Seguidores

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Da mulher que eu foi pouco resta...
Não se é bom ..ou menos bom.....
Sinto em mim  uma nova mulher a nascer, para a vida,a voltar a ter força para enfrentar o futuro.
Não sei se é mulher ou simplesmente avó, mas sei que ela esta a nascer entro de mim tal fénix  a renascer das cinzas de mim.
As coisas que antes me faziam sofrer hoje fazem-me sorrir...perdi porque nunca foi meu...
O que é meu ainda que emprestado, pois nada do que temos é nosso nem os filhos e netos, a vida empresta para os fazer exercitar o que de bom pode haver dentro de nós...para amar e tentar ensinar a amar também.. mas sobre tudo a respeitar a vida, a natureza, o próprio amor.
Não vou ser hipócrita , dizer que deixei desejar ter uma asa para comigo acabar os meus dias, não . Não deixei....
Sem pressões , sem sonhos, sem querer o que não é nem nunca foi meu...Mas com a esperança que um dia aconteça se acontecer, estou receptiva, e cheia de coragem para assumir.
Será o que tiver de ser, nada mais..se não acontecer? é porque não tinha de ser....vamos adiante...
Tenho dois seres pequeninos a quem vou dar todo o amor e ternura que tenho em mim, a Lara e o Bruce, que mais posso pedir a vida?
Só que os proteja, os ajude a ser sempre humildes. de vontade mas fortes, honestos de carácter, que amem  respeitem os pais para que todos juntos possam ser sempre muitos felizes.
A minha vida hoje esta nestes dois pedacinhos de gente...
O resto é apenas isso....resto

2 comentários:

Diamantino disse...

E que lindos eles são

armalu,blogspot.com disse...

aqui com menos de 24 horasde vida...