Seguidores

quarta-feira, 18 de abril de 2012

amanhece

O dia começa a querer raiar... chove uma chuva forte , que no seu bater me lembra o bater de um coração...
as árvores, dançam um bailado  , que me faz ficar a olhar, a imaginar uma vezes um sensual, outro nem tanto.
Mas os bate bate dos pingos da chuva fazem cadência dentro de mim.
Um frio se apoderou do meu ser.
Mas ao mesmo tempo um fio de esperança...quem sabe um dia te conheça...um dia saiba quem és e como és...
agora á este mistério que me parece insondável...mas existes...
Minha alma te conhece, meu coração gosta de ti , meu olhar te sonha...meu corpo de deseja abraçar num abraço fraterno... Mas tenho de saber esperar...talvez a vida inteira...talvez um tempo...não sei...
mas estou aqui...aqui onde te sonho e imagino, mas teclas deste amigo e companheiro de tantas horas, tantos sentir...tantas saudade...tanto querer...Mas querer acima de tudo que estejas onde estiveres....sejas quem fores estejas bem... minha espera é uma esperança que rego como uma flor,  imaginando-te aqui bem pertinho...dos meus abraços , num abraço de amigo

Nenhum comentário: