Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012
Meu refugio , é este meu cantinho...aqui sou eu e tu, nada mais....aqui minha alma fala , grita esvazia a dor a ansiedade, minha alma se despe de tudo e de nada... aqui posso colocar minha alma nua..aqui...só aqui....Sei que talvez não tenhas culpa, sei que .... nada posso fazer em contrario.... Mas com falas tu???? a quem te diriges???? não sei .... Tudo isto me magoa, tudo isto faz doer dentro de mim... não devia eu sei...mas doí....doí muito. Quem me entende? não sei. Mas não quero estar triste , preciso de confiar em ti...preciso de saber...de aprender a confiar pois tudo que passei a tantos anos,vem ao meu espírito, e tenho um anjo e um demónio a segredar aos meus ouvidos... um diz...não sejas tonta confia, acredita vive, e neste quero acreditar. Mas logo de seguida vem outro que me segreda, estas a ser burra esta a tua frente e não vês... esqueço os dois, paro e tento interiorizar, que sentes quando ouves o teu anjo e o diabinho? um dá paz o outro cria a incerteza... Vou ouvir meu co…
Ontem, hoje amanhã talvez, quem sabe... Vou continuar nesta duvida,... mas é diferente é mais doce , estas mais em mim...olho e sinto o vento la fora, brisa fresquinha neste quase final de verão, neste começo de sonho...Quero manter-me calma serena, quero aprender amar-me coisa que nunca fiz, nunca gostei de mim, sempre achei que faça o que eu faço poderia ir mais alem fazer melhor, sempre achei isso.. Agora...agora começo a perceber que afinal não só eu que erro, não sou só eu que falho... Olho o teu sorriso...o teu olhar brilhante e risonho... me dá uma paz...também um medo, não de ti claro, mas de te perder, sei que nada é eterno. Somos apenas amigos, mas muito cúmplices,amigos que percebem quando um ou outro precisa de um afago , ou um ralhe te,amigos são assim... Podem dizer tudo um ao outro, mas não admitem que os outros digam seja o que for do outro, são como irmãos...são um só mas lutas da vida, dividem o bom e o mau, estão sempre ali...tu estas sempre ali... Quero ser gente, q…
As coisas que a vida dá, nem sempre são as que desejaria, acredito... sei e sinto que assim é.Mas as que realmente me fazem falta, que me perturbam que me fazem andar triste, será que seria assim como imagino??? Não sei. Só sei que este vazio, este querer sentir-me amada, desejada como mulher, como ser humano me deixa muitas vezes triste e vazia... Levo a vida para além do sonho...sonho de te ter aqui comigo...poder sorrir ver o teu rosto, sentir o teu beijo pela manhã, sentir o aconchego de um boa noite...não tenho creio mesmo que nunca tive, se tive foram tão poucas que nem lembro. Sinto que estou a passar pela vida sem viver, o que todas as mulheres sonhamos, amar e ser amada como mulher... Como Mãe , sim tenho tudo a que tenho direito, 3 filhos que eu amo,que me amam...esta é a mãe ...e a mulher onde fica????? Perdi longos anos da minha vida vivendo só para os meus filhos desconhecendo, que a vida me iria cobrar o ser mulher... Poderia ter um homem qualquer, mas não quero, quero algu…
Há momentos em que tens de falar, escrever deitar para fora, tudo que queima dentro de ti...embora ninguém te entenda... calas-te porque é dentro de ti que tens de arranjar forças , nem sabes bem para quê... gostares assim de quem nem sabe que existes...dói mas dói de verdade, custa a respirar tal o nó que tens na garganta... fechas-te em ti mesmo...amas e odeias que te tirou do teu cantinho, da tua amiga solidão te mostrou a vida o mundo, depois covarde mente partiu... pois a verdade é que nunca foste nada em sua vida. Há momentos em que a solidão zangada ainda te magoa mais, pois também ela um dia foi trocada, ou mal amada... eu até ao dia da tua partida seja para onde for vou manter a esperança a luzinha pequenina que dá um fiozinho de luz lá bem no fundo do poço... nada mais peço nada mais falo, só tu meu amigo silencioso me entendes ...só tu me abres os braços para que aqui te deixe toda a minha angustia, incerteza ...medos, sim eu tenho medo um medo atroz de te perder...embora …
No tempo sem tempo , que vivemos... vivo um dia atrás do outro sem sequer reparar se a vida vai ou fica por viver... é um passar sem entender...é um querer sem saber o que quero ...se vivo ou vegeto... na angustia de te saber longe de mim...Mas quem és tu??? não sei. Mas...sei estou vazia de mim...de ti...amo-te e te odeio... quero-te não te querendo. Fingindo que nem te sinto nem te vejo, porque o que mais quero era perder-me nas amarras dos teus braços, inebriar-me com o perfume dos teus beijos.. perder-me nas ondas do teu corpo... no sabor de sal e mel ... mas estou aqui, calado apenas deixando meus dedos voar nas teclas do PC com a mesma caricia que o faria no teu corpo...fantasia de amor...deste amor que brota em mim...na recordação dos teus olhos ...que eu adoro...