Seguidores

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Tenho vos falado muitas vezes da minha aldeia, um  terra a pequenina, mas que eu amo, não sei porquê, mas o amor é assim mesmo ama-se porque se ama, e não se sabe porque se ama.


Talvez por isso não saiba dizer-vos, mas mostro como estão lindos os campos.


Assim estão os campos da minha aldeia. 
muito mais haveria para , para vos mostrar, mas não fico por aqui.


Quero dar-vos a conhecer um pouco, desta terra 
que embora pequenina, também tem animação.


Tem convivio , tem alegria, as pessoas gostam de se juntar aos finais de semana, onde fazem karaoke que mais não serve.
 Senão para brincar sem pertensões a estrelas , ou vedetismos, tudo brinca.

Temos a sorte de ter uma pequenina , que é uma espécie  de mascote, para abrir quase sempre a brincadeira , bonequinha com pouco mais de 2 ou 3 anos, a nossa Madalena


Temos outras pessoas alegres  , que se divertem, e animam as nossas noites de sexta-feira. 
Coloquei estas como poderia colocar muitas mais. Depois aos sábados , nem todos mas quase temos musica ao vivo , mas desta vez por , pessoas  conceituadas , que nos fazem passar uma noite de ameno conviver.
E claro temos muitas outras coisas para ver e poder admirar ,a fruta da época,  nas árvores.






Aqui o limoeiro






Ali  a 
laranjeira








 Assim é a minha Aldeia, a terra onde vivo , que amo , e que só por um grande amor trocaria. Pois é isso ... só um grande me  faria trocar de lugar para morar.

Um comentário:

O tempo que passa disse...

Por falta de inpiração para um comentário mais original e pessoal, deixo-te aqui ums versos de Alberto Caeiro(Fernando Pessoa)a propósito de aldeias e cidades


Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista a chave,
Escondem o horizonte, empurram nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a única riqueza é ver.

Alberto Caeiro, em "O Guardador
de Rebanhos".

Um Beijo grande