Pular para o conteúdo principal
Mais um fim de semana.
Os dias mais tristes de quem vive longe de quem se ama.
Mas também de reflexeção. Estamos a chegar á época dos exageros,  em que os adultos se sentem mais culpados das faltas que tem com, as suas crianças e as compram.
 Fazem muitas vezes créditos para as compras de natal. è moda, dar tudo, comprar tudo.
 Na maioria das vezes , só serve para gastar o que não se tem, mas é chique oferecer  alguma coisa, que no fim só serve para vir ocupar espaço.
Já se parou para pensar?... que talvez em vez de algo que acaba por não servir para nada, e trazer preocupação, seria tão mais fácil, oferecer algo que não custa dinheiro?... Não ocupa espaço, mas é tão bom receber, um sorriso sincero um abraço,  atenção, mostrar que estamos aqui, disponíveis, para dar e receber carinho.
Seria tão mais fácil, e ao mesmo tempo tão gratificante.
Sentar-se no chão, e oferecer as nossas crianças um pouco da atenção que muitas vezes lhe negamos porque estamos cansados, stressados, e os enchemos de TV,
Tentem perceber e veram que alegria nova brilhará nos olhinhos amados  por terem e sentirem que afinal os adultos , Não os compram mas que os respeitam.
E ainda não ter de pensar nos meses seguintes , num credito desnecessário, nesta época de crise, quase mundial. Prefiro dar abraços, amor carinho... coisas que não custam dinheiro mas me enchem a alma.

Comentários

Anamaria disse…
você tem razão, Armalu, o que as crianças ( e adultos, também) mais precisam o dinheiro não compra: atenção, carinho e afeto. Você tá certinha! Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Bom dia Amigos!!!!!!

Pois é hoje estou de volta. Estou melhor, meu filho e minha nora foram os meus enfermeiros de serviço,  a eles devo esta recuperação tão acentuada e gostoso.  Obrigada filhotes eu vos amo, e agradeço todo o cuidado que me dispensaram. Mas também minha alma esta mais leve, mais feliz sinto-me com uma fenix, se deve ter sentido ao renascer das cinzas, em conjunto com alguém que me é muito querido e especial, ( nada de pensamentos  atrevidos ) andamos a arrumar as nossas gavetas interiores, a nossa cabeça, e foi óptimo. Deu-me alento e força para mudar umas quantas coisinhas mal resolvidas na minha cabeça. Apesar de ter faltado a escola, fartei-me de estudar, e de recolher informação. Terça-feira já lá vou se Deus quiser. Vou dar a volta, andar um bocadinho só me faz bem, vou fazer uma volta mais pequena que a tua, mas vou andar cerca de 1hora depois venho tomar uma grande banhoca e seguir o resto do dia, se não viesse aqui falar um pouco com os meus amigos /as não ficava bem , ama-vos a todos…

uma verdade grande

Quem sabe?

Nem sempre a vida é o que esperamos,
nem sempre o teu abraço, fica o laço
que pende e encanta,
nem sempre, o que quero é melhor
que avida me dá.
Fico quieta, espero calada
quem sabe a vida faça o joga certo
coloque as peças....
Cole o coração  para que caiba todo
em tua mão.LR