Pular para o conteúdo principal

Amigos

Apesar de estarmos fora da época, não resisto em vos mostrar-vos o meu pessegueiro.
É um pessegueiro, que me faz sonhar... por ser uma fruta que costumo dizer tem o sabor dos beijos.
O meu pessegueiro, fica bem colado a casa, nasceu espontaneamente, poderia ser bravio, mas oferece-nos estes frutos deliciosos.
Assim como as árvore nasce expontanea, assim nasce dentro de nós sentimentos lindos, que muitas  vezes não valorizamos ou confundimos.
Porque o nosso chão , o nosso interior, nem sempre sabe valorizar, o que nos rodeia.
Confundem-se as coisas, e quantos amigos perdemos por ,andar distraídos, e não valorizar o que temos ao nosso lado.
Nossos amores, nossos amigos.
Vamos pensar, em quantos amigos temos deixado de comunicar por puro desleixo , do não é agora é logo e o tempo passa sem nos darmos conta, e um dia eles partem, e nós ficamos,com um buraco dentro de nós por nunca termos tido tempo para lhes dizer o quanto eram  importantes para nós.

Comentários

Essa de pêssegos a saber a beijos é que me desconserta. Não serão só os teus? Se forem terão eles o sabor dos beijos que a distância não esquece e que o coração aquece na espera.
Terê. disse…
oi amiga, esse pé de pessegos está lindo. parabens pelo cultivo, bju terê.
FLOR DE LIS. disse…
LINDO O PÉ DE PÊSSEGO,EU ADORO PÊSSEGO,QUE SORTE A SUA! BJS QUERIDA!!!!
Céu Arder disse…
Pêssegos são os meus prediletos, Adoro! Pelo sabor e perfume...

A propósito, o título de
seu blog "Palavras ao vento" é muito poético e me chegou até aqui, trazida por alguma brisa da tarde...
Além dos pêssegos com que ilustras este post, está algo mais: a tua sensibilidade...

Bem Hajas!

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe , filha

Mãe!!!
O teu dia vem ai
embora todos os dias,
seja o dia, dos teus dias...
para acariciar, sorrir , amar...
teus bebes....
Neles te revês e cuidas,
desde o acordar ao dormir,
neles , entregas teu dia...
sorriso bonito, emoldura teu rosto
quando se olham nos olhos,
quando teu marido abraça,
beija e brinca com os pedacinhos dos dois
ali, bem a tua frente...
esta um pedacinho de gente.
que dá luz , dá alegria, da força
para vencer  o dia a dia...
Mãe!
Palavra mágica,
que faz vencer, nos dá coragem
são só três letras
juntas com outra que igual tem
apenas 3 , Pai,
Dupla perfeita que faz regaço
num longo abraço
e já são 4 amores eternos
são pais e filhos
no coração, Mãe,
mulher guerreira, tem dentro dela
força e coragem
para dar alento, aos 3 amores....
são sua vida,
 Mãe
também tu és a vida deles
no amor ternura, forte e profundo
do Dady , nos bebes,
mãe também és filha
que duas mães, amam e querem
Mãe obrigado por seres quem ês LR

O tempo

O Tempo vai passando....
leva e traz pedacinhos, momentos vividos em algum lugar.
coisas que ficaram gravadas na mente , no coração de quem viveu...vive e sente....
Assim de repente, o mundo se agita, tudo toma cor.
Só porque encontramos pedaços, escritos, tlvez vividos, por alguém a quem nunca deixamos de amar.
A vida é assim.
Algures noutra galaxia, tal a imensidão da distancia que vamos ficando uns dos outros...um do outro.
Agora , ao entrar no teu tempo, recordo o meu tempo....o nosso tempo.
Tão curto e tão belo...para quem o sentiu, será sempre enexquecivel.
Pois quando se ama é para toda a vida.LR

era uma vez

Há imensas historias que começam era uma vez. Reais que retratam factos verídicos, outras nem tanto.
Esta historia poderia ser uma mistura de realidade e ficção, porque nem sempre é fácil reconhecer que erramos, vamos levando a vida a pensar mais nos outros que em nós. Não por ser boa ou má, só por covardia, por medo de magoar quem um dia demos vida, deveria ter a coragem de esquecer a outra parte de mim.
Uma vez parece que se ainda se consegue, é tão doce o abraço de um filho, sem duvida que é, só que embora importante não nos completa por inteiro.
Nos momentos de maior solidão, falta a mão que segura a tua, sem palavras, só um doce apertar que te diz estou aqui, não estás só, isso não tem dinheiro que pague, só que o abraço de um filho também não, ai vem a duvida terei direito a ir viver minha vida, e magoar os outros?
Fica aqui num cantinho da tua cabeça, e parece matraca insistente na pergunta, sem dares conta continuas dia após dia na mesma duvida, os dias deram lu…