Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

medo

Palavras que o vento leva...que saem dentro de mim, por me queimar na garganta que cala, e nada diz
venho aqui falar contigo , meu amigo silencioso, aqui deixo pedacinhos que não conto...não digo nem a mim mesmo...
Falar seria quebrar , o pacto que fiz contigo, em ti posso confiar,sem reservas nem receios, ficam todos bem guardados, nas folhas que aqui escrevo.
Vento que passa por mim levando um pouco para ti , que nem te lembras talvez que dentro aqui do meu peito algo chama pelo teu nome....  .....  murmurado com carinho,desse carinho solene que só quem ama o entende, trago-te aqui podes crer sempre na ponta da língua, e vou pedindo ....sozinha que não esqueças quem te ama...
e tem os braços cansados de tanto esperar em vão pelo abraço sincero e o tal beijo profundo ...  ....
esperar ...esperar por tudo ...por ti  e sempre por ti

espero

Mais um final de semana...mais uma semana que vai começar...mais uma talvez de esperança...ou desilusão...
Não sei. Mas quero ver-te aparecer em cada dia...embora seja apenas a ausência...que me acompanha cada dia.
Ausência do que nunca tive mas sonhei, sonhei estar contigo na estrada da vida, caminhar contigo lado a lado, estar ao teu lado quando um dia a saúde te faltar, colocar tua cabeça no meu colo , e de mansinho acariciar teu rosto, beijar os teus cabelos...sonhei caminhar de mãos dadas pela vida rir e chorar das mesmas coisas...lembras-te?
Era tão doce a vida nestes instantes em que sonhava juntos sem pudores, sem malícia mas consciência do que a vida tinha para nós dois...Agora ao acordar do sonho ou talvez não, pois a minha fé me diz que vais voltar...que eu vou ter de ter calma para esperar e não deixar morrer em mim este meu querer... este amor que me faz viver em cada dia...esperando que tu chegues a cada instante...

arco-iris

Dizem que depois de um dia de sol, vira o arco íris... e eu dia de sol....
os meus continuam nublados e muito tristes....
mas são os dias que eu tenho, que os teus sejam de paz...e alegria....
Alegria que antes era meu apanágio, deu lugar a nostalgia...irmã da tristeza, e prima da solidão...
mas também sei que é nesta reflexão compulsiva que irei chegar a algum lugar...qual?...não sei...
mas sei ...que ainda um dia vou sorrir do que hoje me faz chorar...que ainda te hei-de saber.... o que hoje passo...embora não to deseje...mas a vida é assim mesmo, tudo é um ciclo, o bom e o mau, nada é para sempre...SEMPRE é muito tempo...e a vida é curta  é o presente que conta em nossas vidas...
O meu presente é uma miragem...é um sonhar estando acordada...é um querer viver o que sonhei...para  que me acordas-te os sentidos...para que me mostras-te o lado da vida que eu desconhecia???
Porquê???
Para me fazeres viver a vida que tu levas? Não . Não mesmo.
A vida ainda me vai dar, a alegria tão sonha…

amanhece

O dia começa a querer raiar... chove uma chuva forte , que no seu bater me lembra o bater de um coração...
as árvores, dançam um bailado  , que me faz ficar a olhar, a imaginar uma vezes um sensual, outro nem tanto.
Mas os bate bate dos pingos da chuva fazem cadência dentro de mim.
Um frio se apoderou do meu ser.
Mas ao mesmo tempo um fio de esperança...quem sabe um dia te conheça...um dia saiba quem és e como és...
agora á este mistério que me parece insondável...mas existes...
Minha alma te conhece, meu coração gosta de ti , meu olhar te sonha...meu corpo de deseja abraçar num abraço fraterno... Mas tenho de saber esperar...talvez a vida inteira...talvez um tempo...não sei...
mas estou aqui...aqui onde te sonho e imagino, mas teclas deste amigo e companheiro de tantas horas, tantos sentir...tantas saudade...tanto querer...Mas querer acima de tudo que estejas onde estiveres....sejas quem fores estejas bem... minha espera é uma esperança que rego como uma flor,  imaginando-te aqui bem…

esperança

Como se faz para manter a esperança.. como se faz ? alguém me ensina? a minha é uma luzinha tremula pequenina, mas que me ilumina a alma...me da forças para seguir caminhando , nesta estrada que é e avisa, e porque o caminho se faz caminhando....eu sigo passa a passo...uns seguros ..outros nem tanto...
Mas contigo a morar dentro do peito...
As coisas valem o que valem....as situações  são iguais....mas eu acredito que estas em algum lugar...onde???
não sei...mas sinto...e o sentir e o ser ...são o meu norte.
Sempre me guiei pelo coração...por aquela vozinha que te diz depois de ficares calada, sozinha contigo mesma, lá vem a tal voz de mansinho te dizer estas certa...ou nem por isso... mas a minha voz interior só me diz... quem ama confia...e eu vou confiar...

ser ou não

Minha ilusão. meu querer se confundem.
Mas te espero, mesmo na incerteza ... na ilusão, que me transforma...e de não deixa ser eu para ser aquilo em que o sonho me transforma.
Fecho os olhos e vejo...o que antes nunca vi...o teu rosto, o teu olhar...Sinto,o calor o teu hálito no meu rosto...
permaneço assim...calada..sozinha, ou talvez não...pois tenho a ilusão por companheira...saudades do que nunca tive mas sonhei.
Sabes ...vivo cada dia, esperando a tua volta, embora tema que nunca o farás.
Talvez um dia...um dia eu tenha a suprema ventura ,de te ver chegar...e meu coração vai saber quem és...
hoje....nada mais tenho, que a desilusão e a tristeza... a saudade do que nunca tive mas minha alma te conhece, te conhece desde sempre...para mim és uma miragem...para ela um realidade linda ...talvez por isso te queira..te espere vou esperara-te a vida inteira...venhas de onde vieres,eu sei que um dia virás...é utopia eu sei disso,mas não deixo de sonhar..que ainda te vou encontrar
.

vazia

Neste vazio, neste querer , nesta angustia...só porque de ti nada sei...
Nem sei que é real ou ilusão como diz a minha amiga...mas eu acredito...acredito que meu coração não me mente...
gostaria de falar-vos de tanta coisa...de toda a esperança que tento encher meus dias...mas o Sr Tempo não me deixa grande espaço...e de ilusão ....em ilusão...vem a dor ...vem a solidão a angustia...de uma ausência...
queria tanto poder saber quem és...onde estas...mas só o silêncio eu tenho por resposta....talvez um dia....quem sabe...esta angustia...esta saudade....este querer sem nada ter....
Imagino-te com os olhos da alma...beijo-te em silêncio....a cada instante...seguro a tua mão na minha...quase que sinto o calor da tua mão...do teu beijo...amo-te meu amor embora não saiba quem és nem onde estas

saudade

Chegou ao fim este dia, um dia de esperança, um dia de ansiedade...mais um dia sem ti...
Tentei abstrair-me enbernhado-me no trabalho, ocupando o meu espírito...mas em vão...
Foi tentar tapar o sol com a peneira....
Como é dificíl  passar os dias sozinha...ou melhor..com as recordações que eu inventei, com a saudade de alguém que nem sei se existe...quantos dias ... quantas noites me esperam neste estado de ansiedade...quantos???
Não sei...Só sei que nada sei.
Só sei que este vazio, esta angustia , estar aqui como velha companheira de muitos carnavais, e não me vai deixar...até quando...?? até quando ...este sentimento de imputencia vai arrastar minha alma? não sei...francamente não sei...
https://www.facebook.com/4youbyCeline/app_141149985924076 No campo "Assunto" do formulário escreve: "Recomendado por Lurdes Rodrigues"Que tal um dinheirinho extra? que tal comprar para ti e ainda ganhares?
vai ver , eu adorei e já cá estou. vai tu também.

mostro-me

Aqui onde me dispo e me mostro , o que eu sou, eu sou o que sinto.
talvez por não o conseguir fazer a ninguém senão comigo, comigo e contigo , bloguinho amigo.
Aqui sou eu despida de preconceitos, de medos de tabus...aqui sou eu ..Eu autentica sem medos...
Embora não aparente sou tremendamente, introvertida...poucas pessoas me fazem mostrar, o que sou ou o que me vai na alma.
Aqui sou eu inteira.
Posso falar de tudo , do bom e do menos bom , sem medo de chocar, sem medo das criticas...sou eu
Uma mulher como tantas...talvez um pouco mais menina que mulher, embora velha pela experiência da vida, em muitos aspectos passe por ela e não vivi, noutros no que toca ao trabalho, a luta ao sofrimento vivi por muitas.
Não me queixo. Apenas aprendi a ser o que não queria, a não ver o que quero ser porque na minha cabeça nem sempre as coisas se tornam transparentes, se tornam acessíveis porque o medo de perder se sobrepõe ao que eu sinto ao que eu quero, e eu quero confiar...eu quero voltar a ser …

chuva

Mais um dia de chuva , de frio parece inverno...
Parece que o tempo sequer juntar ao meu estado de alma.... Sinto frio, um frio diferente ...um frio como se visse dentro de mim... Tento enganar-me e dizer a mim  mesmo...  tem calma isto é só uma face, vai passar mas em verdade não sei se será bem assim, quem dera que o seja. Sinto-me qual casca de nós ao sabor dos ventos e mares, não sei compreender ... qual o meu norte...não sei se quer onde estas ..que estejas bem... Como pode meu coração te conhecer, te amar se eu não te conheço? Mas ele sente mais que eu que sou como um robot nas suas mãos , só sinto o que ele me deixa ver , deixa sentir...fico sem saber o que dizer... Porque o que eu sinto...tu não acreditas... As vezes sonho que possas sentir igual...as vezes sonho...ai se sonho...que esse teu coração que bate dentro do teu peito, tem o mesmo cadenciado o mesmo sentir...talvez não tão intenso, mas sentes e tens medo... eu também tenho como eu quero que o tempo me mostre, qual va…
O vento fustiga as árvores, que dançam mais parecendo dois corpos em danças sensuais...num gemido dolente...
que faz pensar que talvez seja a natureza a fecundar as árvores. Talvez seja aquilo que nem sonho, porque sonho contigo em cada instante....te vejo em cada curva do caminho... te sinto em cada vento que me bata no rosto, nesta sensação que me faz sonhar contigo. Neste sábado solitário onde tudo é mais triste...e me sinto mais sozinha...só tenho por companhia..tuas lembranças... tua saudade...como eu queria ter-te aqui... ainda que não saiba quem és nem onde estás. Minha alma te conhece. Meu coração te estremece  Vida vai passando neste dias sem te ver ...sem saber que ainda te lembras... sei que lembras prometes-te... Sei que promessa é lei, no coração de quem ama. Sigo andando pela vida, mas estradas e ruelas sempre tentando encontrar-te . Nunca quererei prender-te nunca quero que possas voar, mas sempre sentires vontade de voltar ao teu lugar... ao nosso lugar Seja ele a onde for...que …
O dia custa a  passar...solidão companheira de tantos anos....em tantos momentos que foram crescendo...crescendo até ficarem dias, meses anos,que somados já são quase metade de uma vida...a minha.
Sonhando..ou tentando sonhar...para quê?
Para logo de seguida, cair..cair na real...ver que tudo foi sonho...nada é consistente nada é de verdade.
Mas o que eu sinto dentro do peito, estas borboletas no estômago... este gostar ...é real.
Tão real como estar aqui, Neste desabafar...neste abrir o meu coração, para este meu cantinho, criado para falar para ter este amigo silencioso, que me escuta pacientemente sem criticas nem enfado.
Porque hei-de ter este amigo, aqui dentro do meu peito que não me ouve, não me obedece, eu digo vai para a direita e ele vai para a esquerda, eu peço esquece ,não deixa de bater e mostrar-me quem eu amo.
Mas de que vale amar? para que amo? para acordar e adormecer sozinha...para ouvir um constante não...
Não quero...Não gosto ...Não posso.
Porém este atrevido que …
Hoje no dia Mundial do Beijo,  a todos que se amaram, que aproveitem o dia e se beijem...se amem com todo a sinceridade e amor que conseguirem.
Neste dia também muita gente como eu infelizmente que não poderei fazer, pois ....não tenho a quem amar, o que não quer dizer que não ame.
Mas a vida é assim, hoje para mim a seres humanos , sem sexo é tudo igual , a única pessoa que me fez sentir mulher,sou apenas sua amiga, e fico muito feliz por isso...pelo menos isso.
Mas estou triste muito triste...há um vazio dentro de mim...apetecia-me correr pelos campos cansar-me até cair até se possível partir, para um lugar que um dia irei, tenho as mãos cheias de nada, quando só queria ter as tuas entres as minhas.
Mas as coisas são o que são e não o que desejava que fosse
Oi! Bom dia!!!
Hoje o sol brilha lá fora, um ventinho daqueles que parece que vai luto pelos ares.
Mas, como o que se costuma dizer tudo o que é bom despenteia ou faz mal, aqui é um despentear constante, é só sair a porta, e lá esta todos despenteados, pelo sr vento.
.Meu dia esta cheio de incertezas, cheio de pensamentos  por um lado de esperança, por outro...de medo.Sim medo.
Das coisas que faço sem me dar conta de como estou a ser parva,é que só agora compreendo, como traumas antigos podem perturbar os dias de hoje. Nunca pensei que assim fosse. Nós pensamos sempre que só acontece aos outros, e vai na volta... ai estamos nós a fazer e a dizer coisas que só magoam e na verdade, nem sentimos.
É apenas o medo, de perder,  medo de ser esquecido, medo de tanta coisa....não quero isso para mim...não quero deixar-me dominar pelo medo, pela insegurança...
Quero sim.Quero muito aprender a lidar com os medos e transforma-los em esperança...em amor...pois os meus medos , estão a fazer-me senti…
As vezes fazemos coisas que nunca pensaria ser capaz de fazer ,.
As vezes nem sabemos como foi possível, quem me conhece sabe que peco por ser demasiado frontal e insegura, por não mais admitir mentiras na minha vida.
Pois é. Eis senão quando me dou comigo a mentir, a fazer asneiras e da grossa,e eu querendo ver se era verdade o que me diziam, acabei por ser eu a fazer parvoíce.
Razão porque vos conto??? para que mais ninguém faça o que eu fiz, e por uma brincadeira , de mau gosto reconheço, magoei, passei um dia de cão, e tudo seria evitado se eu não tivesse ficado assustada.
Sim assustada, odeio mentiras e eu estava a mentir e a ser muito mal educada com um palavreado muito desadequado.
Amigos/as tenham cuidado, não caiam na mesma trama, eu tive  a sorte de compreenderem e ficou sanado, mas a marca esta lá, coisa que era bem evitada se eu tive tido a coragem de admitir o meu erro de imediato.
deixo-vos um abraço repleto de amizade, e que isto que vos contei vos possa ajudar, num mom…
Primavera fria e granizada esta, esta um frio aqui parece Janeiro, tem chovido hoje, em Lisboa caiu granizo.
Talvez para condizer com o frio que minha alma tem.
Frio , que não sei entender, frio que não sei de onde vem , nem porque vem. Mas esta aqui.
Como pode um coração amar sem o meu consentimento? Será que já não é meu? Será que o dei sem remédio?
 Não sei. Mas sei que quero sorrir a vida, vou arranjar um cadeado e fechar o meu sentir.
Vou dizer a este menino louco, que trago dentro do peito, não batas por quem não deves, esquece quem de ti pouco se lembra.
Quem sabe um dia, talvez sejas tu a desdenhar...a sorrir do que hoje te faz chorar. Nesta balançar da vida, vida que passa a meu lado, sem eu saber se vivi... quero eu saber andar, assim como sempre fiz, de cabeça levantada, olhar posto no futuro, ainda que o não tenha...quem sabe...quem um  dia será , o dia de eu viver.

Nesta noite fria, meu coração bate forte, triste mas leve.
Afinal dizer a verdade, nunca fez mal a ninguém, dizer o que sinto e penso sempre foi o meu lema.
Me ensinaram a ser aberta a falar daquilo que me magoa dentro do peito, e embora as vezes tenha um preço elevado, não vou mudar.
Mudar seria ir contra o que sinto, não seria eu , mas algo em que me iria transformar,  o meu eu viria a tona de água, e ai seria falsa.
Não . Não quero parecer o que não sou. Mas  ser o que sou, as vezes é complicado. Dizer as verdades do que sentimos, é uma faca de dois gumes. Pois seja. Pois sei que só vou perder o que nunca foi meu, mas vou ser eu mesma.
Me acusa de tudo menos de falsa, pois não o sei ser. Infelizmente as pessoas estão habituadas a viver junto com mentiras, não que as digam, mas que as temam e não sabem ver a verdade a verdade as vezes choca mas não deixa de o ser.
Neste mundo em que vivemos, é tão difícil , ser compreendido e compreender, mas que fazer?Esperar que o tempo, a vida mo…