Seguidores

sexta-feira, 22 de junho de 2012

O TEMPO TUDO MUDA

Hoje o tempo aqui esta um pouco agreste, nem parece verão.
O vento sopra como a querer levar tudo numa dança que só ele sabe fazer.
Mas meu coração esta confortavelmente quentinho, muito aconchegado as lembranças, ao carinho que o teu lhe dá.
Sabes , a vida tem coisas maravilhosas, eu abri mão do que pensava ser muito importante para mim, e era.
Mas  fazia sofrer todos os dias, com as lembranças que eu não queria , mas que me perseguiam.
O tempo, este senhor que tudo faz e tudo resolve, coloco-te no meu caminho.
Assim saído do nada, no momento em que menos contava.
 Foi o vento de bonança que encheu minha vida de carinho, alegria, amizade, cumplicidade...amor.
As vezes quando pensamos que nada temos a fazer , que vamos desistir, a vida mostra-me que afinal a minha vida parece que de certa maneira a vida recomeça.
Em ti querido deposito a minha esperança , quem sabe um dia o meu amor.
É tão doce, tão terno o meu sonho....sim eu agora sonho antes tinha pesadelos...
Tudo tem outras cores, as cores alegres que eu não via, os pássaros cantam sua melodia de verão, as andorinhas aqui dos beirais, fazem o seu vai e vem, e eu fico feliz de poder ver com os olhos que me deste neste meu olhar que a felicidade me oferece...O teu carinho. a tua confiança.
Tu és muito importante na minha vida, uma vida que me deste, posso ser feliz com amigos que guardo dentro dum cantinho do meu coração.
O amor é isto confiança( eu já confiei muito em alguém, tanto que pensava ter ficado amputada , para voltar a confiar, mas não.) carinho, ternura, cumplicidade, enfim eu penso que vejo em ti tudo que em mim falta.
Talvez por isso me sinta tão tua e tão feliz.
Por mais incrível que pareça até os meus ciumes se foram como por encanto.
Tu não permites que os tenha, não com palavras, mas...com atitudes que me mostram, seria uma estupidez sentir-me insegura quando recebo toda a força, como não sou louca, não sinto ciumes de mim mesma.
Tu me amas como eu sou eu te vou amar como tu és  ....

quarta-feira, 20 de junho de 2012

no tempo certo

Adormeci, por pouco tempo.
 Estavas demasiado em mim. Sonhei:
 Sonhei ...  a saudade aumentou, precisava falar-te, te dizer te amo.
Acordei o vazio era mais que muito. Saí da cama. E aqui estou a falar-te.
Quero que saibas, que estas a ficar o melhor que me aconteceu na vida, o poder ouvir a tua voz, sussurrada ao meio da noite... o sentir-te ali tão perto...me emociona ... fico sem palavras.
Tu estas sempre tão presente.
No teu abraço terno me perco,  me encontro.
Para te dizer baixinho perto do teu ouvido te amo meu amor.
Agora as noites são nossas, basta não ter sono e ficamos juntos, falando sussurrando...rindo das coisas mais simples, o teu abraço...o teu beijo...tudo é doce...tudo é lindo.
Afinal os sonhos se realizam, basta querer...basta sentir...basta saber esperar ...tudo vem no tempo certo, no tempo que o tempo marca.
O tempo é a nossa energia, a que emites é a que recebes, a vida me deu a energia certa para me ensinar a ser feliz, sem expectativas de nada, tenho tudo o que sonhei.
Dizem que o sonho comanda a vida, nesse sonho encontrei o que sempre precisei e nunca tive, serenidade, confiança em mim...em ti...porque sei que és só meu, sem ter de te dividir com nada.
 Pois  tudo é nosso.
 Somos do tempo e da vida, dos que amamos e nos amam, porque só amando se vive.
Podemos ter tudo, o tudo que tudo abrange, engano nosso não temos nada, se não tivermos o amor de quem amamos, se formos dois estranhos numa casa, sim sempre teremos uma casa, mas...nunca um lar.
Para nós meu amor quero um lar, sereno , cúmplice, terno,onde vivemos até ao fim como se sempre fosse primavera
 Da nossa felicidade. Te amo.

