Seguidores

quarta-feira, 28 de novembro de 2012



Hoje voltei a sentir necessidade de falar "calada," falar "contigo",
amigo silencioso que me escuta sem criticas nem enfado, falar apenas companheiro, de tantas horas, boas e más, tanto faz.
São horas em tudo te contei... tudo te disse.
Hoje... só mesmo a necessidade de falar, reatar horas vividas, apenas entre estes dois mundos.
Tão frágeis, mas tão intensos:
O que todos vêem todos conhecem, 
falam, outro....
nem eu conheço bem, mas sei que é também eu.
Falamos com sempre jogando com as palavras, que não procuro, são as que me saem ...
me tranquilizar, que me dão maturidade para poder sorrir, para poder calar.
Saber confiar no amanhã, para também eu olhar os liríos do campo... ouvir os pássaros cantar.. sentir.me pequenina, e a um só tempo feliz.
A vida não me deve nada, tudo me "empresta", eu tenho de agradecer a Deus por isso.
Pois como todos sabemos nada é nosso de verdade, apenas nos empresta para cuidar , amar e fazer crescer...
Agradeço tudo o que tenho , o que gostaria de ter...mas nunca perco a esperança, pois sei que um dia quando o universo achar por bem eu terei o que tanto amo e espero...O Sr. Tempo sabe bem melhor que eu, não o que quero mas o que preciso...eu preciso de ti...porque te amo...

Nenhum comentário: