Seguidores

sábado, 17 de outubro de 2015

sabado

Dizia a minha mãe que não havia Sabado sem sol, 
nem Domingo sem missa.
Por aqui é pouco provavel, pois esta tudo envolto numa neblina
onde a serra parece difusa, as arvores dançam ao sabor do vento que sopra com vigor.
Sol parece que não vai brilhar por aqui, resta-nos o sol que cada um de nós traz armazenado no coração, esse sim pode e deve brilhar a cada segundo do dia, indiferente ao que a Mãe natureza, quer trazer para hoje.
Vamos esperando que o Sr. Vento se acalme um pouco e não traga mais desastres por aqui.
As colheitas precisam sair perfeitas , para bem deste povo , que trabalha e vive das coisas que a terra produz....LR.

Nenhum comentário: