Pular para o conteúdo principal

Só agora!?

Neste tempo o tempo de paz, tempo de amor... será que é de amor?
Nesta época do ano multiplicam-se as festas em prol disto, daquilo e do outro que ha-de vir., mas durante um ano inteiro, ninguém lembra de ninguém, que importa , que aquele velhinho, tenha ou não onde dormir??
Que importa , que aquelas crianças , sozinhas na rua tenham fome? pouco ou nada.

Ai chaga o Natal.  Fazem-se jantares , e ainda bem que fazem, uma vez no ano, mas fazem e as pessoas da rua vão ter o seu natal, nada contra tudo a favor. Tudo certo. Digam-me então e no resto do ano? quem se lembra deles? Quem ?... ninguém de direito, com o dever de fazer!.

 Até incomodam, dão não aspecto, as ruas de Lisboa, porque o Senhor fulano de tal, acha mal , mas não faz nada para mudar tal situação.

E agora meus amigos, com a crise , o desemprego, nunca houve tanto pobre em Portugal, e não falo só dos que andam de mão estendida , a caridade alheia, mas daquela pobreza envergonhada... daqueles que sempre tiveram o minimo fruto de seu trabalho, e agora se vêm, sem nada.
Se todos nós , os que ainda temos a fortuna de ter um tecto, uma família, tivermos a coragem de dar um pouco de nós mesmos talvez ajudasse-mos a suprimir aquilo que quem de direito , fala, fala mas não passa disso, não faz nada.

Comentários

Mara disse…
Querida, post bem reflexivo este teu.
Por aqui as coisas não são diferentes, infelizmente.
Beijos,
Mara

Postagens mais visitadas deste blog

Bom dia Amigos!!!!!!

Pois é hoje estou de volta. Estou melhor, meu filho e minha nora foram os meus enfermeiros de serviço,  a eles devo esta recuperação tão acentuada e gostoso.  Obrigada filhotes eu vos amo, e agradeço todo o cuidado que me dispensaram. Mas também minha alma esta mais leve, mais feliz sinto-me com uma fenix, se deve ter sentido ao renascer das cinzas, em conjunto com alguém que me é muito querido e especial, ( nada de pensamentos  atrevidos ) andamos a arrumar as nossas gavetas interiores, a nossa cabeça, e foi óptimo. Deu-me alento e força para mudar umas quantas coisinhas mal resolvidas na minha cabeça. Apesar de ter faltado a escola, fartei-me de estudar, e de recolher informação. Terça-feira já lá vou se Deus quiser. Vou dar a volta, andar um bocadinho só me faz bem, vou fazer uma volta mais pequena que a tua, mas vou andar cerca de 1hora depois venho tomar uma grande banhoca e seguir o resto do dia, se não viesse aqui falar um pouco com os meus amigos /as não ficava bem , ama-vos a todos…

uma verdade grande

Quem sabe?

Nem sempre a vida é o que esperamos,
nem sempre o teu abraço, fica o laço
que pende e encanta,
nem sempre, o que quero é melhor
que avida me dá.
Fico quieta, espero calada
quem sabe a vida faça o joga certo
coloque as peças....
Cole o coração  para que caiba todo
em tua mão.LR