Seguidores

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

VOAR

Neste redopiar constante que a vida dá, vamos seguindo adiante.
Umas vezes bem contentes outras com a morte na alma.
 Já tive por companheira minha amiga solidão, aos poucos foi aprendendo a trocar, eu de lugar, e tornei-me amiga da esperança, e la vamos lado a lado,mesmo, quando como agora ... a desilusão quer voltar... levanto os olhos para o alto, e dou-lhe a esperança a beber... perdemos amigos... perdemos amores.... mas se os perdemos é porque por algum motivo...
....a duvida...esse monstro negro e feio ... que destroí a confiança, sem ela não pode haver...amizade que resista...ou amor que se aguente...
A esperança!! essa criança bonita que entrou em minha vida, vai ensinar-me a viver... a esquecer... e  não deixar , novamente... a solidão, instalar-se no meu peito...
Vou mudar; de mim um pouco, vou voltar a querer ser gente....a tirar o meu casaco e voltar a ser quem era...uma Lu onde a derrota.. não tinha o menor sentido... e apesar da minha asa, estar um pouco empenada... vou voar...até a onde a imaginação deixar.

2 comentários:

José Gonçalves disse...

Olá Lu,

Que o voo seja tranquilo e sereno.

Já é um início, quereres sair do "ninho", bater asas e cair.

Cair tantas vezes quantas caiste para aprender a andar!

Já faz parte do teu subconsciente, é certo.

Mas para se aprender a andar, é necessário cair.

Cair muito.

E aprender com os erros!

Para levantar voo, vai acontecer o mesmo, minha Amiga!

Mas tens que seguir em frente!

Lá ao fundo é o Caminho!

Levanta asas e voa para onde a tua alma te levar.

Bom final de semana, um abraço e até sempre,

José Gonçalves

Tere disse...

vou voar...até a onde a imaginação deixar. é isso amiga não podemos parar. bjus tere,