Seguidores

sexta-feira, 2 de março de 2012

hoje andando por aqui, neste mundo virtual, Foi dar ao blog de alguém que me falava num drama.
Um drama que me fez pensar, que fez sentir. Hoje estamos longe do tempo do holocausto, mas...
de uma certa maneira, o sofrimento humano não mudou.
Vive-se de maneira diferente, mas o sofrimento esta lactente, vive no meio de nós....amamos quem não devemos.
Sentimos vontade de correr ao seu encontro, de abraçar...mas temos de ficar de braços caídos, bocas caladas e olhos secos...porque as coisas não são o que parecem e em quem confiamos nem sempre o poderia mos fazer e o nó que temos na garganta não nos deixa nem sorrir...falamos como eu agora que falei e não disse nada do que queima meu peito.
Tu indiferente, finges não saber o quanto doí, que importa o que me doí se te enche de orgulho alguém belo fazer de borboleta em volta da luz? que importa que tenha 1o ou 2o amores, se te dá força ao ego? não sei ser assim, desculpa..desculpa, sou diferente sê feliz.

Nenhum comentário: