Seguidores

terça-feira, 10 de agosto de 2010

errei estou a pagar

Hoje não estou nos meus dias.
Estou profundamente triste, é uma espécie de vazio, um nó na garganta que me impede de falar.
Sinto que por ter sido impulsiva acabei perdendo, algo muito valioso para mim.
Amigas algumas vez se sentiram assim?!?!
Há vinte anos atrás, fechei tudo em mim que havia para fechar.
Achei que podia mudar as coisas, e me deixei levar na onda dos meus sentidos, das minhas emoções, e me dei mal, algo se partiu dentro de mim, se partiu talvez sem concerto.
A vida é assim.
A culpa foi minha, abri demasiado a minha carapaça, levei na brincadeira ingénua, mas...não vi
com olhos de ver, que estava a fazer mal ao meu velho coraçãozinho.
Por aqui me fico. Vou deixar meu choro lavar minha alma. Aprendendo que à coisas que não são para todos mas para quem pode , e eu ... Preciso de deixar este sol iluminar meus sentidos, minha vida.
Tenho de mandar embora, este sentimento que me tornou numa noite sem lua. bj

2 comentários:

GRAÇA LAYOUTS disse...

Oi amiga..tudo bem com vc?
Desculpe não aparecer antes é que estava com muito serviço...
mas temos que arrumar um tempinho pra deixar um carinho para as amigas.
bjos

Luis disse...

mae... não fiques triste... apesar de todos os nossos erros na vida... eu posso-te dizer uma coisa com segurança... nunca errei ao te amar como te amo.... nunca errei ao te abraçar como te abraço.. e nunca errei ao dizer-te que és a melhor mae, amiga, e pessoa que eu conheço... um beijo grande... e um x coraçao enorme... GOSTO MUITO DE TI.