Seguidores

domingo, 19 de dezembro de 2010

Viagem

Nas minhas viagens,  nas estradas estranhas do meu ser,( concelho dado por alguém que muito gosto, uma amiga muito querida.) onde tento ir buscar forças, para vencer o desanimo,,nestas estradas encontro coisas, que na altura me fizeram pensar estou feliz... hoje com a experiência que a vida e os anos nos dão, continuo andando, viajando e aprendendo.
E chegamos a conclusão, do que pensava que era afinal, não era bem assim.
Por vezes confundimos tudo... o que temos e o que queremos... e quando perdemos, acordamos.
E pensamos ter perdido tudo... quando afinal , apenas deixamos de ter, porque nunca perdemos o que não temos.
Acontece a muita gente, a muitos níveis, não sou única em nada na vida... haverá milhões de pessoas na mesma situação.
Quero mudar , quero adormecer , pois que o acordar  não foi assim tão  bom, ou melhor , sou trouze a tona de água, toda uma magoa ignorada, todo um sentimento desconhecido.,  uma tristeza ignorada, hoje vivo tudo de uma vez, e me atrevo a pedir ao Bom Menino, que me  traga serenidade, e a coragem
 para vencer esta saudade, este querer, este sentimento lindo que nasceu dentro de mim, mas não é meu, também eu sou de quem a saudade faz doer.


4 comentários:

Mara disse...

Oi querida....
(...)
eu sou de quem a saudade faz doer.
Lindo.
Bom domingo pra ti.
Beijos

Chica disse...

Que o menino jesus te traga esse pedido e te faça feliz.beijos,tuuuuuuuuuudo de bom,chica

Andradarte disse...

Essa saudade..é um vírus que ataca
muita gente....oh..oh...
Bom Natal
Beijo

José Gonçalves disse...

Olá Lu,

Amiga Especial!

Bela reflexão esta que hoje encontro aqui no teu canto, "não podemos perder o que não nos pertence.", ou não temos, ou nunca tivemos.

Chegar até aqui minha Amiga Lu, é mais que meio Caminho andado para alcançar a Felicidade que pode existir dentro de nós mesmos, e à vezes a ignoramos sem nos apercebermos.

Há tanta coisa bela na Vida, que nos rodeia, que nos pertence, que passa à nossa volta, que merece ser apreciada.

Tudo são pequenos nadas que podem trazer-nos a Felicidade para bem perto de nós.

E que neste Natal encontres na tua Lareira aquela prenda mais saborosa que ambicionas, o Amor de pequenos nadas, momentos de Felicidade.

Desejo-te então um Santo e Feliz Natal, junto dos que te são queridos, e que tudo de bom te seja oferecido.

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves