Seguidores

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Por vezes eu penso que sou forte, para dar a volta por cima em algumas situações... até posso ser,mas quando se trata de coração,sou mais insegura que um vime em dia de vento. Pois é. Coisas que para algumas pessoas era nada,para mim é tudo ou quase. Sofro por coisas sem remédio, por coisas,situações, que eu mesma criei... Gosto de quem sei que nem se lembra de mim,que eu existo. Mas gosto...quem poderia gostar de mim, afasto. Porque tenho de ser assim? Não sei explicar nem a mim mesma.Só sei que doí,e vai doer ainda mais quando tu partires, tu e este espaço semi secreto agora,são o muro das minhas lamentações,alegrias, momentos bons outros nem tanto. Mas a vida é mesmo assim ,sempre haverá a alegria da chegada e a tristeza da partida, sempre assim será... algo me diz que quando fores , vais e quando voltares já cá não estou. Não sei pensar de outro jeito. è algo como que uma vozinha interior que me diz, quando for, não vais voltar a ter...nem quero pensar muito nisto,mas a verdade é que não me saí da cabeça. Tu tentas ajudar a que isso não aconteça, a que eu nem me lembre de ti...mas é mais forte do que eu. Vou afastar-me ...vou ficar quieta no meu canto...

Nenhum comentário: