Seguidores

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Emoções



Tem dias assim....
em que o tudo parece nada
por seu lado, o nada é tudo...e porquê?
talvez porque exiges demais a vida
queres e não queres, ês incostante...
sair de uma letargia, em que nada sentes,
pode ser o céu na terra...ou o inferno...
já vi os dois....agora...agora nada...
resta saudade do que fui ou tive....
Andar adormecida, de emoções
é pela certa a maneira mais facíl....
acordar, para quê? para sentir o peito vazio
saudades de quem nem se lembra que um dia
a beira duma estrada, bebeu café ....
o melhor café que imaginar possas
não por ele, café....
porque estava com alguém muito especial
alguém que acordou o sonho
para de seguida o jogar na valeta,
para de seguida sem o menor pejo
o deitar no lixo...
assim é a vida, a tua e talvez
a de muitos outras pessoas...
Nunca faças o despertar de emoções que não sentes
só finges sentir.LR

sábado, 13 de agosto de 2016

crê...

Bom dia! Mundo...
seja alegre ou triste, só que seja, sempre, tudo em que crê e acredita.
 tem no coração coisas mais simples são por vezes bocadinhos , de algo demasiado precioso...
sentimentos, são parte do mundo dos afectos...
sem afectos ninguém vive , porque sem amor , seja ele por alguém ou alguma coisa, tens o coração vazio....
Falta o sorriso, a mão que acarinha,segurando a tua a dar-te alento...
è um mundo talvez sureal para quem quem só a razão conta, eu vejo o mundo com outro olhar.
Outro querer....não é porque me estendem a mão...essa mão tem de ser suporte para tudo, tem apenas de fazer sentir que não estas sozinha, de alguma maneira somos importantes para alguém.
no plano emocional. só e apenas isso.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

O Verão anda meio louco, uns dias calor abrasador, outros como esteve esta manhã, nublado e fresco, quase a raiar o frio.
Na vida nem tudo é , como desejamos, se olharmos com olhos de ver, chegamos a conclusão , que tirando muito pouco temos tudo para ser feliz.
Uma família linda, filhos e netos que amamos e nos respeitam , claro que há divergências na maneira de ver as coisas, nada de complicado, eu, do cimo dos meus 69 anos, eles da sua juventude, tinha de haver outro olhar, outra maneira de idealizar as coisas.
Eu vivi, tu vais viver, é a lei da vida que se cumpre,
Onde há amor e respeito tudo se faz , tudo se resolve.
Obrigada vida pela família e amigos/as que deste, nem tudo foram rosas, apanhei muitos espinhos, valeu a pena, com tudo aprendi, a estrada foi sinuosa, só que sempre valeu a pena,.LR

sábado, 30 de julho de 2016

O tempo

O Tempo vai passando....
leva e traz pedacinhos, momentos vividos em algum lugar.
coisas que ficaram gravadas na mente , no coração de quem viveu...vive e sente....
Assim de repente, o mundo se agita, tudo toma cor.
Só porque encontramos pedaços, escritos, tlvez vividos, por alguém a quem nunca deixamos de amar.
A vida é assim.
Algures noutra galaxia, tal a imensidão da distancia que vamos ficando uns dos outros...um do outro.
Agora , ao entrar no teu tempo, recordo o meu tempo....o nosso tempo.
Tão curto e tão belo...para quem o sentiu, será sempre enexquecivel.
Pois quando se ama é para toda a vida.LR

Boa tarde!!!!
por um erro , estive privada da vossa companhia muito tempo.
Agora que tudo voltou ao normal espero voltar a encontrar as minhas amigas/os por aqui.
Fim de semana muito feliz para todo o mundo.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Incendios




Livre, alegre, a convidar a belos mergulhos na praia ...
Infelizmente, também  chegou o tempo dos fogos....
é um Portugal desconhecido de muitos que se perde.
Um tempo imenso para fazer crescer, uma árvore...
em menos de nada tudo acaba, o Fogo pega e lá se vai
o fruto de trabalho, sonhos, economia de muitos...
trabalho sustento pão , de tantos.....
Como ? porquê? não faço ideia.
Só sei que é muito triste ver tudo transformado em chamas
saber que há animais sem culpa, bombeiros que querem apenas ajudar
e sofrem no meio daquele inferno...
belo .
Só que inferno devastador, que tudo engole até vidas humanas.
que nada mais querem que dar paz...tranquilidade a quem deles precisa
é tão triste ver a mata a arder....mata e não só...
Será que isto nunca mais vai parar?
Ser´que o verão, o calor , não poderia bastar?
Era tão lindo se fosse só assim,  ainda um dia sim....
Quem sabe o Verão seja apenas de diversão sem incêndios
a destruir tudo e todos por onde passa.LR

quarta-feira, 27 de julho de 2016


O dia esta quase a chegar ao fim...
foi um dia risonho em que o astro Rei sorriu
o dia esteve quente....
com um calor que aquece a alma, sem escaldar....
é bom ouvir os pássaros cantar,
o vento , soprar de mansinho,
que bom é ter esta paz.
Uma paz feita de quase nada para alguns
muito para mim...
Se por alguma coisa ou acaso me sentir mais só
tenho a companhia dos meus amigos de 4 patas.
Que me enchem com aquele olhar de gratidão
que os humanos , nem sabem que existe
até posso refilar que eles não mudam a postura
assim que abro a porta  a ava parece louca
de contentamento a espera que fale com ela e lhe faça uma festa
o mesmo acontece com o lost e o lee.
Meus companheiros detodas as horas..
Obrigada por existirem companheiros ....LR

terça-feira, 26 de julho de 2016

Pensa

Olá!
Sabes por vezes há pequenos nadas que nos fazem ver , o que temos junto de nós e , nem reparamos, imaginamos, criamos, fazemos acontecer dentro da nossa vontade, esquecemos que não é mais que isso.
Ao acordar, tudo volta ao normal,só fica o vazio, do que era , e não era....o que foi sem nunca ter sido....complexo concordo, só que real.
Há pessoas que nunca existiram...tu criaste....imaginaste, ficou de tal modo dentro de ti.deste-lhe vida, sonhaste com ela , só que não existe....
Aprende a acreditar nos sonhos, nos desejos sem os criares dentro de ti, esse sonho não é um filho que acalentes, que faças crescer, pois se o fizeres só vais sofrer desilusão e nada mais.
Amanhã o dia há-de nascer, tuas ilusões e sonhos também.
Não deixes que por uma capricho teu, possas ser menos tu, mais a sombra dos outros que afinal  nada são para ti. Ou tu para eles.
A vida é bela, tu és valente, tens força fé vida....vive .
Fica indiferente, a quem só sabe olhar para si mesmo.
Amanhã é outro dia, vive , sorri, deixa todos ficarem sem saber, o que és, o que sentes....
Felicidade tem de vir de dentro de ti, nunca depende de outra pessoa que não sejas tu.....pensa e depois verás se não tenho razão.
Assim se despediu o dia por aqui.....LR

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Minha terra....
estou aqui...não sei ao certo qual é a minha terra, meu coração não sabe  definir com exactidão qual é a minha terra...
Nesta nasci, tenho aqui as minhas raízes, porém....noutros lugares estão em mim bocadinhos de todas elas,
Umas vezes extraordinariamente feliz, noutras não posso dizer o mesmo.
todas são um pouco a minha terra, numa cresci, noutra me tornei mulher,  noutras tive o coroar de ser mulher,
Fui mãe, haverá algo mais sublime para uma mulher? penso que não. recordações tão fortes e doces.... até aquele 8 de Dezembro, em que me deixas-te é a um só tempo agridoce, doloroso sim sem duvida, mas doce Mónia estas comigo.
Viver já é maravilhoso, sentir que se vive numa terra , onde nos sentimos parte dela, é sublime.
Tão diferentes, tão belas basta só saber olhar , fechar os olhos e deixar o coração sentir, deixar os dedos dançar aqui sobre o teclado, colocar o que vai dentro de ti.LR

minha terra

Oh! minha Terra......
Qual delas? sinto-me um pouco a folha perdida, caída do tronco da árvore nascida. duma árvore que deu sombra, fez feliz o caminhante, onde bebi água fresca, a cair da cachoeira....
corri no meio da savana.....
minha terra minha gente.....senti aromas tão belos, perdidos  além no mato....
vi as cheias no Quanza, com o aroma a cozer o den dem que tento gosto... com ele eu fiz muamba, calulu, e tantos outros...
Oh! minha terra,,, meu doce torrão de açúcar, eu te amo podes crer....
Saudades tenho de tudo, do nascer  ao pôr-do-sol, nem o mais hábil pintor sabe fazer a paleta da cores que prenderam meu olhar, sem nunca o cansar de ver...ali tudo tinha mais encanto...
era como se o manto da Virgem nossa Senhora viesse cobrir o mundo com tal luz, que enebria sossega o coração...
queria ter na minha mão, saber colocar aqui tudo o que vai dentro de mim... sou a folha que o vento arrasta, a viver a minha vida, aqui ou noutro lugar em mim eu trago guardado.....
Não pensem que tudo foi rosas, muitos espinhos apanhei, á muito curei as feridas, limpei o sangue ...colei o meu coração com a cola do amor, Agradeço tudo que recebi e dei, dei de mim tudo o que tinha, dos pedaços que colei ficaram mais vigorosos , me deram força, alento, aprendi vivendo a vida,
que um dia minha mãe eu seu regaço, me recebeu, vou usar a frase dela, nunca esqueço, nem a terra, nem o que nela aprendi,
SE QUISERES CONSEGUES, Angola terra amada, tu também vais vencer a  levar tua barco a bom porto.LR

segunda-feira, 27 de junho de 2016

oh! minha terra......



Oh1 minha terra, onde eu nasci....
uma terra pequenina cheia de coisas que me prendem, fica mesmo no cimo da aldeia.
uma aldeia sita na zona oeste deste Portugal de encantos.
Terra simples, com a beleza da própria singeleza.
Onde como noutras grande parte dos habitantes, ainda são família, uns e sangue outros de coração.
Aqui nasci, cresci, até aos 3 anos, fui voltei, para ingressar na escola aos 7, neste ir e voltar foi nascendo em mim uma ternura imensa por tudo que era  da minha aldeia, aqui brincava aqui aprendi
a amar  a vida do campo,,,,,
Hoje pesar dos anos terem passado, continuo a amar ver as galinhas com os pintainhos, os patos em especial os pequeninos, coelhos enfim tudo que faz parte da vida de uma aldeia.
Infelizmente não tenho desses aminais, embora gosta-se muito.
Tenho sim 3 amigos queridos de 4 patas. São meus companheiros,o lost um cão laborador que andava abandonado e eu adotei, a ava uma cadela cruzamento de pastor Alemão com pastor Belga , doida como só ela , e de uma ternura avassaladora, por ultimo o lee um cão rafeiro pertença dos meus netos, também muito doido estes são os meus companheiros de todas as horas...
Nesta aldeia pequenina , como se costuma dizer no meio do nada, não tem de facto nada da civilização, mais elementar, como seja, farmácia, correios, multibanco, super  ou micro mercado, tem de facto alguma coisa que nos prende, que a faz amar.
Talvez pela beleza dos campos, o sossego do dia a dia, a amizade com algumas pessoas poucas que valem por muitas, será? não sei.
Só sei  amo este pedacinho de terra , aqui bem no meio da Zona Oeste, onde crescem a frente dos nossos olhos a boa pera rocha, tão famosa no mundo,onde se ouve os pássaros cantar numa sinfonia  inegualavel, à noite ver a estrelas no céu,coisas inacessíveis a quem mora numa cidade, ou pelo menos muito menos vissivel que para nós por aqui.
A beleza impar de um pôr do sol,  parece que houve um hábil pintor que quis matizar o firmanento das cores mais belas.
Esta é a minha terra, onde uma noite nasci, talvez por ter nascido tão próximo da meia noite, eu amo tanto ver a noite, sozinha, sentada na companhia doa meus companheiros de 4 patas, me leva para outros lugares, me faz recordar que amo e já seguiu a sua viagem, um dia talvez nos encontremos todos novamente.....por agora....vou-te amando terra minha....LR


sexta-feira, 24 de junho de 2016

Meu cantinho


Nem sempre as coisas , são o que desejamos...umas vezes são melhores do que sonhamos...
Nasci num pedacinho de aldeia, que foi ninho de amor dos seres que me deram vida...
estava no fim da guerra, tudo era racionado, filas para isto e para aquilo.
Menos para o amor que os uniu.
Ela uma mulher doce, lutadora, costureira de profissão, ele homem rude trabalhador da terra.
sempre com vontade em ser mais , em querer outra profissão, partiram para Lisboa meu pai foi trabalhar nas obras, aprendeu  a ser estucador, profissão que usou até ser reformado.
Sempre pensou que não me apaixonaria, por esta terra ao ponto de deixar a grande cidade para vir viver, morar aqui, nunca me ensinaram a cuidar da terra, e quando o tentava fazer, até cuidar das flores, ele dizia este não é o teu mundo, eu faço....erro de muitos pais que de tanto amar seus filhos esquecem que tem de ser eles a decidirem, o que gostam ou querem da vida, hoje era muito útil para mim, pois adoro colocar a mão na terra....foi sempre com muito boa intenção que o fez.
Sempre houve um amor imenso pela nossa querida aldeia....
o nosso cantinho...
è uma aldeia que fica quase no meio do nada, como dirá muita gente, para mim é de facto no meio do nada, por não ter , nem farmácia, super mercado, correios e nem sequer posto médico, só que não a troco por nada,
Neste cantinho do mundo, que eu tanto amo, tenho paz, tenho amigas/os, posso ver o sol nascer, ou o acabar do dia, olhar o céu admirar as estrelas, reconhecer constelações...a natureza nunca ma canso de admirar.
Minha aldeia, minha terra, meu amor.
Pouco tem de significativo para muitos, eu não esqueço, a fonte antiga , a igreja, tendo por padroeira Nossa Senhora da Saúde, uns campos lindos que nos prende com a sua flora, em todo o lado encontras, flores lindas que me encantam....LR

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Nasceu uma estrelinha

Hoje "nasceu" o Verão, o dia esta lindo....
A alguns anos atrás nascia uma estrelinha, linda brilhante que iluminou a minha vida.
Um dia me chamou avó.....a minha estrelinha hoje brilha quase noutra galáxia tão inecessível é para mim.
È a vida. tem destas coisas. Que esteja bem e feliz, só isso me importa.
A minha estrelinha completa mais um aniversario, que seja de tranquilidade e muito sucesso.
Apesar de ausente não a amo menos, é minha neta, queira ou não queira é minha neta, vou ama-la ainda que a distancia, vou ama-la sempre.
Para ti estejas onde estiveres,, que a vida te sorria,  Eu amo-te .....sempre te vou amar, e recordar aquela bonequinha que corria e brincava pelo jardim, e nunca se cansava de ir brincar  na piscina com as bolas .
recordações que uma vezes me fazem sorrir outras nem tanto tal a falta que sinto de ti....LR

sexta-feira, 17 de junho de 2016

o tempo

As vezes o tempo não pára....outras mal se mexe.
Tudo depende da maneira com, encaro o que vivo e como vivo , cada segundo do meu dia.
Aqui sem me apetecer sair da minha zona de conforto.
Tem momentos que fecho os os olhos e ai viajo.
A vida volta a sorrir,tudo tem outra beleza, outras nada importa, o que mais quero é estar quieta,
sem ver nem ouvir nada, fico sozinha comigo mesma. Por mais disparatado que posso parecer muitas
vezes é deveras gratificante, mergulho num mundo só meu, meu mundo de silencio...
nesse cantinho que tanto amo , só tu e eu tem acesso, ai vou viajar pelas savanas, ouvir  os pássaros cantar, ou até ver os sengues no seu banho de sol ao fim da tarde,revejo-vos ainda pequeninos a correr pela relva do jardim da nossa casa...O dick e a pantera....enfim tanta coisa que me faz sonhar....
Agora como eu gostava de voltar a subir às cubas, medir a densidade do vinho, ou ir ao alambique encher um copo de sumo e beber, coisas tão simples....
me enchem a alma, confortam meus dias, me fazem reviver....
Quando se esta sozinha connosco mesmos, tudo fica diferente, tem um encanto diferente, nem melhor nem pior, diferente apenas...LR

sábado, 4 de junho de 2016

Amo-vos


As rosas do meu pai, teimam e resistem ao tempo, que bom olhar, sonhar, imagina-lo ali cuidado das suas flores.
Saudades de vós, os dois fazem tanta falta aqui...
Meu coração esta convosco , amo-vos Mãe e Pai, dois pilares em minha vida, vida não perfeita, faço o melhor que posso e sei. Aqui na solidão deste espaço tenho aprendido a viver comigo mesma, tal como tu Mãe tento seguir tuas pegadas, te amo.
Nem sempre é fácil, muito pelo contrario. È gratificante poder acabar o dia, saber que fiz tudo sem nunca ter de baixar os olhos.
Obrigada por serem os pais que foram nem sempre justos, a vida não é justa, como poderia pedir que o fossem.
Quem sabe um dia , teus netos dirão que também não foi justa em algum momento, só que se isso aconteceu foi com a melhor das intenções sempre a querer velar pela sua felicidade...
Estejam onde estiverem sintam o nosso amor eterno.Amo-vos.LR

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Criança


Criança, é fé é esperança
é doce nas horas amargas
querer , abraço forte.
Sorriso angelical
traz alegria, olhar .....
seus olhos de negro vestidos,
é chama, vida  a palpitar.
Criança, palavra tão doce
leva ao lado bom que a vida tem .
riso cristalino , são sinos de hossanas
pedaço de céu...
num mundo de escolhos
olhar os teus olhos
límpido sereno ....
quero , nunca deixar
a  minha partir
Criança é a parte sã
do homem maduro....
Criança quando já fores homem.
continua a ser bem dentro de ti
a criança pura....
Faz deste louco mundo
um pouco melhor.
quando já fores velho
sejas sempre um pouco criança



sexta-feira, 29 de abril de 2016

Errei.....



Nem sempre é facíl, colocar no papel o que vai dentro de nós...
 palavras ficam presas, os sentimentos também, é um emaranhado
que parece nos confundir...
Porque terá de ser assim?
O vazio, por um lado noutro a necessidade  de esvaziar, desabafar o que nos perturba...
Mesmo sem saber exprimir, com palavras , talvez seja a tua falta a falta do teu abraço ouvir a tua voz, que esta gravada em mim, e não saí, por mais que eu diga a mim mesma nada volta a ser igual...
O que passou foi só um sonho, lindo e curto...
Os dias vão dando lugar aos meses, e já passaram anos....
teus olhos serenos, teu sorriso calmo continua aqui dentro de mim, umas vezes é balsamo...outras é veneno que me fustiga, me faz sentir um nada....olho a tua foto....nela só encontro sonho meu...
tu partiste....
foi deverás devastador, tinha de ser assim, outros queres outras vontades se levantaram, seguiste o teu rumo, eu sigo a minha rota, a que a vida meio mãe meio madrasta me deu...
Era este o meu caminho, sigo a estrada meio sinuosa da vida, cabeça erguida errei eu e tu também
tu porque me mentiste, me fizeste acreditar numa verdade inexistente, eu porque acreditei, porque foi imatura e não soube avaliar a tua falta de verdade, daí as minhas inseguranças....
Tudo passou, cada erro tem seu preço, eu pago o meu...LR

segunda-feira, 11 de abril de 2016

O ninho

Pois aqui esta a ninho, de que vos falei.
Os passarinhos claro, não os vi lá também não foi lá mexer, só achei tão engraçado, que quis dividir com todos.
Ninguém os ensina, e são mestres a fazer as suas " casas" adorei, creio que nunca tinha visto tão de perto um assim construído, que maravilha, ver os pormenores que aqui não dá para aperceber, dão dez a zero a muitos engenhocas , amei.
Ali naquela casinha o frio não deve entrar pois esta abrigada, protegida da chuva, uma maravilha.
Aqui o tempo esta frio , embora o Sr Sol pareça querer ficar por aqui , e vencer os bodes velhos , pois há imensos .
Bem a vida me espera lá fora, há que ir apesar do frio a vida não pára.....LR

domingo, 10 de abril de 2016

eu te amo

Sr. vento e D. chuva andam mesmo atrevidotes não deixam sair de casa, com esta instabilidade, ora chove ora faz sol, um pouquinho envergonhado , talvez com este tempo, de inverno fora de ora.
Neva na Serra da Estrela, aqui parece inverno, frio é mais que muito..ou serei eu friorenta?
Também sou, isso é verdade.... não sou só eu que assim sinto..
As árvores cá vão teimando, em renovar os seus galhos dão já flor muitas delas, para seus frutas nascerem.
Coloquei no meu terreno, algumas à pouco tempo, achei graça ao visitar, e ver as flores  abrir, é bom andar pelos campos, ver a natureza a renascer, são flores é capim é tudo enfim....
Aqui bem perto de mim , há um  ninho bem escondido, é tão giro ver os pais tratar dos filhos, ensina-los a voar, amanhã já trago aqui a foto desse local, sem passarinho claro, não acredito que fiquem ali a espera, que a objectiva os focar.
A vida neste local, pode até ser insípida para muitos, para mim , aqui do meu patamar bem quase no fim da estrada, olhamos com outro olhar, amamos do nosso jeito, já nada é mais importante que saber bem quem nós queremos, a distancia não existe, moram dentro do meu peito, o que quero é que estejas bem, já fico muito feliz....
Um dia lá bem distante, quando chegares onde eu estou, isto passa a ter sentido, agora são desabafos retalhos de mulher que, por acaso é tua mãe ,eu te amo  nunca esqueças....LR

quarta-feira, 6 de abril de 2016

O vento...


O vento sopra lá fora, faz uma leve canção num assobiar frenético...o vento, esse amigo de uns, quase desprezado por outros, é afinal como a vida que vai correndo ao meu lado; uma vezes me seduz, outras, me causa indiferença...
Tal como conhecidos ou talvez nem tanto chegue, pensamos que conhecemos quando afinal  nos trazem por dá cá aquela palha, visões que nos fazem ver que são tudo menos o que imaginávamos, tanto no bom sentido como no menos bom.
Afinal quem é quem eu pensava ser uma coisa, e no fim analisado com olhos de ver, a pessoa olho a minha mão esta vazia, nada resta, esta vazia de tudo, dor ilusão, ternura resta apenas um pouco de compreensão para tentar compreender o que faz as pessoas serem assim.
Chego a conclusão, lembrando aqui alguém que amo, sendo maltrato por outra pessoa a quem eu chamava de general, era tão cervical , tão submissa quando era desprezada,enfim gostos...
Sou rebelde talvez? sou assim não sei amar aos bocadinhos, ou amo ou não amo ponto.
Não quero ser a segunda opção para ninguém, prefiro assim, estou sozinha? não jamais.
Tenho a companhia de mim mesma, quem não é feliz com ela mesma não saberia ser feliz com alguém.
Não crio expectativas, não espero nada aceito o que a vida me dá, isso sei que me dará estabilidade foi difícil aprender a ver assim as coisas, guardo as lembranças que não me fazem cicatrizes no peito,percorro a minha estrada tranquila....
O vento parece que acalmou também...o sol brilha intensamente, vou dar o meu passeio, até mais logos meus amigos/as. LR

terça-feira, 5 de abril de 2016

O Dia......

O dia foi embora...
A noite já vai longa,  só que este sentimento de ausência de tudo ou quase me deixa sem sono
a cama sorri para mim convida-me : anda vem descansar, parece-me ouvir de mansinho...como a lembrar outros tempos,onde cada noite era dormida entre sorrisos , beijos, tu estavas ali.
Hoje  o amor se transformou em doce magia, que me faz olhar o mundo doutro jeito, outro querer, outro sentir, não sinto mais ;ela foi embora , deixou apenas a saudade sentimento agridoce .
 são a prova de tudo que já vivi.
Passei por tanto lugar, vi o mar, de águas calmas transparentes, o nascer e o declínio de dias, juntos formaram anos, depois vi as balas furar paredes , matar, destruir, vi bebes nascerem e outros partirem, alegria e dor no mesmo espaço, as vezes em Simultanio.
 Sempre foi  meu guia o amor, esse amor que me fez mulher um dia me ensinou que o amanhã pode ser bem diferente do hoje, basta saber olhar  pois tudo tem duas faces , sempre imaginei o lado bom das coisas, pessoas, Nada é tudo bom ou menos bom basta saber olhar.
Amor é o que te faz sorrir, ser positivo, ter boa energia Amor palavra magica que nos leva a ser feliz sentir esta paz este querer não ter expectativas aguardar o que a vida tem para mim, já perdi muito por querer as coisas do meu jeito sem saber que não era a hora certa.
Amor é luz, é fogo que me aquece num dia de frio é saber quando o dia raiar o sol vai estar ai risonho feliz, sol é amor é paz. LR:

segunda-feira, 4 de abril de 2016

sou assim

Vou andando por ai,soltando ao vento as palavras que guardo dentro de mim...
sinto o vento a cantar, junto das árvores, passa por mim sinto frio, um arrepio salutar, só aqui neste lugar o vento se sente assim.
Leva tudo que o que não quero  sentir , faz vibrar meu eu inteiro, me faz ainda mais lembrar de ti, quando em dias de calmaria no Alentejo se sentia, havia sempre a certeza de chegar, a casa do avô, haveria um vento fresco, era tão doce esse vento.
Amo tudo que rodeia, meu passado e meu presente, o futuro a Deus pertence, assim dizia minha mãe como ela era conhecedora, dessas verdades da vida.
Amo pessoas que perdi, outras que mandei embora, outras que se esqueceram de mim amor eu tenho de sobra, são estrada que percorri por onde andei e perdi, a quem pensava que nunca iria perder, ganhei outras por acaso, sem saber que ia encontrar de umas e outras ficou apenas o amor que dei e recebi.
Sei que não sou pêra doce, sou e sempre serei, igual a mim mesma  nada faço para agradar sendo falsa no falar, não.
Quem quiser minha amizade, tem de gostar de mim também, é defeito de fabrico, perdi o livro de instruções  nada posso mais mudar. LR

domingo, 3 de abril de 2016

falar de amor

 Haveria tanto para dizer, tanto.... ai se havia, ou será que há?
Francamente não sei.
Deixo o coração falar mais uma vez para falar de amor, aquele amor que faz girar o mundo.....
sem amor , ninguém vive, quando muito sobrevivi, amor, as plantas, animais, ao sol e a lua,
a ti que me fizeste tua...Tenho saudades tuas....
Aquela praia morena, de areias suaves , águas transparentes onde ao raiar do dia, eu ia dar umas braçadas, buscar forças para o dia que ai vinha...
amor ao meu trabalho, que tanto podia ser atrás do microfone... numa reportagem de rua.... ou numa panela na cozinha...amo tudo o que fiz, e tudo guardo com o mesmo amor, foram faces de uma vida que foi minha, é a minha estrada....
amor, as cubas onde o vinho fermentava, lá em cima, sobre 1000 litros ,daquele liquido borbulhante tudo tinha uma amplitude diferente....aquele cheiro agridoce do abacaxi, muitas vezes fecho os olhos e ainda imagino sentir os cheiros daquela terra amada, Angola.
amor a tudo e a todos, muitas vezes não deixa de ser amor,
quando te chamo a razão, aqui dos meus 68 quase 69 anos, a vida tem uma amplitude diferente
tem calma, um dia perceberas, não tenhas pressa, vive o hoje, amanhã quando ele chegar, recebe com alegria, é mais um dia ,  vives, renasces é a vida. Para o amor, ama nunca te esqueças de amar, faz desse amor o teu baluarte e tudo se torna mais fácil, tu vives mais feliz.
Os reveses são mais suaves  as tuas lutas, tomam outro cariz , é mais fácil se o teu sorriso o teu carinho , o teu amor viverem  dentro de ti. LR

De mim para ti

De mim para ti....
queria saber dizer aqui , o que vai dentro de mim...há um mundo de emoções, sentimentos que me avassalam até me intimidam... porque tem de ser assim?
Nem imagino. Só que é.
Há um querer ir ao teu encontro, dizer sem palavras tudo que o abraço transmite, aquele abraço apertado, sentido ,lembras-te?....eu não o esqueci... lembras-te dos silêncios carregados de significado, em que os nossos olhos falavam, quando se fixavam?
Eu não esqueci.
Hoje que nada sei de ti, em que , tudo me lembra de ti, em que muitas vezes parece que o teu aroma anda no ar, hoje... sinto como sempre este amor queimar meu peito...
Olho o firmamento, as estrelas, e te imagino ali, numa qualquer nuvem , bela como era teu coração, ou numa estrela brilhante, ali estás tu no teu posto de vigia, amparado nossos filhos, nossos netos, dando força a mulher que foi tua.
Muitas vezes confesso, eu queria mudar tudo, queria voltar a sonhar, a viver a vida , que sonhamos, ter uma outra asa, um outro sorriso, um outro amor, só que não passa de fogo de palha, tu estejas onde estiveres ês e serás sempre a minha vida, a minha essência, meu ombro amigo, companheiro, amigo amante, e sempre o meu marido.
De mim para ti vai todo o meu amor. Até um dia meu amor. LR

segunda-feira, 21 de março de 2016





A natureza, nunca deixa e nos surpreender,depois um dia de chuva e tanto....e o dia despede-se de nós com esta bela luminosidade, do outro lado da rua, este belo arco-ires ....LR

sábado, 19 de março de 2016

pai

As vezes  o tempo vai passando, quase sem dar conta.... vai andando.....
sem nos apercebermos, as horas somaram dias, meses anos....
hoje teu dia, dia do pai, reparo que já a quase 18 anos que nos deixas-te, partis-te nesta viagem sem volta....a viagem que todos mais cedo ou tarde faremos..
Sabes, hoje só queria o teu abraço, saudades de ti....muitas, da mãe outras tantas....
as vezes, e são muitas dou comigo , a falar contigo e com ela como se os dois me pudessem ouvir...
quase imagino os vossos abraços, de tanto querer, muitas vezes sinto o teu cheiro, o cheiro da mãe...
Lembro cada minuto que passei ao teu lado, das gargalhadas que demos, das lágrimas que chorei...
sabes até chego a ter saudades desse tempo em que chorei, pois tinha-vos ali...
Agora...que tenho eu?! uma mão cheia de nada...espraio o olhar , pelo terreno, vejo-vos em cada canto, olho cada árvore , recordo tudo com saudade....
estou a ser muito lamechas, , vou dar-te uma abraço de saudade, com muito carinho...vos amo aos dois, muito...beijo onde quer que estejas, vossa filha vos ama.LR.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

carta para ti

Hoje um dia de chuva e vento bem forte..
hoje era dia de S. Valentim, dia que se celebra o amor, o companheirismo, ternura, cumplicidade, afinal tudo de bom que une quem ama. Dia dos namorados.
Para mim , não tem significado de maior pois não tenho, amores físicos, nem namorados.
Sou apenas eu, a que vivi um sonho, num mundo só meu.
O de te ter junto de mim, coisa que sei impossível, mesmo ausente és tão presente, dentro do meu mundo de emoções...
Nossa vigem pela vida , que juntos formam a vida que vivemos, nossos momentos, foram tão especiais , vão dando força e querer até , hoje, até sempre...
Confesso que as vezes sinto falta da tal asa, a tua asa para contigo voar, no  firmamento da vida,
olho o teu rosto, teu sorriso terno, teus olhos que acariciam.... tudo muda, volta a paz, volta a força, o saber que estafoi tão curta, e tão doce, perfuma meus dias com aroma único, o da saudade, felicidade são momentoss aqui, não te vejo, e parece que sinto o teu perfume, me dá uma paz....
Nesta viagem a que chamamos vida tento olhar o lado bom das coisas, tento....pois sempre aprendi contigo que tudo tem o lado bom, há que saber ver, tocar no coração, ouvir o que ele nos diz, ele fala connosco, nos ajuda a guiar no dia a dia, contigo aprendi, e tanto terias para me ensinar....a vida é assim....vou tentar usar o que me ensinas-te, tentar ser eu, em todos os momentos que ainda vou ter para viver nesta vida que me faz fazer-te presente, silenciosamente dentro de mim.
Tocaste no que de melhor há em mim, me fizeste, mulher e mãe, me deste a maior fortuna que dinheiro algum pode comprar, a felicidade imensa, de ouvir chamar-me de mãe, nossos filhos.LR

Mor..........



Num dia de inverno, olhando para ti, teu sorriso cúmplice.
Fazes-me tanta falta...fecho os olhos , só para ficar sozinha contigo, recordar teu olhar,teu beijo pela manhã, ou aquela flor que deixavas desenhada no espelho....Faz-me falta, teu toque, teu cheiro, teu abraço forte.... Faz tanto tempo...parecer ser ontem....
Sabes muitas vezes dou comigo, sozinha a falar contigo, preciso de ti...
os anos passarão, o sentimento não, estar só. sem ti, foi deixar a vida, partir em metade.
Só quem vive entende, a dor da falta, do abraço, do carinho, do beijo....
hoje chove....aguaceiros imensos, tudo me torna nostálgica, como era bom ver chover contigo, aninhada no teu peito, sentir teu calor,...faz-me falta amor...

Queria tanto saber dizer-te, a falta que me fazes...é tão duro seguir sozinha...quando de noite o sono vai, fico quieta , calada, és tu que me fazes companhia, tua alma vem deitar-se a meu lado, ai é tudo belo... recordo tudo que vivi contigo...
Hoje dia dos namorados, celebram o amor....eu apenas te recordo, esta tudo na palavra namorado/a, só que poucas vezes olhamos com olhos de ver.
Repara, escreve:- namorada, agora vai a palavra e retira Mor....n a M O r d a, repara no que sobra Nada.
Essa é a minha companhia, nada.assim vivo, assim sonho, assim são os meus dias sem ti, nada. LR.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Parabéns


29/1/1971
um dia feliz na vida de uma mãe.
nasceu o meu filho. Um filho tão desejado, em que aqueles meses pareceram seculos,  sentir-te era obra divina, depois poder olhar o teu rostinho.... tão  doce, tão fragil...meu amor.
a vida nem sempre foi mãe, muitas vezes foi madrasta, tu  superas-te tudo....
meu homem lindo
 Dias menos bons todos temos, há que manter a esperança, e saber amar quem nos ama, quem esta ao nosso lado, quem nos sorri, ou nos diz  coisas as vezes não boas de ouvir, só que nos ajuda a perceber onde estamos menos bem.
Á  vida, a natureza ,a Deus só peço saúde, paz , e trabalho, para todos os dias do ano que agora vais começar.
 Hoje ao completares mais um aniversário, só quero que saibas, uma vez mais o quanto és importante
em nossas vidas, o quanto te amamos todos, foste o meu bebé, o meu valente, quando  adversidade, quis medir forças contigo, connosco, tu és e serás sempre o nosso querido.
Meu amor, que este ano que estas a começar te traga, tudo de bom , que te faça feliz.
è o meu grande desejo maior, poder partir um dia sabendo que meus filhos, estam bem, são felizes, o mundo das emoções esta completo..
Contigo no coração. agora e sempre meu filho meu amor da minha vida. LR:
PARABÉNS  

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Palavras



Palavras, que o coração fala
juntinho do meu ouvido, trazem tudo que lá vai,recordam, factos passados, pessoas
que foi amando, uns partiram, outros esqueci o dia, lá foi andando, fecho os olhos
quero esquecer....fechar o ciclo de vida
Agora quero aprender, a viver longe de ti...anos que parecem dias....
outros são eternidade, faz-me falta acredita, ai da estrela onde vives, creio que assim será,
vais no vendo sem sabermos, ao certo onde estarás...
Minha mãe partiu um dia....sem lhe poder dar um beijo...tu seguiste-lhe o caminho....
Até tu .... te foste embora, vamos partindo um a um, caminho há que seguir
nesta viagem sem volta, no dia do reencontro, que bom vai ser afinal
dar e receber abraços....se quem amo e já partiu...minha filha, meu amor, pai e mãe
partiu também, muitos mais a quem amei moram dentro do meu peito  pois é lá o seu lugar, bem no coração meu lugar , minha luz...nele encontro amor e paz....tenho a riqueza maior, que dinheiro algum pode comprar, sou feliz, tenho-te a ti meu filho, minha força,
Não nada que cômpar ao amor , que tenho e dou, aos filhos que Deus me deu, são minha gloria
e  luz, não perfeitos podem crer, são humanos...e a razão do minha vida meus filhos e filhos deles
onde as palavras sagradas ( mãe e avó ) são meu nome aqui e agora.LR




quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

um dia

Muitas vezes, as pessoas pensam, em tanta coisa....
misturam tudo no copo da esperança...
como uma criança , sorriem confiantes
que a vida esta ai....
Logo de seguida, sopra vento forte...
tal vento do norte, frio , gelido...
a confiança balança, tenta equilibrar-se
sem ter um apoio, ter ter um afago...
assim vão as gentes, neste Inverno frio...
sem casa nem pão, como eu gostaria
de poder dar a mão. dar abraço amigo
só que não posso , sou um grão de areia
na estrada da vida, pela qual seguimos
Mãos cheias de nada.....cabeça repleta de sonhos,
a dor de nada poder fazer ...LR.

domingo, 10 de janeiro de 2016

Alma



Eita dia de chuva, para não variar agora tem sido assim.
A chuva faz falta, lava a terra, lava a alma.
Aconchega , a quem tem possibilidades disso
aconselha a dormir de cadeirinha.
à  caricia que morre , sem erguer os braços,
pois não tens a quem abraçar...
o que não impede de sonhar, desejar...
embora seja e saiba ser, utopia
tu não virás , foi sol de pouca dura...
ilumina até hoje....sempre vai iluminar...
quando a saudade doí demais...
fecho os olhos e vejo-te, beijo-te com a alma...
num sonho sem volta, dum querer sem poder,
a vida tem disto, há que erguer a cabeça,
abrir os olhos, muitas vezes nublados
pela saudade que deles caí em forma de lágrima....
A vida , é um jogo que não aprendi as regras....
Fico por aqui, sozinha sem mim,
o melhor de mim, entreguei-o a ti...
quando num abraço, fomos dois num só...
num dia de chuva, num quarto de hotel...
Assim é a vida, de quem não tem vida
apenas sobre-vivi.LR.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

chuva




A chuva não dá tréguas, valhanos o sol acumulamos dentro de nós,
para alegria e calor no dia a dia
os amigos que nos dizem , Bom dia!
Dando força , carinho..... sem tocar....
As palavras também beijam, dão alento
por mais que sejam divergentes
nelas há um fundo , de ternura, um querer
pegar ao colo sem falar, à que adivinhar
fechar os olhos para ver,
sentir é mais profundo, mais real
è bom ter um amigo/a que nos fala,
nos deseja dia feliz, afinal alguém
se  lembra que existes
Nestes dias de chuva, em que mais não queres
que ficar no teu cantinho aconchegada,
aos sonhos que não viveste,
e que fazem imaginar...tanta coisa
boa...menos boa...mantém tua mente aberta,
teu sorriso no rosto...é tão doce
haver alguém que te faz sorrir,
ainda que ao longe te faz sentir perto...LR

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

perdão...



Agora, a chuva não quer passar, sem querer vai mexendo comigo.
não por vontade propria, tudo parece mais sombrio....
hoje alguém falando comigo, falando da vida... das coisas...
me deixou triste, sem querer fiquei a pensar.....
nunca fui perfeita, em nada sou humana,ao ouvir a historia
de alguém tão sofrido com a vida....
com os pais.... que medo eu tenho, de que sem querer
possa magoar alguém, assim...
foi tão dolorida a nossa conversa...
me fez sentir um grão de areia, amo os meus filhos são a minha vida
será que soube gerir as coisas sem traumas?
Nunca quiz magoar porque vos amo muito...
foram e sarão sempre a minha prioridade na vida
se errei algumas vezes peço perdão
vos amo filhotes lindos....LR:

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015



Ele ai esta, o ultimo dia do ano....
Olhando para traz, tentando analisar o que ele foi, as que amei e pouco tenho a ver que seja assim tão diferente dos
anteriores.
Só tenho a agradecer a vida por assim ser, filhos, netos, família, são o meu suporte, minha força, neles encontro o amor , o carinho, que me mantem firme,
Perdi sonhos, amigos, ganhei, outros sonhos, outros amigos, que de longe me ajudam, a viver meus dias, pois a solidão não é boa conselheira.... não esqueci , não vou esquecer nunca pessoas , amei e partiram, tu és uma delas Janinha, estejas onde estiveres, estas sempre no coração de quem te amou, te ama.
A vida é uma passagem, todos um a um vamos mudando de roteiro nesta viagem, que é a vida.
Hoje não quero ficar triste, saudosa estou sempre, triste não.
Aqui neste cantinho, que foi a casa dos meus pais, sinto-me mais protegida, mais próxima de quem
amo.
 Não quero deixar passar o momento, sem desejar a todo o mundo, Feliz Ano Novo, que ele traga tudo para vos fazer feliz, que todos saibamos amar o que temos, quem temos, pois são os/as companheiros/as da viagem que andamos a fazer por esta estrada chamada vida
Abraço Fraterno, para todos-LR

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

recordações

Mais um ano que se aproxima.....Janeiro....um mês todo especial
pelas melhores e piores razões....
Foi um mês de esperança, era o começar de um novo ano...
estava tão latente a esperança , que tudo ia dar certo.
Só foi um ano assim, nesse ano me deu um bem precioso
que nenhuma, mulher esquece, fui mãe....
Esse foi o melhor Janeiro da minha vida....
quando vi aqueles olhinhos a olhar para mim,
foi indescretivel, é algo tão sublime, não sei dizer
o que ainda agora , indo viajar ao passado, 
continua a mesma felicidade, a mesma emoção.
Depois, destes outros vieram Janeiros, 
quase se historia, em que sonhos , eram a tônica
uns concretizavam-se outros nem tanto....
até 1990....esse foi o ano trágico, que mudaria 
toda as nossas vidas.....
dia 5 o dia pior da minha vida até então, em certos aspectos
já tinha tido outros bem difíceis, este foi quem me marcou
até agora, os outros anteriores tive de aceitar
este bem dentro de mim ainda não digeri
Tu partiste....quando pensava que ficarias bem , partiste
ficamos os 4 ....numa luta ...num aprender a viver
sem ti, aprender tudo a vivenciar, as coisas que nos tinhas ensinado.
Hoje aqui , com as recordações , elas são tão intensas
tão dolorosas.... nunca baixamos os braços...
Anos depois outra partida da vida, 13 de Janeiro
O dia 13 é dia muito complexo pois não entendo
porque toda a família tem de nos deixar a 13...
Foste para junto da mãe....que estejam bem e unidos 
como sempre os conheci nesta dimensão....
Agora vem ai mais um Janeiro, foi compensada
com a vinda de dois amores na minha vida
eles são a alegria a esperança para todos nós.....LR.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Noite de Natal....


Já foi noite de sonho, tão bom que era.
Ver na cozinha da avó, lá no lume da lareira, avó fazia filhós....com os netos ao redor...
todos sentados num banco comprido, que por lá havia...ia contando as historias dos Natais lá do seu tempo...eram historias de encantar, eram 5 os netos da minha avó, todos ali ao redor .
As filhas da minha avó, andavam em grande azafama, tudo tinha de estar pronto antes da missa do galo, pois os avôs não prescindiam dela de jeito nenhum., era uma tradição havia que se cumprir.
Eram muitos aquela mesa,
No caminho para casa, os visinhos comprimentavam-se, desejando feliz natal, as crianças cantavam canções de Natal, daquela epoca
Alguns reuniam-se a volta da mesa dos avôs, pessoas mais sozinhas, o avô iam buscar para junto de nós.
Tão singelo e tão belo, no tempo dos meus avôs.
Para entrar em casa todos se descalçavam em sinal de respeito, tinham beijado o menino na igreja,  ele estaria mais presente nessa  noite. A noite da Consoada.
O Avô ia para a mesa, a Avó seu lado, lá iam dando ordens aos filhos, para servir as crianças, não sem antes fazer o sinal da cruz, agradecer os alimentos que iamos comer, só depois podiam sentar-se a mesa.
Sempre ou em quase silencio, brincar seria depois, a mesa para o avó era quase local de culto.
A seguir , iamos todos colocar o sapatinho na chaminé, pois o menino Jesus, talvez tivesse alguma coisa para nos oferecer, quase sempre uma boneca, feita por nossas mães, e que lindas que elas eram.
alguns rebuçados, e ficavamos felizes, os meninos era um carrinho, um pião ou coisa similar, claro com os tais rebuçados.
Coisas simples, que nos encantavam.
No dia de Natal pela manhã era ver-nos todos aos saltos , felizes pelas prendas recebidas, aquilo era algo precioso para nós, passavamos o dia com os nossos tesouros.
As pessoas eram felizes com muito pouco, não havia a sede de consumo,o Natal era a festa da
família.
A ceia da consoada, era o velho bacalhau cozido com as batatas couve portuguesa, cenoura e ovos,
a galinha corada, cabrito,assado no forno de lenha, onde se havia cozido o pão, não havia outro igual  ao pão da avó, e claro os doces da epoca,e da zona.
Rabanadas, filhoses, coscorões, sonhos arroz doce, ferraduras que diziam davam sorte, eram também os bolos dos noivos dessa epoca, claro o leite creme.
Era tão doce o Natal da minha infancia.
Não havia riqueza além do amor que nos unia, que pena que hoje importe mais , os presentes que o presente maior, o do carinho, amor sincero a família.
Obrigado meus Deus menino, por me teres dado tanta coisa boa, na minha infancia, da-me o saber para poder transmitir aqueles que eu amo tudo que aprendi com meus pais, e avós e todos os outros famíliares, Obrigada manas, duas sabem quem são, obrigada filhos pelo vosso amor, obrigada vida por poder sentir tudo isto no meu coração...LR


terça-feira, 22 de dezembro de 2015

hoje

Todos os dias somos surpreendidos co coisas boas , outras nem tanto.
Há pouco ,vi que no Brasil ardia, o museu da lingua Portuguesa, é um pouco da minha lingua mãe , que se esta a perder.
Ha coisas que fazem confusam, é ver o fogo, ver com arde tantos anos de historias. ,
Aqui , no verão, são as matas que  desaparecem a olhos vistos, que coisa de loucos, como se pode destruir uma coisa que leva anos a conseguir?
Há poucos anos atraz, nesta época, era os pinheiros que levavam uma volta e tanto, para fazer as arvores de Natal.
Fizeram é verdade as delicias das crianças, nas bolas coloridas, luzes e tudo o mais que compõe  a magia das árvores de Natal.
Há longo tempo atraz também eu adorava fazer a árvore de Natal, só para ver o brilho nos olhinhos dos meus filhotes, depois , aos poucos a magia foi quebrada, já não há clima para fazer, quem sabe no proximo ano volte, não por mim, pelos meus amores mais novos, Lara e Bruce, quem sabe o João, por eles tudo se recupera , até a magia duma árvore de Natal.,,
..

domingo, 20 de dezembro de 2015

Fecho os olhos, o sono não vem....
minha cabeça, em meu pensamento
vou viajar, em desejos e queres....
vou andar, em cada passo
algo acontece,
esqueço o conforto da minha cama,
para imaginar a vida na rua...
homens, mulheres, e crianças...
não posso evitar , uma lágrima teimosa,
nem sei imaginar a dor que vai
naquele coração de pais, ao verem
seus filhos a dormir na rua,
tendo por cama, caixas de cartão
onde o frio , não se deve fazer rogado..
frio no corpo e na alma,
quem sabe, na falta de alguma coisa quente
coração em desespero.
Será que o pai natal , se lembra daquelas famílias?
será que na hora, da festa alguém responsável
se lembra que existe, tanta gente nas ruas?
pessoas que sem trabalho perderam tudo,
veem suas vidas perdidas, sem saber o que fazer....
neste mundo em que vivemos
tudo parece acontecer, fala-se que é Natal...
porém , quem pode sentir, alegria
neste mundo tão desigual?
queria eu poder, entender,
como conseguem dormir, pessoas
tão desumanas, que mandaram para a sarjeta,
pessoas, chefes de família,
enquanto elas , teem tudo que desejam
outras apenas precisam dum trabalho
que lhe garanta sustento, recuperar a esperança
que amanhã logo virá....
seus já vão ter pão, um tecto para se abrigar...LR




Vida

A vida este dom que recebemos, sem saber ao certo como, e porquê recebemos.
Vai correndo por ai, dando dias bons felizes, outros nem tanto.
Nuns temos a ilusão que tudo temos, tudo parece convidar a alegria, o sol é mais azul, os pássaros cantam fazendo a sinfonia da natureza, tudo transpira alegria.....
Noutros, a vida parece-nos mais triste, sombria...
Se pensarmos bem, analizare um pouco ,  a vida que temos, chegamos muitas vezes a conclusão, que temos tudo para estar bem, connosco e com os outros, só temos de agradecer o que temos, amar o temos , pois muitas vezes o que pedimos, até pode ser superfulo.
Ser feliz, não implica ter tudo, e sim amar tudo o que temos, as pessoas não são perfeitas, nós não somos perfeitos, para quê izigir dos outros que o sejam?
Quando afinal, até podemos ser nós que estamos errados.
A vida vai seguindo, O tempo passa deixando suas marcas,  no que aprendemos, ensinamos, vivemos
Olhando a vida, a estrada que percorremos, afinal tudo teve razão de ser.
Uma coisa tenho a certeza, o que melhor acontece na vida , são os nossos filhos e netos, eles são o combustivel para seguir adiante, cabeça erguida, é no seu abraço onde vamos buscar as forças. enfrentar tudo que de menos bom a vida tinha para nos ensinar, qualquer coisa de útil...sempre se saí valorizado em alguma coisa....
Estão quase no Natal , depois vem o 2016, que ele traga saúde, amor, cumplicidade, que sempre eu saiba, amar apesar de todos os condicionalismos.que eu ame sempre  tudo, pois sem amor não se vive.
Feliz Natal para todos  LR:

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015




Mais um dia, que Deus me deu a ventura de o ver nascer.
Que bom é ver estes campos, ainda que agora , em vez de verde, tudo parece dourado.
Como a festejar o natal que se aproxima,  a passos de gigante, uma semana nos separa
do dia mais festejado, por uns, mais triste para outros.
Aqui em Portugal há tanta gente mas ruas, desempregados, alguns com crianças vitimas
de tudo que se passa por aqui.
Que fizeram do meu País? onde esta o trabalho que garantia a casa, o pão, todos os bens essências
da vida .
Onde esta a alegria que eu via em cada rosto, cansado mas contente por voltar a casa, ao encontro de quem amava ou ama,?
Hoje, as ruas em relação ao antigamente ( não muito longe) estão tristes desertas, não há
possibilidade  de garantir um Natal, um brinquedo, uma ceia  a em muitos lares, ou pior
ainda alguns já perderam tudo, trabalho, casa , e muitos vivem na rua....
É só ver debaixo dos tuneis de Lisboa, muitos é ai que se livram do frio, da chuva, mas
não da fome,  de tudo carinho, uma refeição quente, um abraço....é tão bom um abraço
em momentos de desespero, em vidas sem horizontes, tal sem objectivos pois tudo lhe foi
vedado,
Quantas vidas desfeitas? quantas? muitas.....
Se neste Natal , algo de bom aconteça, as pessoas acordem, para o vida, para a vida a sua
volta esquecendo um pouco o proprio umbigo.
Abraço. Feliz Natal

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

hoje

 Hoje o tempo esta zangado...digo eu....
possivelmente esta apenas a fecundar a terra
  ha-de dar vida a alimentos para a humanidade.
O sol hoje não se mostrou por aqui.
as hortas teriam agradecido, a minha não que não fiz.,
 é hoje, é amanhã e ainda nada feito, errado eu sei,, vou fazer acredita rsrsrsrs
a vida é bela de qualquer geito,
vamos viver, amar, a vida ......
quem gosta de pão , acabadinho de cozer?
ah! pois é, sabe tão bem.....LR

Vamos mudar!?

Bom dia !!!
Hoje vamos mudar um pouco, a historia das palavras ao vento, porque é no vento das palavras que te conto o que a vai dentro de mim.
As saudades, dores, alegrias tudo que faz o meu dia a dia.
Deixo-te um pouco das uvas , saborosas que me faz lembrar agosto, cheira a verão, calor a praia.
beijo em teu coração. LR:


terça-feira, 15 de dezembro de 2015

viagem dentro de mim




Aqui, deixo os dedos dançarem sobre o teclado, indo em busca de mim...
do que eu fui, ou do que eu sou.....
percorro as estradas  por onde andei, revejo-me ainda garota feliz, numa terra Africana, cheia de sons ,.
 Muitas vezes da savana, recordo as belas gazelas, num andar todo ondulado...
As cheias do Quanza , ver os sengues mesmo ali. 
Sair da canoa,  com um chimbico na mão, deslizar nas águas calmas, num passeio, pelo meio das palmeiras, ir ver o corte...que saudade Deus meu... a fabrica com o cheiro tão caracterismo do denden  a cozer, ver o azeite a escorrer, ou a muamba a sair, hoje como eu queria sentir aquele aroma que as vezes me enjoava....
Coata ou acotinha, ver o peixe na seca, ou os barcos a chegar...
Benguela ,praia morena , que bom descansar a sombra das tuas palmeiras, mergulhar nas águas cálidas, andar ao sabor das ondas, que coisa boa...
em Benguela terras das rúbias  acácias, quem as esquece meu Deus,penso que ninguém consegue, esquece aquela terra, Mãe Africa, tua filha te rende aqui homenagem.
Aqui no cantinho onde nasci, meus dias são quase sempre reflexo do que foi a minha vida.
Hoje , minha vida , não é nada do muito que foi outrora, quando  o "barco se afundou " ai andei a deriva, até encontrar bom porto, no carinho dos meus filhos, encontrei porto seguro.....
A vida já não me abate, as adversidades me impulsionam para cima...agora resta apenas viver.LR

domingo, 13 de dezembro de 2015

Tempo de natal

O tempo, este senhor que tudo sabe, tudo pode vai passando, umas corre a desfilada....
outras parece andar de mansinho, faz-nos sofrer ou sorrir...
sempre ele, senhor que vai seguindo, ora doce....outras nem tanto.... certo é que passa
transforma .
Muitas vezes parece que voa, outras nem se movimenta......
È ele que nos ensina, amadurecer para as coisas  da vida,  tem tal sabedoria, chegamos a pensar que nos deu o que nunca foi nosso.
Leva-nos, quem amamos , faz-nos aprender a viver sem a nossa asa.... a asa com quem iriamos descobrir o mundo, aquela asa que sabia tudo que ia no nossa alma, quando os olhares se cruzavam só havia carinho compreensão, um sorriso, mesmo quando adversidade, a guerra, batia a nossa porta nada nos metia medo, sabiamos que eramos dois, sendo apenas um..., um olhar, um carinho, ombro com ombro, tudo se tornava, não direi facil , não...porém atenuava de tal forma,,,,,  para quê ter medo se estavamos juntos..
Um dia tudo mudou, virou de cabeça para baixo....
A trave partiu, tudo ruiu a nossa volta, havia que fazer obras para consertar, não haver mais estragos, amparar sorindo, enquanto a alma chorava, a perda sem volta...
Hoje quase 26 passados, ainda tudo parece um pesadelo, não podia ser assim,,, fez tanta falta aqui ...
Agora que o natal se aproxima a passos de gigante, mais doí dentro de mim, mais dificil é manter as aparencias do esta tudo bem, os anos passam , a dor não...Este é o outro lado do Natal, daqueles que ha muito deixaram de saber o que é um natal....é em casa dos filhos que muito as mães amam, é tão diferente de quando se tem a asa ao nosso lado para voar.....
Deveria ser proibido, ficar sozinho....quando os anos passam a vida muda, nós mudamos, a solidão aperta mesmo no meio da multidão....
O Natal é apenas um dia, que foi de festa para muitos, hoje é apenas um dia...LR

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Boa noite!

Boa noite!!!
poucas vezes acontece assim, poucas vezes a duvida se instala desta maneira, deixando um rasto de incertezas....
só que não devia de ser .......
As certezas nascem dentro de cada um de nós.
Estas inseguranças, não levam a lado nenhum.
A falta de confiança em nós mesmos....
temos de aprender a olhar o futuro sem culpa, sem exigir coisas demais de nós mesmos....
Eu quero....eu preciso....eu sou....mais eu.
Os desaires da vida, me impulsionam, me levam para cima, as nuvens....
Amanhã é outro dia...num amanhã mais ou menos longo todos vamos fazer,o que tem de ser feito, chegar ao ponto de ser....
Ser amigo, verdadeiro, companheira, cúmplice, Feliz.LR

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

falar

Fazer um retrato daquilo que sou , não é nada fácil, como me sinto, como me vejo...
tu sabes melhor que eu, como sou de verdade...
Uma mulher, que nunca gosta , das coisas que faz, sempre penso que poderia fazer melhor, deveria fazer melhor...
Sou apaixonada pela vida... não a que tenho, a que sonho...
Não deixo de sonhar, quero ter tão pouco e tanto em simultâneo....
Quero amar, ser amada pela vida, agradeço sempre o que tenho, pode ser pouco, no entanto me basta..
Sinto falta do ombro que foi meu, encostava a cabeça
havia uma mão que apertava a minha, sorria ... dizia...calma
amanhã é outro dia, vamos poder sorrir recordar, o que hoje nos faz vacilar... dava força, energia positiva, sorria...ele estava comigo.
Num dia de Janeiro, ele partiu, eu mudei, deixei de ser aquela mulher , confiante.
sonhei voltar a ter uma asa para voar junto comigo.
O medo foi mais forte, o tempo era escasso, havia que trabalhar colocar o pão na mesa, foi-me esquecendo de mim...
Hoje já velhota, tudo isso ficou para traz, no entanto não deixar de vos dizer, se pudesse voltar atraz não estaria sem companheiro, tenho filhos que adoro, são a minha vida, só que nada substitui , a outra vida que sinto falta, foi uma parte de mim que deixei para traz.
Tu se puderes não faça essa asneira, os filhos crescem, teem vida própria, por mais atenção que tenhas deles é bem diferente uma não substituei a outra, agora , é muito tarde para mudar o rumo das coisas.
Tudo tem seu tempo certo o meu já passou. LR

retrato

falar

Fazer um retrato daquilo que sou , não é nada fácil, como me sinto, como me vejo...
tu sabes melhor que eu, como sou de verdade...
Uma mulher, que nunca gosta , das coisas que faz, sempre penso que poderia fazer melhor, deveria fazer melhor...
Sou apaixonada pela vida... não a que tenho, a que sonho...
Não deixo de sonhar, quero ter tão pouco e tanto em simultâneo....
Quero amar, ser amada pela vida, agradeço sempre o que tenho, pode ser pouco, no entanto me basta..
Sinto falta do ombro que foi meu, encostava a cabeça
havia uma mão que apertava a minha, sorria ... dizia...calma
amanhã é outro dia, vamos poder sorrir recordar, o que hoje nos faz vacilar... dava força, energia positiva, sorria...ele estava comigo.
Num dia de Janeiro, ele partiu, eu mudei, deixei de ser aquela mulher , confiante.
sonhei voltar a ter uma asa para voar junto comigo.
O medo foi mais forte, o tempo era escasso, havia que trabalhar colocar o pão na mesa, foi-me esquecendo de mim...
Hoje já velhota, tudo isso ficou para traz, no entanto não deixar de vos dizer, se pudesse voltar atraz não estaria sem companheiro, tenho filhos que adoro, são a minha vida, só que nada substitui , a outra vida que sinto falta, foi uma parte de mim que deixei para traz.
Tu se puderes não faça essa asneira, os filhos crescem, teem vida própria, por mais atenção que tenhas deles é bem diferente uma não substituei a outra, agora , é muito tarde para mudar o rumo das coisas.
Tudo tem seu tempo certo o meu já passou. LR

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Passado

Recordo o passado com saudade,
encaro o futuro, sem compreender
nem sei se  o chego a ver...
vivo o presente com angustia
pois tudo parece  ruir á minha volta
( a volta do mundo )
É a doença que flagela,
guerra que destruí , há injustiças
nos fazem pensar....
de que valerá tanta maldade?
Num pedaço de terra tudo se acaba
tão vorazes se tornaram sem sentido
Esquecem que todos somos terra
dum barro feito gente. LR

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Palavras


....... Sentidas no fundo de mim
lágrimas guardas, escondidas
tristeza minha irmã amiga
companheira de horas sem fim.
Fico-me aqui, calada serena....
Falar para quê?
para quê mostrar o todo de mim
a vida é assim...
fria indiferente
sozinha? há tanta gente passando
ao redor...
dentro de mim, há um deserto....
tão frio......
Coração estremece, tem fome tem frio
de sentir tua mão amiga.LR


1990



terça-feira, 3 de novembro de 2015

toalha



 Com agulha e linha se constroe sonhos,
construindo o que um dia vai estar na mesa de alguém
saboreando uma refeição quem sabe com alguém que ame
, cada pedacinho que vou juntando,
é menos um pouco que falta para realizar sonho,
quem sabe se um dia , alguém vai lembrar
do que senti ao construir a toalha de mesa em renda
 até pode ser , minha neta lembrar da velha avó
que constroi a toalha que vai ser dela..
um dia já crescida, hoje tem apenas 3 anos
já adulta, quem sabe , com a propria  familia
ela ainda por causa da toalhe se lembre da avó.LR

sábado, 31 de outubro de 2015

Hoje

Hoje , sim só hoje...
sou mais sonhadora, quero a vida
que ambiciono....
Sei que mereço, vou fazer para tal
preperar-me em todos os sentidos
para tal, vou abrir ao mundo
 o meu mundo interno
fazer para acontecer tudo que vai dentro dos meus sonhos.
Não me contento com o que sou,
quero ser melhor.... quero e posso ser
mudar a nossa energia apenas depende de nós
 dos nossos sonhos
da maneira como olhamos para a vida
sem a culpar  das coisas menos boas
pois modo geral elas são a plantaforma
para chegar as coisas boas....
pena estar tantas vezes, tão distraidos
que nem damos pela sua aproximação
e perdemos o que seria uma coisa muito boa
Uma crise  também pode ser bom
pois depende como reagimos
ela incentiva  a tua arte engenho para mudar
criar ...sempre criar....
oportunidades que não podes desprezar...LR

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Eu


Vou deixar meus dedos dançar
sobre as teclas, que eles saibam mostrar
tudo que vai dentro do que sou....
Uma mulher dividida em retalhos
uns bons outros nem tanto,
como todos ....
vivo duas vidas em simultâneo
as recordações de pessoas , lugares
por onde andei foi feliz...
onde vive momentos inesquecíveis
bom e menos bom sentido
tudo tive tudo perdi...
ou não.
Sempre a esperança, a fé a presistencia
me fizeram companhia,
levaram a diante tudo que sonhei
nada lamento do que foi a minha vida
aprendi, ensinei... vivi.
Cada momento menos bom
nos dá estaleca para aprender a admirar
os bons , e sobre tudo agradecer
a vida,
Tive tudo, perdi tudo....exceto a vontade
o querer levar a vida para a frente
pois afinal nem sempre o que queremos
algumas vezes é bem dispensável
o estar sem, vem mostrar que avida é algo
muito complexo , pode ser muito divertido
é só aprender a olhar.LR

Sozinha...


Falar nem sempre é fácil
quando falamos de nós,
dos sonhos que sonhamos
e não passaram disso, de sonhos....
desilusões sofridas, amores perdidos...
um mundo , onde nem sempre é fácil
abrir a porta, para vos convidar a entrar dentro deles.
Uns fazem parte do imaginário que cada um de nós carrega dentro de si....
outros, viraram realidades
Apesar do tempo ainda agora nos dão força para seguir andando...
Qual de nós não sentiu já isso?! quase todos verdade?
Como sonho todos os dias, sou uma eterna sonhadora
em tempos queria uma asa para voar...
pensava que só com uma não se voa...
engano meu....estar só até pode não ser bom,
estar com uma companhia , que desilude, magoa....
acredito é bem pior...
O tempo vai ensinando, mostrando basta querer ver...
Aprender a viver feliz sozinho é um passo muito importante
assim podemos olhar com olhos de ver
o que nos rodeia, quem o fizer não esta só...
a natureza, a família, os amigos, são o melhor
que se pode desejar, tenho....
não importa onde se vive....
importa sim com quem se vive....
como se vive, o local fazemos nós, vamos construindo
bocadinho a bocadinho, bem devagarzinho
saboreando cada momento..
amando tudo o que tenho, sendo feliz
de dentro para fora, sou feliz assim...LR

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Retrato de mim

Sabes é  complicado,
fazer um retrato de mim,
tu é que me conheces , sabes quem eu sou...
garanto-te que não sou nada do que gostaria de ser.
O ser para mim é importante.....
sou autentica, genuína....
uma vezes sou explosiva, outras
navego no mar de calmaria.
em que parece nada me afetar
o que não é verdade, sou ...
sensível as falsidades, odeio mentiras
amiga do meu amigo
por um amigo de verdade
sou cúmplice , companheira...
Sou assim fazer o quê?
Meu coração continua criança
apesar da minha idade,
não se entrega facilmente
fechado na carapaça, tem medo
de se magoar... tem medo
de voltar a encontrar falsos amigos
pior ainda falsos amores
tinha tanto para falar
estou vazia, deixo vaguear meus dedos ao sabor
do teclado,
fazendo a dança , das palavras
que escrevo sem pensar,
depois ...bem depois vou acabar.
Mais tarde volto a "falar.LR

domingo, 25 de outubro de 2015

( 5 ) Vidas

Continuação:
 Os ventos da vida vão mudando , nós mudamos com eles :
Nem tudo foram flores, nem espinhos, pelo meio houve muita coisa doa e menos boa, de tudo tiramos elações, de tudo ficou algo de bom, dentro de cada um deles,
Ela aprendeu , ensinou, viveu.
Juntos formaram uma nova família ainda que desmembrada de um membro, que partiu.
Os outros filhos,.O do meio,  um tempo depois casou, foi um casamento lindo, um dia magnifico.
Passados alguns anos divorciaram-se, neste interegueno foi crescendo como pessoa, namorando algumas.
Até que conheceu a atual esposa, já tem  dois filhinhos lindos, um parecido com ele, ela parecida com a mãe, dois amores de crianças gémeas.
O mais novo ainda não casou, vive com o amor da sua vida.
Tem o seu trabalho, vários cursos mas sem licenciatura.
Hoje aqui de pouco isso serve, tudo depende de quem encontras pelo teu caminho, se fores um bom profissional, saberes a serio do que fazes talvez consigas atingir os teus objectivo.
E assim acaba o conto do cotidiano , vidas que se cruzam, minhas, tuas um pouco de cada um de nós
em que aprendemos que a determinação , o gosto a vontade de fazer bem , pode ajudar a mudar as nossas vidas.LR

(4)Vidas


Hoje, o dia em que vos conto um pouco mais da vida dela, esta  triste.
Escuro e chove , uma chuva cadenciada, que entristece.
Eles lutaram juntos, apoiando-se-
Nem tudo foram rosas, embora com muitos espinhos também se viram florir lindas rosas.
As pessoas com deficiência também tem coração. Também se apaixonam...
Para superar as dificuldades, ele quis ir viver sozinho, alegando que a mãe o protegia demais , ele assim jamais seria autônomo.
Para ela foi , um choque, compreendeu que os filhos nos são entregues para criar, amar e proteger, sem no entanto  deixar de entender que tem de seguir o seu caminho.
Aceitou , ajudou sempre que possível.
Ele aprendeu a viver só com um braço...
Conheceu uma  menina, um pouco mais nova, gostaram um do outro, e sem casar começaram a viver juntos.
Um dia veio a noticia que nos deixou super felizes, eles iam ser pais. 
Tudo correu bem, não fácil mas bem.
Não é preciso desejar o que não é preciso,e sabemos não podemos ter, há que aprender a amar e viver com com a nossa realidade, amar o que o que se tem....só assim a felicidade será nossa aliada e companheira.
Num dia de sol, em pleno verão, nascia a rosa  mais linda que conhecia até então, rosa dum jardim de amor, em que pensei seria para sempre.
Durante mais 2 anos, viveram os três.
Ele estava desempregado, começou a procura , conseguiu só que longe de casa.
Teve de arranjar casa para ele, elas ficaram na casa deles.
Ele sempre ansioso por voltar, para estar com elas, as saudades eram imensas, havia que esperar uma oportunidade, ele queria que elas fossem para lá viver.
Ela não achou assim, ai começaram os problemas, meses mais tarde a rutura.
Hoje , ele esta sozinho, Vive em Portugal. Perdeu o amor da filha. Da mulher não quer nem ouvir falar, perder a filha é o que mais o magoa na vida.
Quem sabe um dia volte, dizem que tudo que vai volta, pois que volte breve para a felicidade deste pai que já sofreu demais.
Tem o seu trabalho, venceu a morte e todas as adversidades que a vida lhe impôs . Ela não perde a esperança de reaver a neta amada.
continua

sábado, 24 de outubro de 2015

( 3 ) Vidas

 Cair e levantar, sempre me ensinaram que cair todos caímos, mais ou menos, o que nunca devemos é ficar no chão.
O que hoje parece sem solução se procurar dentro de si vai encontrar o caminho a seguir.....
Lhe ensinaram, ela quiz passar isso para os filhos....
Não foi nada fácil, todo o período vivido.
Só quem viveu aquele período maluco da descolonização feita naqueles moldes sabe o que foi, ela sabia, ai se sabia. Sempre tinha trabalhado. Depois casou e viu-se com a casa saqueada, dois filhos sem dinheiro e trabalho, andaram perdidos desorientados algumas horas, debaixo de fogo cruzado ela nunca percebeu como o carro não foi atingido por alguma bala.
Foram para Luanda. O desespero  era total. Alguém se apercebe. Três criaturas maravilhosas ela pensa ser três anjos, lhe deram abrigo.
Viveu dois meses naquela casa em Luanda no bairro da cuca.
Lhe deram tudo, alimentação, carinho, força roupa para eles e para as crianças, um era bebe de poucos meses.
Vir para Portugal estava fora de questão.
Arranjaram trabalho, começaram a viver, muitas limitações, só que os 4 vivos, mais unidos que nunca, as dificuldades também servem para unir as pessoas.
voltando ao tempo da mudança de casa.
Ela já assumira uma cozinha, voltaram o sorrir.
O primogênito da família tinha já 22 anos, era um jovem cheio de garra, com muita vontade de  singrar, com uma voz linda, muita força de viver.
Tinha comprado uma moto a pouco tempo, ia de ferias para o algarve no dia seguinte.
Quando um acidente o coloca no hospital entre a vida e a morte, foram meses de muito sofrimento tudo parecia desmoronar-se a volta dela, foram horas de muito incerteza.
Ele era forte e passados 2 meses em coma, começou a reagir, ficou bem , depois do que pensavam não iria sair, tinha traumatismo craniano, queimadura 2º grau nas costas , as costelas do lado esquerdo todas partidas com perfuração de pulmão,e 27 facturas exposta num braço e omoplata, esse braço fez esmagamento  do duplex braquial, esta lá mas não funciona, é como se não existisse.
Tem sido muito, doloroso.... aprendeu a conviver com a situação, é um trauma que ficou,  hoje faz a sua vida normal trabalha é independente. Um homem agora de 43 anos. Minha primeira obra de arte.
pois tenho mais duas, diz ela, seus outros filhos.
A vida nem sempre é fácil, só que vale sempre a pena lutar por aquilo que ambicionamos, por aquilo que nos faz feliz...LR
Continua