Seguidores

domingo, 11 de novembro de 2012

Era uma vez....
assim começavam as historias que ouvia em criança... ainda hoje recordo com uma saudade doce...
dessas saudades que nos fazem sorrir, dá vontade poder voltar lá de novo para ter os beijos, os afagos da minha mãe...
Agora o meu era uma vez é outro...vai levar-me nem sempre para lugares que me sinto bem, com pessoas que amo....tudo muda.
De que vale quer isto...ou...aquilo...a culpa é toda nossa por não saber fazer as escolhas certas, nos caminhos da vida.
Queria saber escolher mas errei...tomei a estrada errada... não veio dar ao oásis, mas a lugar inóspito, aquele lugar onde nada é como ambicionamos..
Coração rebelde só gosta de quem não deve, e o meu era uma vez, não tem Príncepe nem Princesa.
Tem homem e mulher, sente grande de tamanho mas pequena de valor humano.
Ele não sabendo que as suas atitudes iriam ferir , magoar no mais fundo que temos o nosso amor próprio, o nosso ser. Ou até sabendo nada se importa.
ela idiota, incrédula , esqueceu que nem tudo que brilha tem valor, valor moral pelo menos. e foi no embalo da conversa...idiota....
Agora o meu era uma vez, soa-me a falcete não tem encanto, não tem a magia de sonho , nem de amor...ficou foi uma vez
Um amor que de bom nada deixou, só uma raiva , uma vontade de poder apagar, poder sentir que não foi real foi pesadelo ,que mais logo vai acender a luz do quarto,ver que foi só pesadelo, nada mais....na vida nada acontece por acaso ainda um dia ela vai compreender porque teve de viver tudo que viveu e que não a fez feliz...

Nenhum comentário: