Seguidores

domingo, 22 de maio de 2011

Neste tempo, sem tempo de te ter comigo.
Fico a espera do nada que a vida me dá, do tudo que quis encontrar, nos braços de quem se faz feliz
.Mas foi sonho, quimera que nada , encontrada,no peito de quem por meu jeito.
Não passa de sonho.
Sonho, o mais e lindo e terno, um dia encontrado.
De nada valeu, fazer desse sonho, a força motriz que me fez viver.
Estou a mais, na vida de quem ,a vida me trouxe,  fico parada sem forças para andar, tento encontrar lugar, tento encontrar o teu peito.
Teu peito, meu lugar de elevo, ai onde te pedi vezes sem conta me leva contigo.
 Comigo ficas-te para não voltares a sair , eu nunca encontrei o lugar dentro de ti.
Tens tempo para todos, para tudo excepto para mim. Doí.
Abre ferida neste coração que trago no peito, mas já não é meu.
Tu entreguei inteiro. Guarda-o contigo. Ele é todo teu.

Nenhum comentário: