Seguidores

domingo, 4 de novembro de 2012


Domingo sem história.
Apenas mais um dia, que passou por mim, nada de novo. Nada.

Apenas o silencio me fez companhia, até a ava estava muito caladinha, deitada junto de mim .Hoje  esta a ser longo. Custa a passar. Sinto a tua falta. Ninguém sente a minha. Penso eu.

Sabes talvez eu ter despertado, não esteja a ser nada de bom Sou, sempre foi uma pessoa muito carente, que ama mimar e ser mimada, mas…só eu mimo…só tenho o cuidado de me mostrar como sou para o bem e para o mal…Tenho tantas saudades do teu (amor) pode ser lamecha, pode mas sinto.

Vou aprender a ser assim fria, indiferente…mas não sei se algum dia …não sei.

 Só quando estou fora de mim consigo fazer isso, mas me arrependo logo por ter magoado, mas para magoar é porque estou muito magoada com a pessoa.

Vou mudar, sair de dentro de mim, e namora, Com quem que importa? Se quem eu amo nem se lembra que existo que se lixe.

O facto de ter alguém para quem falar, aquém dar e receber mimo pode ser que a empatia chegue, o amor também

Nenhum comentário: