Seguidores

domingo, 23 de dezembro de 2012

achei lindo, não resisti em vos mostrar, quem sabe possa ajudar a entender um pouco a alma humana.... "Eu vou sempre acreditar: Que amanhã será diferente; Que a gente pode mudar; Que a esperança nos alimenta; Que a fé faz o impossível; Que o riso cura a alma; Que a amizade nos faz bem; Que o amor é o melhor antídoto contra o ódio; Eu vou sempre esperar: A mudança no coração do homem. Alguns sonhos acontecerem; A generosidade da humanidade; O fim das injustiças sociais. Eu vou precisar: De uma coragem maior; Do abraço das pessoas; De corações mais ternos; De amor, grande, pequeno, bonito, forte, quente, paciente." (Ita Portugal) Arte - Sergej Samsonov

sábado, 22 de dezembro de 2012

quase Natal

Estamos bem perto do Natal...para uns dias de festa ,outros nem sei bem dizer de que são estes dias... Onde mora o meu entusiasmo? o meu querer ? não sei.. Nem sei se quero alguma coisa... Das coisa, pessoas que eu tenho dos "amigos " que eu tenho ninguém me entende ou me conhece.. sou demasiado fechada em mim.. Todos são importantes para mim, todos tem o seu lugar... mas e eu... que lugar terei nesses corações? não sei. sou carente reconheço..preciso de ti, da tua mão amiga que não tenho. Do teu " tonta" . Mas já se foi. Hoje só precisava de ouvir dizer-te , gosto de ti, és importante para mim...mas claro que isto é apenas o meu eu a divagar com o meu eu exterior. Nada mais. Há coisas que não falamos, porque achamos que se forem sentidas por alguém elas surgem , fluiem naturalmente, não esta a venda, sem necessidade de lembrar . Não quero presentes de coisa nenhuma, só preciso do que me faz falta, mas isso não esta a venda... Infelizmente sou muito emoção, pouca razão, a razão ou alguém com ideias de razão acabou, de me marcar me fazer ainda mais desconfiada, hoje reconheço que em muitas situações eu acredito mas não confio, o que me tira a fé, a possibilidade de acreditar e ser feliz. Quando dizem gosto de ti,eu acredito mas não confio... Claro que tenho amigos/as em quem confio de coração......

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Depois desta espera, deste desespero, a Ava voltou para casa... Meio zangado, parecia que me estava acusar, que a culpa era minha. que foi eu que a deixei ser "criança" e fazer o que não devia.... Os animais são bem mais senciveis que os humanos... Ela nem ao dono ligou.parecia que me acusava, do que sofreu... Mas agora esta aqui , esta tudo bem quando acaba em bem...é o caso agora...

domingo, 16 de dezembro de 2012

O tempo, sempre este senhor que tudo pode...tudo faz mas nós simples mortais por vezes não entendemos... Eu não entendo, embora tente... Estou serena, enfrentando tudo que a vida tem para mim, posso até agora não entender , mas deve ser o que me convém..sem eu saber.... Sonhei tanta coisa, programei tanta coisa, nada deu certo, nada era o que me fazia falta, ás vezes queremos coisas que não são para nós...por tantas razões,as pessoas, os amigos , eu comparo aos sapatos, tem de ser o numero certo, de contrario ou caem ou magoam, os amigos os amores tem de ser assim... Tive um amor que, acreditei ser tudo de bom que a vida tinha para mim...enganei-me...doeu...mesmo, anos passados tenho um amigo, que ia jurar era a medida certa, era a minha meia laranja...Engano meu... Agora? não quero sofrer mais, não quero amigos que me possam magoar...mas não vou parar de viver, viver é tudo que de bom a vida nos dá,vou aproveitar a cada minuto da minha vida. Com amigos /as trocar experiências,rir brincar, ser amiga do meu amigo sem esperar nada de nada, sem me dar, ser mais eu, esquecer os outros,até ter a certeza que realmente as coisas são o que são e não o que dizem que são... Para isso tenho 2 heróis Lára e Bruce, neles vou buscar tudo que de bom ainda existe em mim, naqueles rostinhos angelicais , enchem minha alma...minha vida ... O Tempo, este senhor que tudo faz, vai fazer de tudo para me ensinar a aceitar tudo que a vida nos reserva... Ano Novo...vida nova...ainda que por pouco tempo, ainda que nada sejas além de meu amigo, hoje e sempre ...que o ano venha repleto de coisas boas, positivas..AMO-TE VIDA Obrigado Sr Tempo...

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Saudades...

Sinto de pessoas , coisas, lugares que foram passando em minha vida...Do que perdi, do que me perdeu..que soube sempre que ia perder um dia porque quando perdemos alguém ou alguma coisa só perdemos porque nunca foi nosso de verdade.. Mas hoje bateu saudade de ti..de mim...do que queria ou poderia ter sido e não foi... Quase 23 anos...tanto tempo...tempo que me fez crescer que me fez mulher...a mulher que tu nunca quiseste que eu fosse..a mulher que nunca me deste a possibilidade de ser. Hoje passados 23 anos, ou quase ja tomei consciência de que afinal nunca fomos felizes de verdade, vivia mos numa bolha, que era o nosso mundo , ou talvez o mundo que inventaste para mim, sempre me chamas-te "miuda" sempre me viste assim... Aos teus olhos embora tua mulher , nunca foi mulher, mas sempre "miúda"... já sofri por causa disso,hoje, não sei se te agradeça ou recrimine, mas eu também errei muito, não foste só tu... Errei quando me fiz de cega, quando me fiz de surda,aos sinais que a vida me dava, eu ignorava, tu era mais importante, tu eras a minha vida, só mais tarde percebi que há santos com pés de barro, que há pessoas muito más. Mas que tu amavas,que só gostam de machucar os outros sem respeito sequer pelo local onde se possa estar...tudo já passou... se soubesses a falta que apesar dos pesares me fazes...se soubesses...sinto falta da cumplicidade , da troca de olhares e saber o que o outro queria, da tua mão de amigo, pois tu foste durante anos a pessoa que daria tudo pela tua vida, se era amor? não sei...mas, era sobretudo de muito respeito, ternura, de uma amizade sem limites..não há maior e melhor amor que o da amizade... Sabes sinto falta, da minha outra asa, que como sabes só a tive muito pouco tempo, quase nulo, sinto falta de viver tudo que a vida me negou..que tu me negas-te... Estarás sempre dentro de mim, das minhas lembranças, como o meu maior amigo, meu companheiro, o pai melhor que os nossos filhos poderiam ter tido...o homem que durante anos amei,estejas onde estiveres terás sempre a minha amizade mais sincera. Obrigado pelos filhos maravilhosos que me deste

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

12/12/12

!2.12.69....12.12 12... quantos anos separam as duas datas?....pois é..os mesmos em que deixei de ser Almeida, para ficar Rodrigues, quantas mudanças, lágrimas.. sorrisos, só para vos ter aos 3 tudo valeu a pena, faria tudo de novo...obrigado. hoje além de 3, tenho mais 5 obrigado a todos por existirem e me darem o vosso carinho incondicional sempre, amo-vos a todos. Esta é a verdade mais bonita da minha vida... Se foi feliz? que importância tem?...nenhuma. Sempre me disseram que o que não nos mata nos fortalece... será verdade? não sei. Mas..nesta confusão que foi durante anos a fio a minha vida, neste querer e nada ter, neste querer ser e não ser nada.. Nesta vontade controlada de muitas vezes querer chorar.. e, sorria para fora porque dentro de mim chorava. Duma coisa tenho a certeza, valeu a pena, faria tudo de novo pelos meus amados filhos eu faria tudo na vida para os ver bem, para ter aqueles abraços sentidos sinceros... É neles que retempero forças para as lutas da vida e tenho tido tantas... Mas quem as não tem? Uns de uma maneira outros de outras,Uma das que mais me tem doído é perder um amigo que iria jurar era para toda a vida , afinal isso também não era real... A minha caminhada de vida tem tido algumas miragens, mas tem coisas que me fazem milionária, porque apesar de ter de andar a contar os cêntimos como afinal metade dos Portugueses, mas para mim ser rico é quando temos algo que por nada do mundo trocava mos por alguém ou alguma coisa, isso eu tenho e amo. Um dia vou ter a minha asa para juntos podermos voar, sem no entanto deixar aqueles que amo, será só mais alguém que vou amar e muito ai serei feliz

sábado, 8 de dezembro de 2012

um dia diferente

Ha dias assim...dias em que ficamos felizes por nada ou por muita coisa depende do que vai dentro de nós... O dia começou cheio de neblina , mas de repente o sol descobriu, aqueceu , fez vida dentro de mim, de ti, de todos os que sabemos que nos amam, de todos que temos amores sejam eles quem forem.... Eu tenho 3 grandes amores, ou melhor agora 6 pelo menos, cada um ocupa uma parte de mim , todos fazem o meu todo , mas tu...tu tens um lugar muito especial, tu és quem me faz sorrir quando meu coração chora....tu és o meu dia de sol... Tu és quem me faz achar tudo lindo, quem me alegra, me abraça me faz sentir unica apesar de ser nada... O amor da amizade é o melhor do mundo...é esse amor que nos une...é um amor que não nos faz sentir ciumes, inseguranças, porque sabemos que nos amamos com um amor sem cobranças...somos apenas amigos, mas há em nós um amor tão puro tão jenuino que me deixa super feliz... Nunca nos esquecemos,o teu bom dia! a tua boa noite preenche a minha vida a nossa amizade o amor da minha gente me deixa super feliz.. Aquele amo-te mãe dito pelos meus filhos é tudo que mais quero... Tu dizeres mostrares que é sincero ( vives aqui da parte de dento do meu peito) me enche de felicidade.... Tenho medo de acordar, de me desiludir, mas eu confio em todos, como sei que todos confiam em mim... e este acreditar, no mais honesto que há em mim... Acredito e confio com todo o meu ser, acreditar mais confiar é igual a fé e quando se ama com este conjunto de coisas, é para toda a vida.. Não há duvidas, nem meios amores, ama-se e pronto..Eu amo-te vida , filhos e amigos amo-vos mas tu sabes ...que te ao muito Hoje é um dia apesar de tudo particularmente dificíl,pelas razões que quem é mãe e perdeu um filho entende... Pois é, faz hoje anos, dia da mãe nos meus tempos de menina que eu perdi a minha filha, faz anos que uma dor sem limites me tocou para sempre.. Monia Soraia de seu nome faria hoje 40 anos, quarenta anos em que nunca foi esquecida, 40 anos que tenho um anjinho a velar por mim, 40 anos de saudade imensa..Mas apesar desta data ser de dor...também foi de muito amor...era o dia da mãe, dia em que minha mãe era mais minha, eu a sentia mais minha....

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Bom dia vida!!!!!

Bom dia! vida, bom dia tempo... Tempo que tenho livre demais para pensar em quem não devo, nem se recorda que existo. Bom dia Mundo ainda que seja só o meu mundo. Um mundo pequenino onde cabes tu, e todos que eu amo..um mundo feito de pequenos nadas ...um mundo feito de sonhos,alguns pesadelos...mas, tudo isso faz parte do meu mundo..desta Maria inacabada,porque nunca pode viver como todas as outras Marias da sua idade... Porque quiseram que eu vivesse,à imagem deles e não do que eu queria..não naquilo que seria a minha essência, o meu eu de verdade... Nunca pude ter amigas e amigos da minha idade, não me deixaram...tudo me era vedado, o tempo foi passando cresci, foi mãe, mas onde esta a mulher? onde ficou ela? nem eu sei.. Hoje a mulher voltou em forma de revolta, em forma de falta de tudo, que faz a vida de uma mulher... Vivi muitos anos adormecida, esquecida de mim...Acordei ou acordaram-me não sei dizer ao certo, não quero culpar nada nem ninguém.. O certo é que me sinto faminta de carinho, de cumplicidade,de ser algo para alguém que o fosse igual para mim, mas...porque tem de haver sempre um mas na minha vida? Tenho medo, de me entregar ao amor, tenho muito medo...de voltar a ficar sozinho seria duro demais.. Hoje eu reparo que as relações na maioria são interesses, eu nada tenho, nada sou... além desta mulher que sonha desabafa e vive escondida dela mesma,onde se mostra aqui porque aqui ninguém vem ler o que escrevi, porque aqui sou só eu e as minhas frustrações, aqui sou só eu, comigo mesma neste monologo em que o meu eu consciente conversa contigo meu eu inconsciente, mas me mostra o caminho que devo traçar ou melhor tentar traçar... Penso que nunca vou atrair o amor...não o sei fazer..vivo dentro desta concha que se chama casa,sozinha comigo mesma... virei criança sonho com o que gostaria de ter sido a minha vida e nunca foi, com um amor que não tive descubro que nunca foi nada para ninguém....além dos meus filhos... Eles são muito para mim, são o tudo que sinto me amou e ama de verdade, mas não impede uma lacuna...um vazio na minha vida...me impede de me sentir mulher, sou apenas mãe...e agora avó que quero tentar ser de verdade,mas nem isso sei se saberei pois perante eles fico extasiada, parada com uma emoção que não sei transmitire fecho-me vivo só para mim essa emoção...

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Nesta chuva que bate forte na vidraça, me leva a outro dia de chuva, um dia que ficou para sempre gravado dentro de mim...mas não quero falar nesse dia...só eu me lembro dele( do dia) já não há mais ninguém para quem ele tivesse tido significada... Hoje parece que a minha tristeza é mais minha mais profunda... Mas quero ver a vida de modo diferente e não consigo. Queria poder ajudar-te e não tenho a menor hipoteses...queria tanta coisa..queria não quero. Mas de nada faz faz eu querer se a vida não quiser... Ela não quer... Levei a noite contigo na cabeça e no coração... queria poder ter resolvido o problema, mas não sou capaz... Amigo é para isso ajudar a resolver problemas de quem se é amigo, mas tu resolves o problema desses dois e nem se lembram que tu também precisas de ajuda, lamentavelmente há pessoas que só se lembram delas, só reparam no seu umbigo... Acorda amigo, acorda, têm-te feito tantas...não deixes que te façam mais, que te façam de tapete... Tu podes precisar deles mas eles precisam mais de ti. Amizade é uma partilha, amizade é muito mais que digam sou tua amiga...isso não é nada Esse casal não entende tudo o que tens feito por eles...mas mesmo assim tu gostas...a mim doí saber que sofres desta maneira sem eu poder fazer nada... Cada dia que passa mais me arrependo de ter deixado de conduzir, pois se assim não fosse outro galo cantava nesse poleiro. Já tinha ido ai ajudar a resolver parte do problema, porque só tu o podes resolver na totalidade. Como eu queria poder ajudar mas não posso. Posso só deixar-te aqui o meu apoio a minha amizade sincera, dar-te a certeza que estejas onde estiveres tens aqui um AMIGA para tudo que eu possa...

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

calma....preciso...

Calma precisa-se, mas não sei onde encontrar....calma para poder sorrir quando só tenho vontade de chorar...calma para ser eu , mas eu a tal que tem carapaça e sabe fingir que esta tudo bem...calma...calma quando só ha desespero...quando tudo esta negro e tentas pintar de cores alegres, quando não queres que nem a tua sombra saiba o que sente teu coração... Calma, sorrisos, força..onde se vende??? Não sei. Mas preciso urgentemente,tenho um nó no peito que quase me impede de respirar... Uma vontade louca de te dizer tanta coisa,mas fico calada, tento sorrir para te dizer esta tudo bem... Esta tudo bem de verdade, se tirar o esta mal. O saber que num amanhã, mais ou menos longo vou perder pessoas de quem gosto, O ter plena consciência que nada sou na vida de quem amo. Que apesar de todo o seu carinho, dado de uma maneira subtil, descreta , me quer fazer sentir bem, me quer saber feliz... sei e agradeço... Mas para mim não chega, eu preciso de me saber querida , eu preciso de lhe dizer olhos nos olhos te amo...mas não o faço...ele não o faz assim tenho este nó na garganta, este frio na alma...nunca tive problemas em expor os meus sentimentos, falar o que me vai na alma...mas deste jeito não, seria demasiado humilhante. É verdade que sempre nesta época tudo se complica, a nivel emocional, me leva ao tempo em que para mim o natal era algo que eu pensava jamais deixar de ter interesse, era a alegria de estar com pais e avós e restante família, nunca houve luxos nessa epoca, mas havia amor de sobra entre todos...era a festa genuina só por estar tudo junto... Era uma festa o passeio das primas a mata...ali mesmo ao lado da casa da avó...a brincadeira, sã alegre que só as crianças sabem ter... A consoado com a minha avó a passar a meia noite a fazer os fritos de natal, era quase um ritual, ir a missa do galo, chegar a casa, ver na arvoré de natal os presentes,mas era hora de dormir, eles não iriam fugir, ao alvoreçer do novo dia , dia de Natal era ver os primos todos fazerem a festa... Eu tinha sempre uma bonequinha que eu achava a mais linda do mundo feito pelas maõs da minha mãe, feita cam tanto carinho...como eu adorava poder este Natal poder voltar a receber a tal boneca feita com todo o amor que só a mãe sabe dar... Era a festa....nem nos lembravamos de comer tal o entusiasmo.. Meu avô matava o porco, galinhas perus , e claro o bacalhau.. mas de que tenho mais saudades além do convivio com pessoas que a vida me foi levando, e são tantas...é da bonequinha da mãe...simples linda como ela...minha mãe,meu pai, todos estejam onde estiverem feliz Natal... Este ano mãe vou voltar a fazer a arvore e o presepio, tinhas razão as crianças merecem, teus netos hoje são homens ,alguns já são pais,mas para ti seram sempre os teus meninos, este ano temos dois amores novos , Lara e Bruce se puderes auda-nos a tomr conta deles com a sabedoria que só os pais tem... . ..

os dois amores da minha vida

< O homem e a mulher da minha vida, Ele calmo sereno... Ela zangada... os meus amores...

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O dia esta a findar...um dia igual a tantos outros, ou talvez não, não sei dizer ao certo... Aos poucos vou aprendendo a ver que afinal há muita gente como eu, com vidas inacabadas porque algo falhou, algo que não saberia dizer o quê, pessoas boas , mas que a vida tornou mais desconfiados de tudo e todos... Ainda felizmente, a minha confiança nas pessoas não foi assim tão afectada, penso eu, ainda sei confiar, se não me derem motivos serios para duvidar, ainda saberia estender os braços para aquele abraço sincero, ainda saberia... Mas, vejo que à pessoas boas, mas que a vida por algum motivo que desconheço as fez desconfiadas.. Outras, para quem a vida se tornou um calvario... se culpam de tudo que acontesse a sua volta, sem na verdade, terem culpa de coisa alguma, sentem-se impotentes para ajudar a resolver os problemas de quem amam,eu assisto a tudo sem poder fazer seja o que for para ajudar, não tenho essa possibilidade...essa capacidade... Fico aqui, caladinha só observando o que vai a minha volta, a volta do mundo. Queria estender as maõs e dizer tenham calma, a vida é o reflexo do que sentimos, acho que muito parecida como quando se chega ao alto de uma serra e gritas, passados breves segundos, como por magia ouves o teu proprio grito..queria poder dizer calma, vamos sorrir a vida, confiar em tudo do universo amanhã é outro dia... Mas também conheço pessoas maravilhosas cheias de força de vida, onde aprendo, onde vou beber água de vida,onde o sorriso essa arma maravilhosa que tudo faz tudo ilumina, faz tão bem a quem recebe, não custa nada a quem o dá,mas...cuidado que ele seja sincero e cheio da vontade propria que só a amizade sabe dar...
Olho através da janela, não de casa…mas das minhas memorias mais escondidas, talvez até esquecidas… Olho revejo o bom e o menos bom da minha vida ,da vida que vivi ou destruí…não sei. Tento ver para além de mim, para além da vida que não escolhi mas onde me vi como por magia da própria vida… Momentos bons? sim tive muitos, momentos únicos na vida de uma mulher que se tornou mãe por exemplo e por isso tudo valeu a pena…mãe…sim valeu por isso… Mas a mulher, que sonha querer ter sua vida, seu amor ? que foi feito dessa mulher? Que mulher foi eu? Quem foi culpado…será que houve algum culpado?....não sei. O tempo foi passando, a vida fluindo com horas boas …horas menos boas toda juntas fizeram a minha vida…que hoje vista a distancia dos anos que já lá vão. Deixam um amargo na boca… Uma vontade de viver de aproveitar os últimos anos que me restam…mas como? Já passou tanto tempo que deixou em mim um medo de não saber fazer a felicidade de alguém.tudo este quebra cabeças me quebra o coração também.. Esta lacuna em minha vida, me deixa sem vontade ,sem jeito…quero e tenho medo, medo de não saber de estar enganada e confundir tudo o que sonho e quero… Queria poder viver o que nunca vivi, quero poder confiar e saber que quem eu amar se amar alguma vez, me quer do mesmo jeito, que a vida dum seja o complemento da vida do outro que ele seja o que faz falta em mim. eu seja o que lhe fazia falta a ele, sem receios, mas com plena confiança com a cumplicidade, ternura companheirismo que só quem ama sente… Vivi anos com essa ilusão, com a ilusão que era assim na minha vida, o acordar para a realidade destroçou-me, tornou-me incapaz para acreditar…. Passados todos estes anos, fez me querer sonhar, querer voltar a viver embora tenha duvidas que ainda sei viver, uma vida a dois vamos esperar para ver e aprender…

