Seguidores

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

calma....preciso...

Calma precisa-se, mas não sei onde encontrar....calma para poder sorrir quando só tenho vontade de chorar...calma para ser eu , mas eu a tal que tem carapaça e sabe fingir que esta tudo bem...calma...calma quando só ha desespero...quando tudo esta negro e tentas pintar de cores alegres, quando não queres que nem a tua sombra saiba o que sente teu coração... Calma, sorrisos, força..onde se vende??? Não sei. Mas preciso urgentemente,tenho um nó no peito que quase me impede de respirar... Uma vontade louca de te dizer tanta coisa,mas fico calada, tento sorrir para te dizer esta tudo bem... Esta tudo bem de verdade, se tirar o esta mal. O saber que num amanhã, mais ou menos longo vou perder pessoas de quem gosto, O ter plena consciência que nada sou na vida de quem amo. Que apesar de todo o seu carinho, dado de uma maneira subtil, descreta , me quer fazer sentir bem, me quer saber feliz... sei e agradeço... Mas para mim não chega, eu preciso de me saber querida , eu preciso de lhe dizer olhos nos olhos te amo...mas não o faço...ele não o faz assim tenho este nó na garganta, este frio na alma...nunca tive problemas em expor os meus sentimentos, falar o que me vai na alma...mas deste jeito não, seria demasiado humilhante. É verdade que sempre nesta época tudo se complica, a nivel emocional, me leva ao tempo em que para mim o natal era algo que eu pensava jamais deixar de ter interesse, era a alegria de estar com pais e avós e restante família, nunca houve luxos nessa epoca, mas havia amor de sobra entre todos...era a festa genuina só por estar tudo junto... Era uma festa o passeio das primas a mata...ali mesmo ao lado da casa da avó...a brincadeira, sã alegre que só as crianças sabem ter... A consoado com a minha avó a passar a meia noite a fazer os fritos de natal, era quase um ritual, ir a missa do galo, chegar a casa, ver na arvoré de natal os presentes,mas era hora de dormir, eles não iriam fugir, ao alvoreçer do novo dia , dia de Natal era ver os primos todos fazerem a festa... Eu tinha sempre uma bonequinha que eu achava a mais linda do mundo feito pelas maõs da minha mãe, feita cam tanto carinho...como eu adorava poder este Natal poder voltar a receber a tal boneca feita com todo o amor que só a mãe sabe dar... Era a festa....nem nos lembravamos de comer tal o entusiasmo.. Meu avô matava o porco, galinhas perus , e claro o bacalhau.. mas de que tenho mais saudades além do convivio com pessoas que a vida me foi levando, e são tantas...é da bonequinha da mãe...simples linda como ela...minha mãe,meu pai, todos estejam onde estiverem feliz Natal... Este ano mãe vou voltar a fazer a arvore e o presepio, tinhas razão as crianças merecem, teus netos hoje são homens ,alguns já são pais,mas para ti seram sempre os teus meninos, este ano temos dois amores novos , Lara e Bruce se puderes auda-nos a tomr conta deles com a sabedoria que só os pais tem... . ..

Um comentário:

Diamantino disse...

Tem calma, agora que tens o coração mais preenchido.
Bj.