Pular para o conteúdo principal
Estamos quase no natal, falta tão pouco. E falta tanto dentro de mim para sentir o espírito do Natal.
Vive em mim uma tristeza , que não me deixa , pensar, viver ...
Queria  deixar uma mensagem de esperança até para mim mesmo , mas como poderei...
Se a cada dia eu vejo uma maior dificuldade colectiva, na vida do dia a dia... Se em cada criança não consigo  ver a alegria a crescer e sim , o egocentrismo, eu quero isto eu quero aquilo, parecem que ideia do ter é superior ao ser..
Nos super mercados vemos carinhos cheios , de ilusões, de frustrações, muitos deles possivelmente pagos com cartão de credito, porque não há dinheiro para nada, mas muitos infelizmente lutam para manter uma aparência que esta longe das possibilidades de cada um.
Quando era criança, recebia o beijo dos meus pais, uma bonequinha de trapo feita pela mãe, e um carinho imenso que me enchia de alegria, meu pai homem rude do campo , mas que me acariciava e sentava no colo, com ternura com respeito.  Fez da minha primeira infância uma criança feliz sem nada, sem PC jogos de consola, brinquedos caros, mas feliz.
E no dia de natal pela manhã, com que alegria se ia a chaminé buscar o presente do menino Jesus, ainda não havia pai Natal, mas havia mais amor e mais respeito pelo próximo. 

Comentários

Terê. disse…
olá querida, tenha um ótimo natal que Deus os abençoi. tere.
Miká disse…
Muito bem...todos sabemos que o Pai Natal foi criado pelo comércio....O meu natal é o amor e carinho em família...Bjs kida
Andradarte disse…
Uma coisa que nunca acabará.....é o
espírito de Natal...Quando ele se aproxima...p espírito explode...
Bom Natal
Beijo
Diamantino disse…
Para mim o Natal pode bem acabar, deixar de ser feriado. O ideal seria as famílias se reunirem todos os dias, mas como isto é uma utopia, aceito que haja um dia especial em que as famílias reúnem a maior quantidade possível de elementos. A um Domingo. Podia ser chamado o «Dia da família», soa tão bem.

Beijo
Anônimo disse…
A los interesados,

Los invito a la Nueva Publicación del blog Fala Sério Habla Serio.

Frase-poema de Navidad: Quintanares

La dirección es: http://falaseriohablaserio.blogspot.com/

Saludo a todos y buen día,
Gustavo

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe , filha

Mãe!!!
O teu dia vem ai
embora todos os dias,
seja o dia, dos teus dias...
para acariciar, sorrir , amar...
teus bebes....
Neles te revês e cuidas,
desde o acordar ao dormir,
neles , entregas teu dia...
sorriso bonito, emoldura teu rosto
quando se olham nos olhos,
quando teu marido abraça,
beija e brinca com os pedacinhos dos dois
ali, bem a tua frente...
esta um pedacinho de gente.
que dá luz , dá alegria, da força
para vencer  o dia a dia...
Mãe!
Palavra mágica,
que faz vencer, nos dá coragem
são só três letras
juntas com outra que igual tem
apenas 3 , Pai,
Dupla perfeita que faz regaço
num longo abraço
e já são 4 amores eternos
são pais e filhos
no coração, Mãe,
mulher guerreira, tem dentro dela
força e coragem
para dar alento, aos 3 amores....
são sua vida,
 Mãe
também tu és a vida deles
no amor ternura, forte e profundo
do Dady , nos bebes,
mãe também és filha
que duas mães, amam e querem
Mãe obrigado por seres quem ês LR

O tempo

O Tempo vai passando....
leva e traz pedacinhos, momentos vividos em algum lugar.
coisas que ficaram gravadas na mente , no coração de quem viveu...vive e sente....
Assim de repente, o mundo se agita, tudo toma cor.
Só porque encontramos pedaços, escritos, tlvez vividos, por alguém a quem nunca deixamos de amar.
A vida é assim.
Algures noutra galaxia, tal a imensidão da distancia que vamos ficando uns dos outros...um do outro.
Agora , ao entrar no teu tempo, recordo o meu tempo....o nosso tempo.
Tão curto e tão belo...para quem o sentiu, será sempre enexquecivel.
Pois quando se ama é para toda a vida.LR

era uma vez

Há imensas historias que começam era uma vez. Reais que retratam factos verídicos, outras nem tanto.
Esta historia poderia ser uma mistura de realidade e ficção, porque nem sempre é fácil reconhecer que erramos, vamos levando a vida a pensar mais nos outros que em nós. Não por ser boa ou má, só por covardia, por medo de magoar quem um dia demos vida, deveria ter a coragem de esquecer a outra parte de mim.
Uma vez parece que se ainda se consegue, é tão doce o abraço de um filho, sem duvida que é, só que embora importante não nos completa por inteiro.
Nos momentos de maior solidão, falta a mão que segura a tua, sem palavras, só um doce apertar que te diz estou aqui, não estás só, isso não tem dinheiro que pague, só que o abraço de um filho também não, ai vem a duvida terei direito a ir viver minha vida, e magoar os outros?
Fica aqui num cantinho da tua cabeça, e parece matraca insistente na pergunta, sem dares conta continuas dia após dia na mesma duvida, os dias deram lu…