domingo, 2 de dezembro de 2012

Mais um Domingo. Todos que aqui vem e costumam ler sabem que sabado e Domingo são os dias que menos gosto da semana, por nada de especial....ou talvez porque é nesses dias que a minha cabeça, me mostra mais o que quero esquecer e não consigo. Me vem dizer o quanto doí afalta da minha asa...essa asa que nos faz voar...nos ensina a partilhar... Para quê negar? para quê mentir ati e a mim mesma? Não tenho por habito de o fazer, não o farei agora... Sempre assumi os meus actos sempre chamei as coisas,sentimentos pelos nomes, não vou deixar de o fazer agora. A solidão doí, não a solidão porque não esta mais ninguém ao nosso lado, não...essa não me incomoda. O que doí é olhar para tras, saber que fizes-te tudo por todos..saber que embora talvez sem saberes expressares bem os teus sentimentos eles existem estão cá tão ou mais intensos que alguns que te sorriem, te bajulão, que são só simpatias...Tu não és assim mas sentes...sentes a falta de um sorriso, de um olhar mais cumplice...mais terno. Sentes a falta de ouvir( gosto de ti) amo-te. Tu.. amas-te, amas sem saber fazer disso um baluarte, em vez de gritar ficas calada entre expectativa.. medo do que possa vir por ai...Medo que não venha nada...medo que nem te lembres que existo... Tua boca fica calada...teus olhos fogem de se cruzar com os olhos de alguém que possa adivinhar, não?..ler neles o que guardas dentro de ti... Que importa estar sozinha se soubesse que estava dentro, do coração que faz o meu bater...mas não sei..também tenho sede e fome de carinho.. Sonho com o dia em que me diras hipoteticamente, vem ou vou, mas nada disto deve acontecer...tu nem sabes que existo, tu nem te dás conta que a amiga também é mulher.. que te ama, como nunca amou na vida...tu não deste por isso, talvez nunva o saibas, mas eu sei que jamais vais sair de dentro desta coisa que se chama peito..coração ...e que tão feliz nos pode transformar...como a mais infeliz criatura apenas porque tu nem dás por ela... Estejas onde estiveres, fiques onde ficares que q vida sempre te sorria...sempre..mas se por ironia do destino não for bem assim. Não te esqueças nunca estou aqui agora e sempre..como te disse mais de uma vez é nos momentos menos bons que se conhecem os amigos...