Seguidores

domingo, 5 de maio de 2013

semear.....

Todos nós dizem colhemos o que semeamos, duvido e muito...ou talvez não... Foi educada a lembrar o dia da mãe, era muito bom eu adorava. Creci continuei a respeitar essse dia, mas meu marido não tinha sido e nunca ligou, eu achei que não era eu mas ele que o devia incutir nos filhos como eu fiz ao dia do pai... Dia da mãe nunca se falava, resoltado hoje só quem lembra é o mais novo, e a minha nora. Não deixa de ser sem certa magoa que vejo eles os mais velhos, nem lembrar... sei que o não fazem por menos amor, mas são pequenos nadas de que gostamos, com o correr dos anos ficamos mais sensiveis... mas todos somos fruto do que alguém plantou ou semeou, na nossa infancia, sempre ouvi a frase:- o berço o dá a tumba o leva. Nada mais certo. mas há excepeções: em outros assuntos vejo muito boa gente, ter uma vida de total abandono emocional, e insistirem, nessa vida com as alegações mais sem sentido, dessas pessoas tenho pena, não é sentimento mesquinho, é por ver que nunca vão poder ser felizes, falta-lhes a coragem a força, para romper com o que não os deixa ser feliz. Não sou apologista do divorcio, pelo contrario, mas quando não há remedio é mil vezes preferivel que uma vida sem sabor, uma vida em que se somam dias , mas não há alegria, não há prazer no que se vive... Fazem em nome do amor aos filhos, aos netos, um dia cada um ira viver a sua propria vida, quando mais necessitar desse carinho, desse amor, nem se lembra que alguém sacrificou a vida por amor a eles. Não tenho experiencia de viver tal situação, mas já vi em hospitais, pessoas abandonadas, esquecidas, talvez porque alguém se esqueceu do que essa pessoa se sacrificou para os cuidar, se esquecem de quantas vezes, perguntaram alguma coisa porque não sabiam, porque se esqueciam..possivelmente era com abraços e beijos que lhes repetiam as coisas sempre com um sorriso nos labios, agora , que fazem essas pessoas aos seus idosos quando , se invertem os papeis? Todos sabemos, já vimos em algum lugar, nem val a pena falar... Para os nossos jovens, tens mais de 45 anos és velho, velho é lixo... mas deixa lembrar a todo o mundo se não morrerem em jovens é para ai que vão, vamos todos em fila indiana, mas vamos é a lei da vida, um dia lá se chega, e a vida tem sempre troco para nos dar do bem ou menos bem que for a nossa caminhada

Nenhum comentário: