quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Tão bom

O tempo passa em nossa vida, como areia ao escorregar entre os dedos. Naqueles dias de sossego estendida na toalha na praia, o mar ao fundo, faz-te voar, vais e vens sem sair do mesmo lugar.
 Num vais apanhar conchinhas como no tempo da tua juventude, naquele mar revolto e doce que te encantava.
Outras, passeias de olhos semi-cerrados, lembrando os coqueiros da praia morena, lembras a seca do peixe, a Caota e a Caotinha, teu coração sorri, só tu o vês, o sente.
Passam pessoas apressadas esquecem até , que dão banho de areia, aquela areia dourada que se escorre em teus dedos.
Continuas ali, no meio da multidão, estando apenas tu, com as tuas lembranças, tuas saudades, do tempo que era necessário, não estar assim tranquila, pois  a razão da tua vida andavam , feito passarinhos, a ensaiar o voo, naquelas águas, deleitando-se, com a brincadeira, enchendo de alegria quem agora o recorda com saudade.
Tão bom ser mãe, depois avó. LR

Nenhum comentário:

Momentos

Há momentos em que a desilusão, a dor te aperta a garganta... Há momentos em que nada mais conta...na conta das gentes...há momentos em qu...