Pular para o conteúdo principal

Bom dia vida!!!!!

Bom dia! vida, bom dia tempo... Tempo que tenho livre demais para pensar em quem não devo, nem se recorda que existo. Bom dia Mundo ainda que seja só o meu mundo. Um mundo pequenino onde cabes tu, e todos que eu amo..um mundo feito de pequenos nadas ...um mundo feito de sonhos,alguns pesadelos...mas, tudo isso faz parte do meu mundo..desta Maria inacabada,porque nunca pode viver como todas as outras Marias da sua idade... Porque quiseram que eu vivesse,à imagem deles e não do que eu queria..não naquilo que seria a minha essência, o meu eu de verdade... Nunca pude ter amigas e amigos da minha idade, não me deixaram...tudo me era vedado, o tempo foi passando cresci, foi mãe, mas onde esta a mulher? onde ficou ela? nem eu sei.. Hoje a mulher voltou em forma de revolta, em forma de falta de tudo, que faz a vida de uma mulher... Vivi muitos anos adormecida, esquecida de mim...Acordei ou acordaram-me não sei dizer ao certo, não quero culpar nada nem ninguém.. O certo é que me sinto faminta de carinho, de cumplicidade,de ser algo para alguém que o fosse igual para mim, mas...porque tem de haver sempre um mas na minha vida? Tenho medo, de me entregar ao amor, tenho muito medo...de voltar a ficar sozinho seria duro demais.. Hoje eu reparo que as relações na maioria são interesses, eu nada tenho, nada sou... além desta mulher que sonha desabafa e vive escondida dela mesma,onde se mostra aqui porque aqui ninguém vem ler o que escrevi, porque aqui sou só eu e as minhas frustrações, aqui sou só eu, comigo mesma neste monologo em que o meu eu consciente conversa contigo meu eu inconsciente, mas me mostra o caminho que devo traçar ou melhor tentar traçar... Penso que nunca vou atrair o amor...não o sei fazer..vivo dentro desta concha que se chama casa,sozinha comigo mesma... virei criança sonho com o que gostaria de ter sido a minha vida e nunca foi, com um amor que não tive descubro que nunca foi nada para ninguém....além dos meus filhos... Eles são muito para mim, são o tudo que sinto me amou e ama de verdade, mas não impede uma lacuna...um vazio na minha vida...me impede de me sentir mulher, sou apenas mãe...e agora avó que quero tentar ser de verdade,mas nem isso sei se saberei pois perante eles fico extasiada, parada com uma emoção que não sei transmitire fecho-me vivo só para mim essa emoção...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe , filha

Mãe!!!
O teu dia vem ai
embora todos os dias,
seja o dia, dos teus dias...
para acariciar, sorrir , amar...
teus bebes....
Neles te revês e cuidas,
desde o acordar ao dormir,
neles , entregas teu dia...
sorriso bonito, emoldura teu rosto
quando se olham nos olhos,
quando teu marido abraça,
beija e brinca com os pedacinhos dos dois
ali, bem a tua frente...
esta um pedacinho de gente.
que dá luz , dá alegria, da força
para vencer  o dia a dia...
Mãe!
Palavra mágica,
que faz vencer, nos dá coragem
são só três letras
juntas com outra que igual tem
apenas 3 , Pai,
Dupla perfeita que faz regaço
num longo abraço
e já são 4 amores eternos
são pais e filhos
no coração, Mãe,
mulher guerreira, tem dentro dela
força e coragem
para dar alento, aos 3 amores....
são sua vida,
 Mãe
também tu és a vida deles
no amor ternura, forte e profundo
do Dady , nos bebes,
mãe também és filha
que duas mães, amam e querem
Mãe obrigado por seres quem ês LR

O tempo

O Tempo vai passando....
leva e traz pedacinhos, momentos vividos em algum lugar.
coisas que ficaram gravadas na mente , no coração de quem viveu...vive e sente....
Assim de repente, o mundo se agita, tudo toma cor.
Só porque encontramos pedaços, escritos, tlvez vividos, por alguém a quem nunca deixamos de amar.
A vida é assim.
Algures noutra galaxia, tal a imensidão da distancia que vamos ficando uns dos outros...um do outro.
Agora , ao entrar no teu tempo, recordo o meu tempo....o nosso tempo.
Tão curto e tão belo...para quem o sentiu, será sempre enexquecivel.
Pois quando se ama é para toda a vida.LR

era uma vez

Há imensas historias que começam era uma vez. Reais que retratam factos verídicos, outras nem tanto.
Esta historia poderia ser uma mistura de realidade e ficção, porque nem sempre é fácil reconhecer que erramos, vamos levando a vida a pensar mais nos outros que em nós. Não por ser boa ou má, só por covardia, por medo de magoar quem um dia demos vida, deveria ter a coragem de esquecer a outra parte de mim.
Uma vez parece que se ainda se consegue, é tão doce o abraço de um filho, sem duvida que é, só que embora importante não nos completa por inteiro.
Nos momentos de maior solidão, falta a mão que segura a tua, sem palavras, só um doce apertar que te diz estou aqui, não estás só, isso não tem dinheiro que pague, só que o abraço de um filho também não, ai vem a duvida terei direito a ir viver minha vida, e magoar os outros?
Fica aqui num cantinho da tua cabeça, e parece matraca insistente na pergunta, sem dares conta continuas dia após dia na mesma duvida, os dias deram lu…