Seguidores

quinta-feira, 6 de maio de 2010

voltei a falar contigo


Hoje voltei a sentir necessidade de falar calada,de falar "contigo",
amigo silencioso que me escuta sem criticas nem enfados, de falar apenas companheiro,
de tantas horas, boas e ma´s tanto faz.
São horas em tudo te contei tudo te disse.
Hoje, é só mesmo a necessidade de falar, reatar horas vividas, apenas entre estes dois
mundos.
Tão frágeis, mas tão intensos,o meu eu que todos veem todos conhecem e falam, e o outro
que nem eu conheço bem, mas sei que ele é também eu.
Falamos com sempre jogando com as palavras, que não procuro, são as que me saiem , que
me tranquilizam, que me dão maturidade para poder sorrir, para poder calar, também poder
saber confiar no amanhã,  por também eu olhar os liríos do campo, ouvir os passaros
cantar, e me sentir pequenina, e a um só tempo feliz.
A vida não me deve nada, me dá tudo "empresta", e eu tenho de agradecer a Deus por isso.

Nenhum comentário: