Seguidores

domingo, 31 de outubro de 2010

vou aprendendo as lições

Alguém me disse á poucos dias, um amiga muito querida ( cada segundo, não volta mais)
O  que ao principio, poderia ser banal,  começou a fazer eco na  minha cabeça,  é verdade...uma grande verdade.
Hoje depois de um dia de chuva intensa, ventos fortes , e algum frio no ar.
Cheguei a conclusão de que não posso desperdiçar um único segundo, porque ele mesmo é unico, e não tem volta. 
De volta em volta , e reviravolta , cheguei a conclusão que apesar de eu muitas vezes me sentir sozínha, não tenho esse direito, e vou tentar mudar toda a minha vida , aproveitar ao máximo cada segundo, que eu tenha de vida, aproveitar e viver... e em vez de me isolar, de me afastar de tudo e todos, vou voltar a ser eu... e vou brincar, rir ou sorrir até de mim mesma, e quando me der a nostalgia, pelas desilusões que todo o mundo tem, vou sorrir, e pensar, ( tudo isto, é porque estas viva) e vou sair, vou viver.
Esquecer... esquecer os deseganos...os sonhos sem sentido...esquecer que afinal, ainda tenho grandes amigos.... poucos ...mas bons... entre eles talvez estejas tu

sábado, 30 de outubro de 2010

Eita, dia de vento e chuva...fresquinho...

Eita dia maluco!  com um ventinho agreste que só ele.
Mas enfim , nem tudo é mau....pois que dia16 /12 acabo este curso para logo a seguir ir fazer um de pastelaria, eu que não tenho jeito nenhum, para enfeitar e fazer salamaleques nos ditos cujos, vai ser lindo!.... depois conto.
Mas pelo menos serve para aqui no meio do meu nada, me sentir viva, me dá um prazer imenso, o facto de estudar...aprender ...saber, mais e mais e ainda mais.
Não era esta a vertente que eu queria mas, foi a que vão realizar na escola, por isso vamos enfrente.
Aos amigos, podemos contar tudo , e eu é isso que faço, conto pois quem sabe alguém se entusiasme também e faça como eu, greve a solidão, greve a estar só,ou melhor sentir-me só.
Hoje aprendi que nem tudo é o que parece, ou nos faz acreditar... vou andando...e quando eu tiver coisas
boas e mais alegres também conto amigo....tu vais ver...para já ...eu acho bom depois da porcaria de nota que tirei neste teste 10 , já pedi para fazer outro para levantar a nota, terça-feira será o dia, depois vos conto, espero não me estrepar e não piorar a nota,!  rsrsrs vamos ver.
Tenham um final de semana  super feliz junto das pessoas que amam.
 Aproveitem bem pois a vida passa e quando damos por isso... acabou.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Sou assim...

Dizem por ai os entendidos, que a razão, tem razão que o própria razão desconhece.
Pois  bem por aqui, é quase assim.
Como posso eu ser tão , pateta que me sinta no fundo do abismo... com 3 ancoras maravilhosas aqui do meu lado? mas ...  a sim é a vida das pessoas, muitas vezes temos a felicidade dentro de nós, e andamos numa busca louca sem a vermos.
Eu tenho a sorte de ter três filhos maravilhosos, de além de nos amarmos muito nos respeitarmos mutuamente, mas muitas vezes a solidão toma conta de mim... falta-me qualquer coisa... falta-me a cumplicidade que eu tive e que perdi.
Quem me pode perceber, quem estiver na mesma situação. Tenho três noras filhas do coração fantásticas mas elas tem os seus maridos eles têm as suas mulheres.
Tenho uma neta maravilhosa, que for força das circunstancias esta um pouco afastada, fisicamente, mas não é menos amada por isso, é. e sempre será a minha menina muito amada, tenho muita pena de não poder ter mais vezes comigo mas a vida é assim mesmo, tenho-a sempre bem guardada no meu coração, ela sabe.
E eu a mãe, embora os tenha o todos muitas vezes se refugia no quarto. Meu quarto meu mundo. Meu PC, meus amigos, e aqui estou a falar de coisas simples banais que só se contam aos amigos.... talvez por isso ...esteja a falar a falar assim.



quinta-feira, 28 de outubro de 2010

tenho frio na alma

 Fazendo bastão da esperança, duma esperança , que é só minha.
Vou caminhando, sozinha... olhando o verde dos campos... que em breve ... trocam de cor...
ouvindo , ou tentando ouvir a voz da razão... que me fala coração...
ando a tentar cola-lo... com uma cola especial...que me mandam os amigos... desses amigos do peito...
mas colo aqui, parte-se ali...esta difícil de vencer...
Quem sabe... quem sabe um dia... ele acabe de colar.
Olhando a serra distante.... eu me sinto pequenina... nesta natureza linda....
Vou sair ... vou respirar ... este ar frio... que me enregela.... mas no meio da nossa serra... talvez ...
retempere as forças ... e veja a vida mais bela...Deixo-vos  o meu pessegueiro por ser a fruta gulosa que tem o sabor dos beijos

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

segui em frente

Vamos andando nos caminhos da vida por entre,  pedras, arbustos... flores.
Como todas tento aprender... a tirar as elações, mas... uma leva.nos a momentos de ternura... outros o desespero toma conta de nós...
Já tive de tudo... nesta vida que Deus me deu.... desespero... muita raiva... hoje tenho além de tudo isto muita esperança....percebi que não quero mais carinho emprestado... quero ... viver num sitio qualquer.... hoje  o passado...é só passado...
Presente é este dia de sol  ainda que timído... sereno... com um ventinho suave que me acaricia de longe
pois me diz quem vê o vento?... mas ele existe esta cá... nós o sentimos na pele uma vezes mais agreste...
outras suave ... ternurento... e eu aqui olhando pela janela deste quarto que é o meu.
Meu quarto meu mundo. Aqui sonhando... recordando bons e maus pedaços ... ainda um pouco fragmentada mas estou colando os pedaços que restam ...  meu coração... vai ficar novinho em folha...nem vai notar-se que quebrou....a cola que alguém me deu...vai fazer este milagre.
Não vou esquecer... não vou... mas vou guardar . na gaveta das memorias que fazem nosso viver.
Como esta luz de esperança vou guiando meus passos e como alguém diz e com razão, vou tentar levar a vida passo a passo



terça-feira, 26 de outubro de 2010

Engano da vida

A vida as vezes nos prega grandes partidas, eu sei e reconheço que sou muito emotiva e implusiva, eu sei...
mas também sei... que quando se parte...se despedaça... o nosso sentir mais honesto mais profundo... é difícil.... refazer a puzzles.... fazer todas as pedras se encaixarem sem deixar resqicios.... é muito difícil.
Pode ser engano... como alguém sugeriu, se calhar até foi, dentro de uma certa medida.... e se foi eu que errei peço perdão ... a tudo...e a vida... À vida que eu não entendo... a vida que me deixa.... até pensar no que não devo
 A vida que não sei viver... á vida que me dá oportunidades, de ser feliz , e eu não as vejo.....a vida que é minha que  é tua... mas possivelmente nunca será nossa.
E é neste querer sem saber, o que quero ou o que faço...é neste impasse...que te abraço.... e ainda que minha alma esteja toda fragmentada .... queres dar-me o teu abraço e de mãos dadas. seguir ao encontro do caminho... seguir andando... retirando os espinhos e colhendo flores????


segunda-feira, 25 de outubro de 2010

coisas da vida

Ser, ser com verdade. Ser inteira,
ainda, que me sinta defraudada como agora, ser eu mesma sem nada que me oculte ou disfarce.
Assim eu sou.
Mas sou porque não sei ser diferente... sou porque quero olhar todos nos olhos... sou porque usado a frase de alguém é( assim minha natureza.)
Não sou trapaceira.... nem digo o que não sinto.... quando sou amiga... sou até a quinta casa, como se costuma dizer.... Mas não tolero.... que me mintam... que me engane...a vida tem me emprestado coisas lindas maravilhosas... outras que eu penso ser lindas.... e não volta...na volta.... são uma miragem...
quebrou-se... partiu-se algo de bom e lindo... que eu guardei...com muito carinho... partiu-se o que para
mim era importante, neste momento... me sinto totalmente partida
Falsas coisas nunca...amizade é algo belo ... precioso... pena haver quem não tenha a noção disso... pena...que não saiba o que isso é....

domingo, 24 de outubro de 2010

Obrigado

È verdade tenho a mania, de querer aprender mais e mais , a vida ensinou-me assim.
Parar para mim não dá.
Meu cursinho agora é bem pequenininho, mas nos obriga a dar o litro com se costuma dizer na gira.
 Estou a fazer comunicação, publicidade e marketing, são só 100 horas.
Mas se queremos aprender há que nos empenharmos a serio.
Há já muitos anos eu trabalhei em publicidade, no Radio Club de Malange, Bie,e em Luanda aqui já muito tempo que me deixei disso, fiz, desde o criar o testo a dar voz.
Em Castro verde fiz também publicidade, este bichinho, é levado da breca, quando se instala.
O bichinho ficou e agora quero aprender mais do que aquilo que pensava que sabia.
A comunicação fascina-me, contacto com publico adoro, por isso penso que no meu mini-curso, encontro as pedras basicas para me cultivar um pouco mais.
E poder ajudar os meus filhos que também foram contaminados pelo virús da comunicação.
A todos quero agradecer o vosso carinho, quer no blog quer por mail, o meu muito obrigado

sábado, 23 de outubro de 2010

Bom dia Amigos!!!!!!



Pois é hoje estou de volta. Estou melhor, meu filho e minha nora foram os meus enfermeiros de serviço,  a eles devo esta recuperação tão acentuada e gostoso.
 Obrigada filhotes eu vos amo, e agradeço todo o cuidado que me dispensaram.
Mas também minha alma esta mais leve, mais feliz sinto-me com uma fenix, se deve ter sentido ao renascer das cinzas, em conjunto com alguém que me é muito querido e especial, ( nada de pensamentos  atrevidos ) andamos a arrumar as nossas gavetas interiores, a nossa cabeça, e foi óptimo.
Deu-me alento e força para mudar umas quantas coisinhas mal resolvidas na minha cabeça.
Apesar de ter faltado a escola, fartei-me de estudar, e de recolher informação.
Terça-feira já lá vou se Deus quiser.
Vou dar a volta, andar um bocadinho só me faz bem, vou fazer uma volta mais pequena que a tua, mas vou andar cerca de 1hora depois venho tomar uma grande banhoca e seguir o resto do dia, se não viesse aqui falar um pouco com os meus amigos /as não ficava bem , ama-vos a todos, todas de uma maneira ou de outra já fazem parte da minha vida.
Deixo aqui um pouco de Peniche, neste dia frio mas solarengo, apetece andar por ali à beira mar.
Que o dia seja feliz para todos/as com muito amor e luz em vossas vidas

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Limpeza em Peniche

Ando há muito tempo a prometer mostrar as praias aqui da zona, aqui vai Peniche, numa acção de limpeza, de lixos deixados na praia. Promovida por entidades ,com interesse e responsáveis, juntaram voluntários, e hei-los de mãos há obra


Uma das entidades
a outra entidade junto de uma arriba


Peniche,  mar vivo, as vezes cavo mas lindo, poderia chamar-lhe quase a capital do surf em Portugal


 Pois é esta cara laroca, que tenho por sorte de ter como GRANDE amiga, foi uma das voluntarias e a ela devo esta fotos, Yola aqui te deixo o meu abraço pelo dia de ontem, que somes muitos e muitos mais.
ao dia do teu aniversário. Obrigado amiga um beijo carinhoso.




terça-feira, 19 de outubro de 2010

Foi sincera. Se desiludi!... desculpem..

De quando em vez viro morcego, Hoje é um dia desses.
Por isso tenho andado a cuscar, em vários blog. e foi dar ao da Cissa. Tem lá um repto que eu aceitei, talvez pela hora, já tardia, e o sono nem senti-lo.
Pois aqui vai:

1º -se dá bem com minha sogra??'
R gostaria de dar mas ... não tenho.  mas sim era mos grandes amigas a minha "mãe" Laura
 2º-Qual o seu desafio?
R. fazer o curso que vou começar na próxima sexta-feira.
3º-O que diria a seu chefe se saisse a lotaria?
R.- Para ter chefe, precisava de ter emprego rsrsrs e não tenho.
4º Que faria se descobrisse que alguém me mentiu?
R. Nada. Deixa la viver com a ilusão de que são espertos.
5º-Se sua casa sofresse um incêndio , e apenas poderias salvar uma coisa que escolherias?
R meus filhos, mas não são coisas... uma coisa minha carteira de documentos.
6º Porquê?
R Sem documentos não podia fazer nada
7º-Entras num local com muita gente que fazes?
R Fico um pouco a toa detesto ajuntamentos
8ºVés um recipiente meio cheio ou meio vazio?
R Meio cheio.
9º- Detesto coisas negativas
10º-O que te levou a criar o blog?
R. Desafio do prof do TIC
11º se fosses um dinosauro que nome te chamarias?
R Francamente não sei. Diz-me tu.
12º-Vovê mudaria algo do seu passado?
R nada ou quase nada
13º-Se fosses um animal qual serias?
R não faço a mais pálida ideia nunca pensei nisso
14º-o que nunca farias por dinheiro
R atraiçoar um amigo
15º-o quê ou quem é capaz de te tirar do serio?
R ver meus filhos doentes
16º como gostarias de te enamorar?
R ja tive a minha dose, chega. fechei meu coração e desta vez para sempre
17ºO que fizeste na vida que tenhas tanto orgulho?
R Minhas obras de arte meus filhos rstrsrsrs
18ºcom que personagem famoso ou não gostarias de te parcerer?
R Comigo
19º-O que prezas mais na vida?
R Amizade e o amor
20º o que significa amizade para ti ?
R tudo de bom
21º- o que achas da violência infantil?
R quer numa vertente quer noutra não tem sentido.
 mas... anda ai muito " menino" a pedir um bom par de açoites.

Foi o mais sincero possível, pois só assim faz sentido o joga da verdade.
Puxa vida, são quase 4 da manhã nem dei pelas horas, vou dormir até logo .

Estou chata eu sei...mas...

Uau Mamã ue! que frio esta por aqui hoje. Mas está  bem.
Começo a aprender a jogar um jogo que , nada me diz, o da indiferença.
Hoje quarta -feira, é dia de ir a escola. Amanhã começa as minhas queridas aulas, que bom, e que falta me faz toda a envólvencia, faz-me sentir viva .
São só 100 horas este mini curso, mas vai ser maravilhoso.
Talvez não vá poder passar aqui tanto tempo como agora, a visitar os meus cantinhos preferidos e são mais que muitos, eu adoro visitar tudo e todos pois em todos retiro ensinamentos.
Poderia falar de muita coisa, mas me lembrei do seguinte,  Como ontem falei na TIA PRETA se (eu sei que já tinha dito que não voltava a meter-me noutra, mas que fazer a Lu é parva e esta cebeçinha pensadora esta sempre a engendrar, alguma coisa para tentar melhorar a vida dos outros, porque da minha, bem me tramo tenho de me ver com os meus , mas adiante) nós juntasse-mos e mandasse-mos um vale de correio de 5€ por exemplo- iria-mos ajudar aquela Senhora, e só ela iria receber, falo em 5€ por ir começar a escola fico mais limitada de tempo , para a ir visitar, e como nesta crise maluca andamos todos mais ou menos tesos, Ajudamos e não damos grande estrago no nosso orçamento: Eu sei estou uma pedinchona da treta, mas não peço nada para mim, e mais nem sequer conheço,  pessoa en questão, mas Oh! pessoas queridas vamos todos mandar um vale de correio, não custa nada, e vai fazer tanto jeito, aquela Senhora e crianças.

O que eu vi

Ontem depois de um dia bem tranquilo, veio quase uma noite sem sono! de quando em vez lá calha.
Pois bem, andei  a cuscar rsrsrs, aqui e ali, e encontrei coisas  que quero dividir convosco.
 Vamos começar pelas boas, as que nos enchem os olhos e o coração, e ai encontrei uma vez mais " o espaço do Jõao" blog lindo onde, tudo que diz respeito à Natureza, tem um reflexo, que nos imunda a alma, mais deve parecer o paraiso, eu nunca lá estive, mas sempre ouvi que o Paraiso é lindo, e no espaço do Jõao... vão ver e me contem, gostava de saber se pensam como eu,ou se não tenho razão, nada mais facíl é só verem
Depois ...depois mais um encher de alma mas desta vez diferente .
Foi  dar ao cocô na fralda, e logo a seguir a Mais um no cozinha, ambos me falaram na História de uma SENHORA admirável, um exemplo que todos deveria-mos seguir, ou pelo menos ajudar.
A TIA PRETA com é carinhosamente tratada. Pessoa simples de coração puro, alma boa, que vive para ajudar as crianças de um bairro chamado de problemático, 
Numa casa humilde, sem grandes coisas porque grande ali é o coração, a boa vontade., e o amor que ela tem aos seus meninos.
 Meninos que se não fosse a Tia Preta, iriam passar grande tempo  nas ruas, sabe Deus a fazer o quê, assim vão para aquela casa, ai comem, estudam e as vezes dormem, ali encontram, um colo, um abrigo  um amor sem limites, mas também regras, educação, coisa rara hoje, verdade???
Mas para isto tudo só conta a tia preta, que por azar das crianças, é doente e precisa da ajuda de todos, TODOS mesmo,  mora em chelas, na Rua Ricardo Ornelas nª 375 R/chão direito, bairro da Flamenga Chelas    1950-331  Lisboa.
Espero não estar a cometer nenhuma inconfidência, pois o que aqui  repassei tirei do blog Mais um na Cozinha, porque me tocou, me fez chorar, como talvez o faça a si, vá até lá e veja com os seus próprios olhos, eu tenciono, ir a chelas muito brevemente.
 Se lá for não se esqueça de levar, um pouco do que puder, arroz, massa, feijão sei lá eu, o que puder, a D. Lisete Baessa, vai agradecer, e as crainças, também ,muitas de nós fazemos doces, compotas  talvez seja uma boa ideia, digo eu.
Um pouco aqui , outro ali, talvez se consiga ajudar e porque quem duvidar pode ir ver , falar com as pessoas, assim conhecendo ´, e indo directamente é mais fácil.
Quando for tenciono tirar uma fotos depois mostro, a mulher grande e linda de coração, que é a TIA PRETA. Ah! os meninos da Tia Preta são filhos das gentes do Bairro, que sem ela seriam talvez meninos de Rua.


segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Hoje...

Num dia de sol como este, e apesar de algumas , bem profundas preocupações que só o tempo pode tirar, não deixo de me sentir viva.
As vezes basta pouco, para que o nosso animo se levante, e nos sinta-mos mais felizes, por coisas que se
espremermos não deitam nada, mas mesmo os nadas por vezes nos enchem a alma.
Parece um paradigma mas não é. Tu sabes que não, tu sabes que foste tu, com a tua presença que me alegrou, tu sabes que somos todos um pouco dependentes uns dos outros, e quando nos afastamos sem motivo, sem razão, vamos magoar-nos sem sentido.
Hoje, meu eu despertou uma vez mais, mas desta vez ,mais sereno... mais consciente... que tu e a vida o podem magoar demais.... já  não tem  aquela alegria quase de criança... deslumbrada.... hoje meu amor por  ti esta intacto... mas... já não corre para os teus braços... numa ancia pura de dar e receber carinho.... já não sente a vontade de te pegar no colo, e acariciar teu cabelo... como se fosses o meu menino...
Hoje  estou um pouco mais tranquila... mais serena... só mudou meu jeito... eu estou igual

sábado, 16 de outubro de 2010

Terra molhada...

Neste fim de semana, de um tempo mais solarengo. e onde o vento sopra de mansinho... acariciando ...
meus cabelos... meus sentidos... talvez os teus...
Eu fico parada, saboreando, o cheiro da terra molhada.... da natureza fecundada pela chuva...que a fará germinar a semente .... a planta... a flor... em fim a vida.
A vida que todos temos e só alguns entendemos....Meu menino meu amor... o tempo passa , calmo tranquilo, numa vida que foi minha... que foi tua... e nunca nossa.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

esperança.

olha eu aqui! vim dar um alô! agora mais calma pois parece, que as coisas se vão compor, tudo depende da cicatrização. 
Peço a todos os crentes que unamos nossas orações, e para que Deus coloque a sua mão, para que tudo volte ao normal.
Não só no meu filho mas em todos os doentes.
Um abraço a todo o mundo, a quem ele for benefíco.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Pela metade...

Não sou apologista de deixar as coisas, pela metade.
Mas desta vez, assim foi.
Sou acusada pelos meus filhos de ser idealista, e se calhar.... até sou um pouco.
Meu sonho seria ver todos bem... isso é utópico... tento colocar os pés na terra, amo até à ezaustão, não sei odiar, mas quando a indiferença, mexe comigo, é para sempre.
Talvez por ser assim, meio cabeça dura; sonhei alto demais: Meu sonho acabou de uma certa maneira, mas nunca de outra. Ajudar sempre que eu possa, mas de maneira individual, nunca mais tentar que seja colectiva.
Muito obrigado a todos se se preocuparam com o meu filho.
Esta melhor, muito obrigado, agora só a factor tempo, são 3 costelas partidas, do mesmo lado do acidente o que torna as coisas mais complicadas.
Mas se Deus quiser, ele uma vez mais vai superar, é forte e com muita garra.A todos o meu bem haja.
Por aqui me fico. Um abraço a todos,  E uma vez mais obrigado.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Cura-te depressa meu filho

Mais um dia , em que a força da vida bateu em alguém, para mim demasiado querido.
Daqui eu te desejo um rápido restablecimento, que saibas ser, uma vez mais, um homem de força.
E que este medo que eu sinto se transforme , força para te apoiar, e te amar cada dia mais, se isso ainda for possível.
A vida tem sido muito madrasta, para nós dois, a ti fazendo sofrer na pele, tudo que ambos sabemos, a mim, dando-me a impotência de nada poder fazer.
 Ai, se pudesse eu trocar contigo de lugar.
É diferente eu sei. Mas tudo acorda em mim daquilo que se viveu, todo o sobressalto, o quase medo que o pesadelo volte, e tu voltes a aquela cama do hospital.
Perdoa a tua mãe ser assim, mas te amo ... te amo muito meu filho, e saber-te novamente magoado deixa-me completamente louca.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Seria bom????? que pensam.

Queria contar tanta coisa, falar de coisas que me fazem pensar, mas... fico vazia... ao ouvir esta chuva persistente, que não pará praticamente desde ontem, este assobiar do vento... e a barulho das copas das árvores, tudo isto esta a mexer comigo.
Esta um frio , mas um frio estranho, parece que vem de dentro para fora, desconfortável.
E eu aqui, sentindo-me assim... como estarão aqueles que vivem na rua...??? que nem podem aquecer uma bebida reconfortante, para se aquecerem???
Eu sei que pode parecer loucura, mas se houvesse, um movimento HONESTO, e que cada um de nós desse-mos nem que fosse só 1€ sei lá uma instituição ídoneia, talvez todos juntos conseguise-mos arranjar um lugar, para  aqueles que estão na rua poderem pernoitar, nada de luxo, nem que fosse, um armazém com muitas camas lado a lado, tipo  camaratas uns lavabos, e uns polibans, para poderem tomar banho.
Tinham um lugar para dormir resguardados, e de manhã antes de voltarem, a vida deles faziam as camas, e tinham, um pequeno almoço, nem que fosse só um pão com manteiga ou doce e leite e café.
Mas se todos, mesmo todos desse-mos mensalmente 1 € ou 2  não custava nada a ninguém, e ajudava -mos,a dar um pouco, aqueles que nada têm.Era bom pensar-mos nisto, eu sei que parece loucura, se calhar é mesmo, mas se não se começar por algum lugar, e estiver-mos a contar com quem, deveria ter esse cuidado, nem no dia de S Nunca, fazem seja o que for.
Já  estou como diz o Zé estamos na era do mastiga e deita fora, quando as pessoas, tiveram ou poderão trabalhar, eram pessoas, agora estão ai por essas ruas sem eira nem beira, tirado duas ou três, instituições de voluntários, ninguém mais se lembra deles.
;Mas estão por ai perdidos, e se todos juntos conseguisse-mos seria muito bom.
Se quiserem pensar neste assunto digam, e a entidade logo se veria eu não conheço nenhuma, mas pode haver por ai quem conheça,e esteja disposto a ajudar. Quem sabe?????Seria bom?
Gostava de saber o que pensam.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Dá que pensar.

Nesta noite, de tempestade em que o vento e a chuva ,fustigam os ares.
Mais parece, uma noite de Inverno e bem duro.
Dou comigo, a pensar a deixar voar, a meus pensamentos, como borboletas multicores, num campo de flores.
 Não posso esquecer-me de muitas pessoas, que dormem nas Ruas, nas crianças que algumas vezes em Lisboa, quando ia trabalhar, ai por volta das 7 horas da manhã, estavam a dormir nos buracos de escoamento e refrigeração do metro, para apanharem o ar quente que de lá saia.
Dos velhinhos ,que dormiam embrulhados em jornais, e tapados com cartões, nos bancos de jardim, e paragens de transportes publicos, como pode ser assim a nossa cidade????
 que mundo é este em que vivemos??
Uns com tanto e outros sem nada, eu tenho de agradecer a Deus todos os dias por a minha família, toda ter um tecto, e algo para confortar-se
. Uma cama quentinha, e sobre tudo o amor de todos, somos muito unidos, um por todos e todos por um.
Depois há outro flagelo , por aqui , a falta de respeito, para com os nossos  idosos, pessoas que ma maior parte das vezes se fartaram de lutar, criaram filhos, famíliares, e se vêm abandonados em hospitais, é mau; mas pior ainda, é que muitas dessas famílias desintegradas, com falta de empregos, falta de dinheiro, e quem sabe falta de comer, os vão deixar ,  para mim, isso É uma coisa impensável, para eles seja a garantia de que tenham uma refeição, como deve de ser, e cuidados médicos assegurados.
 Que sei eu?... nada! e não me atrevo a julgar  ninguém, apenas lamento o que esta  acontecer, no meu País, onde me nego a acreditar, que as pessoas sejam assim más, mas que o fazem por falta de condições.
Como eu gostaria de poder contribuir para ajudar, estas pessoas, que sentimento de impotência perante tudo isto, e nada poder fazer ..

Assim dá

Sei que estão a ter problemas em chegar ao  (( SOU DO TEMPO QUE PASSA))  aqui no lado direito em cima do selo esta um link , se la clikar vai lá ter direitinho rsrsrs obrigado, vai valer a pena penso eu, vê este pontinho branco, ai em cima????? pois é ai mesmo.

Vá conferir, o que lhe digo.

Por aqui o Outono anda muito, endiabrado, frio chuva, e claro o meu amigo ventinho.
as árvores são fustigadas, e os Diospiros também, nem vos digo nem vos conto, no chão são mais que muitos, e as nozes vão pelo mesmo.
Sabem estes dois dias andei a conhecer, vários blogs mas sem querer ferir ninguém queria chamar a atenção para um em especial, pelos contos que nos conta, historias de há muitos anos mas que são a história viva de um povo, o nosso.
 Tem coisas, que eu não imaginava que assim fosse, e quem sabe você também vai gostar, em especial, quem tem filhos,  que não se cansam de pedir isto aquilo, o outro, era bom que soubessem como , era a infancia dos  avós e demais família, talvez assim entendessem , quanto tem de bom a sua juventude, e estão sempre infelizes, vão pois ao ((SOU OTEMPO QUE PASSA)) e aprendam estas lições de vida.
Haveria muitos outros óptimos, que vos poderia falar, mas este é escrito com as memorias de alguém, para quem a vida , foi madrasta, para quem começou a comer o pão que o diabo amassou quando deveria, ter os cuidados, e a ternura de uns pais ,que também devem ter sofrido o que nem consigo imaginar
Peço-lhe perdão Sr D..... por estar a falar nisto, afinal é a sua vida, se achar que não devo diga, retirarei  imediatamente. 

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Recordações

Visitando o Rubracacia, me lembrou ainda mais de Angola.
Essa Angola, onde vivi os anos dourados da minha vida, ai cresci, me fiz tornei mulher e Mãe.
Ai deixei minha filha em alguns palmos de terra. Saudade que nunca passa. Dor que jamais será mitigada pelo passar dos anos . Mas a vida é mesmo assim. Não gosto de falar na Monia Soraya, gosto de a recordar calada, numa saudade só minha.
Mas me lembro de coisas muito engraçadas, coincidências ou talvez não.
Na Lunda , no Dundo, trabalhei como orientadora chamemos-lhe assim das cozinhas de 3 hospitais, Andrada, Sacavula, e Dundo, tinha por meu cargo, as ementas, control de gastos e encomendas.
Andava comigo um motorista negro, pois não era pera doce percorrer estas distancias, pequenas é certo, mas era na época dos confrontos, e nunca se sabia o que podia acontecer. Quem lá estava sabe do que falo.
Pois bem esse motorista tinha uma filha linda, de mais ou menos  3 anos, que  o pai queria dar-ma para trazer
pois assim ela viria para Portugal, e estaria a salvo .
Logico que não aceitei, pois tive muito medo de que algo acontecesse e não queria privar aquela família de ter a sua menina linda a Antonia, da sua companhia, eu sabia a dor que era perder uma filha pode parecer igoismo, mas não foi, foi medo do que poderia acontecer.
Assim sou eu que sinto a falta daquela linda criança, que eu tanto gostava, e nada sei  do que se tenha transformada.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Sorrir sempre

O vento aqui é meu companheiro, constante.
o vento que varre as ruas,varrendo também nossos corações, nossas angustias... nossos medos...
medos de mim... ou de ti?
Não sei. Mas sei . 
que embora traga o frio... leva aquilo que encontra...uma vezes são tormentas...outras traz coisas risonhas...
pois é esta dualidade, que nos faz mover montanhas...este querer...este vazio... sem saber o que fazer...para te ver a sorrir..sorri, sorri sempre...a tudo e todos... é barato...mas é tão bom ver sorrir alguém... dá o teu sorriso ao mundo...não importa a quem o dès mas  dá ... franco ... aberto...Leal....estas a dar um dom de Deus
Vamos todos em unisseno, sorrir... sorrir a vida...pois há  lei do retorno...oferecida  pelo universo, nos diz... que o que damos iremos receber....vamos pois sorrir à vida , pode não ser fácil, mas é bom, nos momentos de vazio ter o sorriso de alguém, a dar força a dar alento, mas... vontade de sorrir.
Já chorei, vezes sem conta... hoje não isso passou....hoje tento espalhar sorrisos, e tenho tantos para mim
mesmo que meus olhos teimosos, virem rios de repente... terei sempre o meu sorriso rsrsrs para dar aos meus amigos....

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Agora

Ontem depois de uma noite calma, o dia foi de chuva e vento forte.
Um vento como a muito o não ouvia por aqui, um vento que batia e chorava... como a dizer-nos dos estragos que causava em tanto lugar ao Norte.
A chuva, veio forte...fria... mas veio lembrar-nos que é o advento para a Primavera que ha-de surgir bem mais tarde, veio dizer-nos que nem sempre podemos tudo o que ambicionamos, e que para a vida  renascer, a chuva, tem de regar, lavar a alma da gente...como a plantar semente...que um dia  vai dar fruto.
Hoje com as mãos cheias de nada, do muito que tive um dia...tenho a doce lembrança...que a esperança me entregou, num pacote de sorriso...feito de cor bem azul...cor do céu e dos meus olhos... olhos que são como rios ..lavando as magoas que sinto...deixando depois mais leve meu amigo e companheiro, da jornada desta vida...Um pouco louco talvez, mas todos somos um pouco...na medida, do agora....porque o depois ninguém sabe e o agora é que vale, o passado já passou...não importa a que passou...o futuro a Deus pertence...vamos então no agora...encaminhar nos passos, firmes serenos, confiantes...pois por agora...é que importa.

sábado, 2 de outubro de 2010

Amizade

Nesta noite, serena ouço o cachoar das rãs, e neste silencio, quebrado ao longe por algum passáro da noite, fico quieta, com medo de perturbar toda esta envolvencia que me fascina.
Tudo me vem a cabeça, o bom ... o menos bom.... mas sempre com uma certeza.... meu coração por vezes anda um pouco louco rsrs, não sabe o que quer... mas é o amor...que guia meus passos.
Amor em tudo e em todos... amor ...não o carnal, mas o espiritual... algo mais elevado...mais profundo...
Amor homem, mulher já lá vai, nada disso me perturba já, tudo tem seu tempo certo e o meu já lá vai...posso ter sonhado, mas despertei.
Hoje amo, meus amigos, minha terra, minhas gentes,e os meus amigos de 4 patas, amigos incondicionais....
e de um amor que só as mães podem sentir , meus filhos, neta , nora.
Amo este pedacinho de terra onde nasci, e onde vivo, aqui perdida no meio do nada, mas que adoro, aqui encontrei, paz... estou rodeada do amor dos meus HOMENS, e são 3, sou respeitada,pelo que sou, e como sou, pois  não sou perfeita estou muito longe disso, gostaria de ser menos teimosa, mas como boa taurina, sou teimosa, mas muito amiga do seu amigo, sempre disposta a tudo para ajudar, no que posso e até muitas vezes no que não posso.
Cultivo muito a amizade, um amigo é um ser sempre especial para mim, ensinaram-me em Angola. Quando a minha casa foi saqueada, estava-se em guerra, nós ficamos sem nada, zero, nada.
Fomos para Luanda, no Bairro da Cuca, um casal e a mãe, eram Alentejanos, abriram-me a porta de casa, como se nos conhecem a anos, deram-nos roupa , e eu tinha dois filhos.
De 4 anos e 1ano e meio.respectivamente e nada faltou, até arranjarmos trabalho, e seguir para a Lunda, Andrada, aprendi que a amizade é um bem super precioso, e sempre que sei que alguém precisa eu tento , pagar ao universo o que recebi, deste casal, pois eles nunca quiseram receber, um centavo.
Nada sei deles a muitos anos, mas estejam onde estiverem  têm o meu agradecimento eterno.

Olá amigos!!!!

Pois venho passar um pouco mais convosco, os amigos são para isso, estar-mos juntos, conversar, dizer disparates, mas sabermos que estamos todos por aqui, até aqueles que nos esquecem.
Eu adoro , recebe-los a todos /as aqui em minha casa, quando por aqui passar não deixe de dizer alguma coisa, um só olá , mas diga tá???? bj

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Ausência

Fecho os olhos para ver, só com os olhos da alma,  ela sente a tua falta,
olho a serra com saudade, nesta saudade  vazia, que magoa bem no fundo,
 este querer sem nada ter, esta ausência de te ver... de te falar por instantes ,
preenchias os meus dias, doce lembrança ficou.
Minha alma te encontrou... num encontro bem fugás.. deixou marcado o caminho
.. contigo no coração...vem coração sozinho, vem para dentro do meu peito,
guarda  nas doces lembranças, momentos de ternura...
ó tempo passa depressa ...não te esqueças de ninguém...
porque a vida vai passando, mas não vou perder a esperança,,,
de um dia te encontrar...