Seguidores

domingo, 8 de maio de 2011


Por mais que eu queira dizer, que queira explicar não poderia fazer talvez em metáfora.

 Imagina que há em ti duas personalidades distintas.
Imagina que ambas sabem o que é certo ou errado.
 Imagina ainda que ambas se enchem de coragem, para fazer o que é certo.
Mas, na hora da verdade, e no meio do conflito interior, lá se vai as boas intenções, a vontade de fazer certo, porque o amor é mais forte, e embora não seja certo, ele vence todas as outras vontades.
E é nesta confusão de sentimentos que vives o teu dia a dia, que dizes o que não deves, e fazes o que não deves mas; com plena consciência das coisas que fazes. 
Só porque uma parte de ti, pensa assim e a outra , diz porque deixas de fazer o que queres com quem gostas? Porque te privas e privas quem amas de ter-te,, porque te preocupas com  quem não deves se nunca soube fazer feliz de quem gostas.!? 
Repara que ao tomar tal atitude estas a magoar quem já foi por demais magoado.
Não tens esse direito, é estranho eu sei. 
Muito estranho para mim em especial, esta dualidade de sentimentos tendo por fundo um que esta bem a tona, bem definido em todos os contornos, um sentimento lindo, tão profundo o amor.
 Esse sentimento de que chamo o rei dos sentimentos, sem ele nada se faz, amor pela pessoas, pela natureza, por tudo, em especial por ti.



2 comentários:

✿ chica disse...

Realmente o amor tudo modifica, faz milagres e nos faz ver tudo difernte...

Uma linda semana nova, beijos,chica

TERE disse...

Amor
Amizade
Votos de muita força... Amiga.