sábado, 16 de junho de 2012


Palavras

È no vento das palavras, que te encontro, te revejo....ora em vento de tormenta ora em brisa que acalenta, mas é um vento gostoso que me faz pensar em ti.. o querer que aqui estivesses nada tem que não se veja, és meu amigo, meu apoio e veredicto.
Mas mesmo assim eu te quero, meu amigo e meu irmão.
Sonho quem sabe encontrar no teu abraço sentido, o valor da minha vida, dar as mãos fazer ombro com ombro, enfrentar o que ai vem seja vento de tormenta , ou a brisa de bonança. Mas juntos tudo é mais fácil, tudo tem outro sentido, vamos vivendo os dias que ai vem .... tu ai...e eu aqui... quem sabe um dia teremos o mesmo vento saboroso embalando os nossos dias

quarta-feira, 6 de junho de 2012

sinto

Há coisas que deixam marcas.
Marcas que ninguém vê mas que as sentimos como ferro em brasa.
Quanto mais queres ser solidaria, mas patada levas, mas te dói.
Mesmo assim eu tento não valorizar, mas a ferida esta a sangrar, dentro de mim.

terça-feira, 5 de junho de 2012

extravasar

Escrever é uma necessidade é um extravasar de sentimentos, por vezes controversos, mas nem por isso menos sinceros.Talvez pela falta da asa que falo tantas vezes, é aqui que deixo alegrias, duvidas, angustias...Mas sou eu inteira.Sou eu e pronto. Ponto
Como boa Taurina que sou gosto de sentir os pés bem assentes na terra, mas mesmo assim anseio, voar, voar no sentido mais puro da palavra, voar no sonho, pelo sonho, voar contigo e para ti.
O tempo esta de chuva, meu coração esta calmo, sereno, só tenho o vazio do costume...uma casa vazia...num coração cheio de vontade de te ter aqui, sonho impossível...mas vamos sonhando. Vou sonhando, querendo, esperando, quem sabe o nosso amigo lá de cima, não resolve dar uma ajudinha ter finalmente a oportunidade de viver o que nunca vivi... ter um amor sem restrições, sem medos nem tabus. pois acredito que será só meu.
Porque será que meu coração e nega a ficar velho?Mais um Domingo, vivido se isto se chama viver, dentro destas 4 paredes, para variar, eu a ...e o PC. PC que me abre as portas para um leque de nada, pois nunca sei se é real ou fantasia... Mas, aqui estamos. falei com.... .... .... assim se vai passar o meu dia, um igual a tantos.
O Sol esta quente, as flores ondulam ao vento suave, que as faz dançar, eu aqui, a ver a... deitada aos meus pés, de quando em vez levanta a cabeça, como a dizer estamos aqui as duas, estou contigo, gosto de ti.Gostaria de entender esta necessidade que sinto de me sentir amada, de me sentir viva, que sou alguma coisa para alguém , talvez pela lacuna deixada em mim, por saber que nunca foi amada de verdade, deixa este amargo, esta vontade de ainda poder amar e ser amada.
Os anos passarão. Deixei-os passar sem me dar contado que hoje sinto.Andava muito ocupada a tratar dos outros, para me lembrar de mim.Primeiro os filhos, depois o trabalho.
E eu? onde fiquei eu???
Sempre subjugada, sempre me era pedido mais e mais, e eu sempre cedendo um pouco mais sempre o esticar da corda. Sempre em cada dia , eu ia cedendo, e cada dia mais esquecia de mim.
Se eu pudesse voltar atraz,, ou pelo menos alertar quem esteja na mesma situação, eu diria, faça tudo que tem a fazer ,mas cuide de si. também.
O tempo passa , os filhos crescem, seguem seu rumo, mal era se assim não fosse.E nós!? Nós mulheres vivemos sem ver o tempo passar, quando olhamos, quando nos apercebemos, com verdade, estamos sozinhas, quando mais precisamos de alguém a nosso lado, que nos diga alguma coisa.
Com quem podemos rir ou chorar, com quem ao acordar nos diga bom dia.e um beijo, e ao deitar de mão na mão,faça cadeirinha,e nos entregue o seu beijo de boas noites.
Por favor mulheres, pensem em vós, sem esquecer dos outros , para que um dia não sintam este vazio que não me deixa ser feliz