Seguidores

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

o joga da vida

A vida joga connosco um jogo de cabra cega.
Ela mostra...ela se esconde. E nós simples mortais, andamos ao sabor , desse é... não é...e muitas vezes não sabemos o que pensar... num dia o sol brilha radioso..no outro o céu é nublado...
Num dia estamos muitos felizes, no outro já nem tanto, é a vida.
Mas como taurina que sou, e apesar dos meus defeitos ... à coisas, que muito respeito e não abdico...
 ser eu mesma... ser eu inteira... completa...no bom e no menos bom...mas sei que sou eu...reconheço-me ... sei quando errou e magoou ... e daí ... o meu pedir perdão.... porque sei não ser perfeita... porque sei... que ainda tenho a capacidade de reconhecer o meu erro.. e se tomo consciência  que o faço... arrependo-me mas como toda a gente sabe... á coisas que não podemos remediar, estou  a lembrar-me de duas, mais sei serem mais, a palavra dita, e a pedra lançada. 
Sempre fiz questão, de sempre  ser, e nunca parecer , carapaças , uso de quando em vez , quando estou muito triste , e tenho de mostrar que tudo esta bem, para não preocupar  ninguém.
Mas só ai , mas nunca deixando de ser eu mesma. Confio muito nos outros, confio as vezes até demais, mas se amo...amo inteira...  sou eu mesma.

2 comentários:

José Gonçalves disse...

Olá Lu,

Gostei!

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves

Ricardo Miñana disse...

Muchas felicidades para este año, dale vida a tus sueños y que la crisis económica pase de largo.

¡¡Feliz año 2011!!

Un abrazo.