Translate

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

No meu cantinho cresceu
o meu gosto de dizer , ati e ao mundo
que vai dentro do meu ser.
Despertaste os meus sentidos
contigo no coração
seguro na tua mão, ainda estando vazias
frias, quase geladas
fecho os olhos para te ver
juntinho na minha cama
onde nosso abraço louco
vai trazer a ilusão
daquilo que nada tenho.LR

2 comentários:

✿ chica disse...

Muito Lindo! Bjs chica

CÉU disse...

Olá, querida amiga!

Estive dando uma olhadela pelo seu blogue e estive lendo alguns dos seus textos, prosa e poesia, de que gostei muito, sobretudo pelo que está por detrás deles.

Vi a sua fotografia e digo-lhe que tem um rosto lindo e fresco, um olhar límpido e esverdeado (não sei) e uns cabelos naturalíssimos e alvíssimos.

Este poema, tal como outros seus, fala de males de amor, mas minha querida, isso já lá vai, embora o seu coração e sentidos recordem tempos passados e que deseja que regressem.

Beijos e faça os dias felizes!

No silêncio

Aqui no silêncio. Bem quietinha.fecho os olhos. Vou viajar dentro de mim mesma, faço de desfaço a minha vida Meu querer, aqui neste silên...