Seguidores

domingo, 20 de dezembro de 2015

Fecho os olhos, o sono não vem....
minha cabeça, em meu pensamento
vou viajar, em desejos e queres....
vou andar, em cada passo
algo acontece,
esqueço o conforto da minha cama,
para imaginar a vida na rua...
homens, mulheres, e crianças...
não posso evitar , uma lágrima teimosa,
nem sei imaginar a dor que vai
naquele coração de pais, ao verem
seus filhos a dormir na rua,
tendo por cama, caixas de cartão
onde o frio , não se deve fazer rogado..
frio no corpo e na alma,
quem sabe, na falta de alguma coisa quente
coração em desespero.
Será que o pai natal , se lembra daquelas famílias?
será que na hora, da festa alguém responsável
se lembra que existe, tanta gente nas ruas?
pessoas que sem trabalho perderam tudo,
veem suas vidas perdidas, sem saber o que fazer....
neste mundo em que vivemos
tudo parece acontecer, fala-se que é Natal...
porém , quem pode sentir, alegria
neste mundo tão desigual?
queria eu poder, entender,
como conseguem dormir, pessoas
tão desumanas, que mandaram para a sarjeta,
pessoas, chefes de família,
enquanto elas , teem tudo que desejam
outras apenas precisam dum trabalho
que lhe garanta sustento, recuperar a esperança
que amanhã logo virá....
seus já vão ter pão, um tecto para se abrigar...LR




Nenhum comentário: