Seguidores

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

falar

Fazer um retrato daquilo que sou , não é nada fácil, como me sinto, como me vejo...
tu sabes melhor que eu, como sou de verdade...
Uma mulher, que nunca gosta , das coisas que faz, sempre penso que poderia fazer melhor, deveria fazer melhor...
Sou apaixonada pela vida... não a que tenho, a que sonho...
Não deixo de sonhar, quero ter tão pouco e tanto em simultâneo....
Quero amar, ser amada pela vida, agradeço sempre o que tenho, pode ser pouco, no entanto me basta..
Sinto falta do ombro que foi meu, encostava a cabeça
havia uma mão que apertava a minha, sorria ... dizia...calma
amanhã é outro dia, vamos poder sorrir recordar, o que hoje nos faz vacilar... dava força, energia positiva, sorria...ele estava comigo.
Num dia de Janeiro, ele partiu, eu mudei, deixei de ser aquela mulher , confiante.
sonhei voltar a ter uma asa para voar junto comigo.
O medo foi mais forte, o tempo era escasso, havia que trabalhar colocar o pão na mesa, foi-me esquecendo de mim...
Hoje já velhota, tudo isso ficou para traz, no entanto não deixar de vos dizer, se pudesse voltar atraz não estaria sem companheiro, tenho filhos que adoro, são a minha vida, só que nada substitui , a outra vida que sinto falta, foi uma parte de mim que deixei para traz.
Tu se puderes não faça essa asneira, os filhos crescem, teem vida própria, por mais atenção que tenhas deles é bem diferente uma não substituei a outra, agora , é muito tarde para mudar o rumo das coisas.
Tudo tem seu tempo certo o meu já passou. LR

Nenhum comentário: