Pular para o conteúdo principal

Neste tempo, em que tudo se vive, em que tudo passa.
Tu passas sem ver o que em mim deixas, esqueces o nada que sou daquilo que queria ser, mas porque a vida é um jogo que eu não aprendi a jogar, eu passo sem veres que és para mim o sol e a lua em teu lugar.
O sol anima e da vida ao meu viver, coração contigo inteiro.
A lua, que em noites de luar, se vem mostrar e me fazer lembrar,
Outro embora seja que é como as nossas vidas em que depois das coisas boas vem sempre algo que nos faz pensar.
Olhar e ver que em tudo há um reverso da medalha, de dia o sol, em que tudo é radioso.
Na noite também tem vida própria, a noite enquanto dormimos, é como se morrêssemos todos os dias um pouquinho.
Ficamos quietos parados, a vida passa-nos ao lado.
 Mas é necessário para podermos viver o dia em plenitude.
Na noite recarregas as tuas baterias, com um sono reparador, e só quando por força das circunstâncias a viver ao contrário ficas de noite acordada, e tens de dormir de dia, reparas em coisas que te passavam ao lado e tu nem davas por elas.
Na vida nada acontece por acaso, e quando para outra coisa não sirva, serve pela certa para te mostrar, o que olhas sem ver, e a dar mais valor ao que a vida te dá.
É como que um incentivo, é como que um despertar para o que tens ao teu lado e tu não vês, é o ir e o ficar em simultâneo, são lições que se aprendem e senão esquecem é o perceber das coisas que olhamos e nem reparamos nelas muitas vezes só para olharmos para o nosso umbigo, quando se esta acordado, por opção mas por obrigação, ou quando juntamos os dois e fazemos disso, nosso trabalho, nossa luta, tudo muda, nós mudamos.
Mas há coisas que nunca mudam apesar de se fazerem reflexões, os sentimentos quando estes são sinceros e verdadeiros, não mudam nunca, ainda que o sentimento que te une a alguém seja forte, e saibas que o que nutrem por ti , não tem a mesma intensidade.
Mas ninguém manda no que sente, eu poderia querer um amor igual, mas se sentir por mim.

Comentários

Estrella Altair disse…
Ola muito obrigada por as tuas palabrinhas no meu blog..

gosto de teu blog..

ate cedo..

beijinhos
Olá Armalu! Passando para agradecer a visita e o comentário e dizer que adorei o texto, profundo e próprio para reflexão.

Beijos e muita paz pra ti.

Furtado.
Entrevidas disse…
Lindo texto. Feliz dia das mães se ja é, e se não, feliz domingo com muita paz. Beijos.

Postagens mais visitadas deste blog

Bom dia Amigos!!!!!!

Pois é hoje estou de volta. Estou melhor, meu filho e minha nora foram os meus enfermeiros de serviço,  a eles devo esta recuperação tão acentuada e gostoso.  Obrigada filhotes eu vos amo, e agradeço todo o cuidado que me dispensaram. Mas também minha alma esta mais leve, mais feliz sinto-me com uma fenix, se deve ter sentido ao renascer das cinzas, em conjunto com alguém que me é muito querido e especial, ( nada de pensamentos  atrevidos ) andamos a arrumar as nossas gavetas interiores, a nossa cabeça, e foi óptimo. Deu-me alento e força para mudar umas quantas coisinhas mal resolvidas na minha cabeça. Apesar de ter faltado a escola, fartei-me de estudar, e de recolher informação. Terça-feira já lá vou se Deus quiser. Vou dar a volta, andar um bocadinho só me faz bem, vou fazer uma volta mais pequena que a tua, mas vou andar cerca de 1hora depois venho tomar uma grande banhoca e seguir o resto do dia, se não viesse aqui falar um pouco com os meus amigos /as não ficava bem , ama-vos a todos…

uma verdade grande

Quem sabe?

Nem sempre a vida é o que esperamos,
nem sempre o teu abraço, fica o laço
que pende e encanta,
nem sempre, o que quero é melhor
que avida me dá.
Fico quieta, espero calada
quem sabe a vida faça o joga certo
coloque as peças....
Cole o coração  para que caiba todo
em tua mão.LR