do abraço, do carinho, do beijo....
hoje chove....aguaceiros imensos, tudo me torna nostalgica, como era bom ver chover contigo, aninhada no teu peito, sentir teu calor,...faz-me falta amor...LR.

Mor..........



Num dia de inverno, olhando para ti, teu sorriso cúmplice.
Fazes-me tanta falta...fecho os olhos , só para ficar sozinha contigo, recordar teu olhar,teu beijo pela manhã, ou aquela flor que deixavas desenhada no espelho....Faz-me falta, teu toque, teu cheiro, teu abraço forte.... Faz tanto tempo...parecer ser ontem....
Sabes muitas vezes dou comigo, sozinha a falar contigo, preciso de ti...
os anos passarão, o sentimento não, estar só. sem ti, foi deixar a vida, partir em metade.
Só quem vive entende, a dor da falta, do abraço, do carinho, do beijo....
hoje chove....aguaceiros imensos, tudo me torna nostálgica, como era bom ver chover contigo, aninhada no teu peito, sentir teu calor,...faz-me falta amor...

Queria tanto saber dizer-te, a falta que me fazes...é tão duro seguir sozinha...quando de noite o sono vai, fico quieta , calada, és tu que me fazes companhia, tua alma vem deitar-se a meu lado, ai é tudo belo... recordo tudo que vivi contigo...
Hoje dia dos namorados, celebram o amor....eu apenas te recordo, esta tudo na palavra namorado/a, só que poucas vezes olhamos com olhos de ver.
Repara, escreve:- namorada, agora vai a palavra e retira Mor....n a M O r d a, repara no que sobra Nada.
Essa é a minha companhia, nada.assim vivo, assim sonho, assim são os meus dias sem ti, nada. LR.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Parabéns


29/1/1971
um dia feliz na vida de uma mãe.
nasceu o meu filho. Um filho tão desejado, em que aqueles meses pareceram seculos,  sentir-te era obra divina, depois poder olhar o teu rostinho.... tão  doce, tão fragil...meu amor.
a vida nem sempre foi mãe, muitas vezes foi madrasta, tu  superas-te tudo....
meu homem lindo
 Dias menos bons todos temos, há que manter a esperança, e saber amar quem nos ama, quem esta ao nosso lado, quem nos sorri, ou nos diz  coisas as vezes não boas de ouvir, só que nos ajuda a perceber onde estamos menos bem.
Á  vida, a natureza ,a Deus só peço saúde, paz , e trabalho, para todos os dias do ano que agora vais começar.
 Hoje ao completares mais um aniversário, só quero que saibas, uma vez mais o quanto és importante
em nossas vidas, o quanto te amamos todos, foste o meu bebé, o meu valente, quando  adversidade, quis medir forças contigo, connosco, tu és e serás sempre o nosso querido.
Meu amor, que este ano que estas a começar te traga, tudo de bom , que te faça feliz.
è o meu grande desejo maior, poder partir um dia sabendo que meus filhos, estam bem, são felizes, o mundo das emoções esta completo..
Contigo no coração. agora e sempre meu filho meu amor da minha vida. LR:
PARABÉNS  

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Palavras



Palavras, que o coração fala
juntinho do meu ouvido, trazem tudo que lá vai,recordam, factos passados, pessoas
que foi amando, uns partiram, outros esqueci o dia, lá foi andando, fecho os olhos
quero esquecer....fechar o ciclo de vida
Agora quero aprender, a viver longe de ti...anos que parecem dias....
outros são eternidade, faz-me falta acredita, ai da estrela onde vives, creio que assim será,
vais no vendo sem sabermos, ao certo onde estarás...
Minha mãe partiu um dia....sem lhe poder dar um beijo...tu seguiste-lhe o caminho....
Até tu .... te foste embora, vamos partindo um a um, caminho há que seguir
nesta viagem sem volta, no dia do reencontro, que bom vai ser afinal
dar e receber abraços....se quem amo e já partiu...minha filha, meu amor, pai e mãe
partiu também, muitos mais a quem amei moram dentro do meu peito  pois é lá o seu lugar, bem no coração meu lugar , minha luz...nele encontro amor e paz....tenho a riqueza maior, que dinheiro algum pode comprar, sou feliz, tenho-te a ti meu filho, minha força,
Não nada que cômpar ao amor , que tenho e dou, aos filhos que Deus me deu, são minha gloria
e  luz, não perfeitos podem crer, são humanos...e a razão do minha vida meus filhos e filhos deles
onde as palavras sagradas ( mãe e avó ) são meu nome aqui e agora.LR




quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

um dia

Muitas vezes, as pessoas pensam, em tanta coisa....
misturam tudo no copo da esperança...
como uma criança , sorriem confiantes
que a vida esta ai....
Logo de seguida, sopra vento forte...
tal vento do norte, frio , gelido...
a confiança balança, tenta equilibrar-se
sem ter um apoio, ter ter um afago...
assim vão as gentes, neste Inverno frio...
sem casa nem pão, como eu gostaria
de poder dar a mão. dar abraço amigo
só que não posso , sou um grão de areia
na estrada da vida, pela qual seguimos
Mãos cheias de nada.....cabeça repleta de sonhos,
a dor de nada poder fazer ...LR.