Pular para o conteúdo principal
Hoje:
Me sinto mais triste, mais só.
Sem caminhos que me levem a algum lugar.
Neste mundo, de encontros e desencontros, fica aqui a pensar porque só vem até mim os desencontros?
que faço ou fiz para a vida me dar  tanta coisa que tão bem dispensava?
Não sei. Dizem que colhemos o que semeamos, será que foi assim tão má lavradora da minha vida?
Será que as minhas sementes eram todas sem valor?
Não sei.
Mas sei. Que não sinto isso em mim. Por vezes penso vou alterar tudo o que fiz...Ou tentar mudar o que irei fazer...engano meu...quando estendo as mãos para agarrar o que penso, o que sinto, logo me vem uma voz nem eu sei de onde que me diz.- Calma ai...as coisas não são bem assim.
Quem pensas que és, vai com passos lentos caladinha , mas vai..
ai nasce a indecisão, ou melhor fala mais alto.
Eu, que nada mais quero que é sentir-me amada, sentir que sou pessoa, com todo a que tenho direito, vejo não tenho direito a nada.
Quem eu não quero nem me nota, quem quer falar comigo,eu nem quero ouvir.
Mas nesta insatisfação  levo os meus dias.
Nego-me a continuar alimentar,o carinho que nunca foi meu...nego-me a fazer parte de um harém imaginário. Onde o sultão, se senta junto das suas escolhidas, e ficar a ver , morta de pena, não dos outros mas de mim mesma, por me ter deixado chegar a isto.
Nego-me, a ter uma amizade por pena.
Nego-me,a ser a coitadinha. Não e NÃO.
Vou ser eu , vou mostrar ao mundo e a mim mesma que vou conseguir, ser e ter o que espero a anos. Vou porque quero ir.
Vou porque , sei que sou capaz.
Vou porque não vais ser tu nem ninguém que me deita no chão, mas se deitarem, nunca esqueçam ao contrario de alguns, não sou covarde, me levanto e sigo em frente, cabeça erguida olhar a diante...
Pois lá mais adiante vai estar algo bom a minha espera
Não sou a gata a tua medida, mas sou o cão que quando me desafiam mordo.
Mas mordo olhos nos olhos não de cabeça baixa e traiçoeiramente ....
Não. 
Não sei ser traiçoeira e muito feliz fico por isso...
estou triste mas estou viva....









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O tempo

O Tempo vai passando....
leva e traz pedacinhos, momentos vividos em algum lugar.
coisas que ficaram gravadas na mente , no coração de quem viveu...vive e sente....
Assim de repente, o mundo se agita, tudo toma cor.
Só porque encontramos pedaços, escritos, tlvez vividos, por alguém a quem nunca deixamos de amar.
A vida é assim.
Algures noutra galaxia, tal a imensidão da distancia que vamos ficando uns dos outros...um do outro.
Agora , ao entrar no teu tempo, recordo o meu tempo....o nosso tempo.
Tão curto e tão belo...para quem o sentiu, será sempre enexquecivel.
Pois quando se ama é para toda a vida.LR

era uma vez

Há imensas historias que começam era uma vez. Reais que retratam factos verídicos, outras nem tanto.
Esta historia poderia ser uma mistura de realidade e ficção, porque nem sempre é fácil reconhecer que erramos, vamos levando a vida a pensar mais nos outros que em nós. Não por ser boa ou má, só por covardia, por medo de magoar quem um dia demos vida, deveria ter a coragem de esquecer a outra parte de mim.
Uma vez parece que se ainda se consegue, é tão doce o abraço de um filho, sem duvida que é, só que embora importante não nos completa por inteiro.
Nos momentos de maior solidão, falta a mão que segura a tua, sem palavras, só um doce apertar que te diz estou aqui, não estás só, isso não tem dinheiro que pague, só que o abraço de um filho também não, ai vem a duvida terei direito a ir viver minha vida, e magoar os outros?
Fica aqui num cantinho da tua cabeça, e parece matraca insistente na pergunta, sem dares conta continuas dia após dia na mesma duvida, os dias deram lu…

teu olhar

Aqui me encontro, me perco, sem saber ao certo
o rumo a seguir.
A vida é assim ....há que ter esperança
no dia que vai nascer, em ti também....
ainda não sei o rumo a seguir....
só sei que por mais que  tente tirar-te de mim...
estas colado não sei que fazer quero esquecer
que um dia  vivi um sonho um sonho , só meu...
quero acabar com este querer, este sentir...
recordo o teu rosto, teu olhar gaito
de menino grande....
hoje o tempo passou, só este amor
o tempo não leva.LR.